Posts escritos por: Débora Costa

Lista 25out • 2018

5 livros populares que ainda valem a pena serem lidos

Eu vou confessar para vocês que eu sou do tipo de leitora que tem uma certa resistência com livros que tem um certo hype. Por exemplo, quando todo mundo começou a falar de Trono de Vidro, eu decidi que iria esperar outra oportunidade de conhecer a escrita da Sarah J. Maas e só quando Corte de Rosas e Espinhos chegou nas minhas mãos é que eu realmente me apaixonei pela escrita da autora e agora quero ler até a lista de mercado dela.

Mas nem sempre é assim, não é mesmo? Eu tenho uma lista infinita de livros que são muito populares entre os leitores, mas que não me deram uma experiência de leitura muito boa. Ainda assim, nós precisamos manter a esperança e, pensando nisso, eu resolvi montar uma lista com alguns livros ainda muito populares e que eu acho que vocês deveriam dar uma chance, mesmo correndo o risco de não gostar tanto quanto todo o resto do mundo.

Garota Exemplar, por Gillian Flynn

Uma das mais aclamadas escritoras de suspense da atualidade, Gillian Flynn apresenta um relato perturbador sobre um casamento em crise. Com 4 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo – o maior sucesso editorial do ano, atrás apenas da Trilogia Cinquenta tons de cinza –, “Garota Exemplar” alia humor perspicaz a uma narrativa eletrizante. O resultado é uma atmosfera de dúvidas que faz o leitor mudar de opinião a cada capítulo.

Na manhã de seu quinto aniversário de casamento, Amy, a linda e inteligente esposa de Nick Dunne, desaparece de sua casa às margens do Rio Mississippi. Aparentemente trata-se de um crime violento, e passagens do diário de Amy revelam uma garota perfeccionista que seria capaz de levar qualquer um ao limite.

Pressionado pela polícia e pela opinião pública – e também pelos ferozmente amorosos pais de Amy –, Nick desfia uma série interminável de mentiras, meias verdades e comportamentos inapropriados. Sim, ele parece estranhamente evasivo, e sem dúvida amargo, mas seria um assassino? Com sua irmã gêmea Margo a seu lado, Nick afirma inocência. O problema é: se não foi Nick, onde está Amy? E por que todas as pistas apontam para ele?

 

Trono de Vidro, por Sarah J. Maas

Nas sombrias e sujas minas de sal de Endovier, um jovem de 18 anos está cumprindo sua sentença. Celaena é uma assassina, a melhor de Adarlan. Aprisionada e fraca, ela está quase perdendo as esperanças quando recebe uma proposta.

Terá de volta sua liberdade se representar o príncipe de Adarlan em uma competição, lutando contra os mais habilidosos assassinos e larápios do reino. Endovier é uma sentença de morte e cada duelo em Adarlan será para viver ou morrer. Mas se o preço é ser livre, ela está disposta a tudo.

 

 

 

A Rainha Vermelha, por Victoria Aveyard

O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses.

Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho?

Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe – e Mare contra seu próprio coração.

 

O Duque e Eu, por Julia Quinn

Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo.

Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta.

Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.

Talvez Um Dia, por Colleen Hoover

Um dos livros mais comentados de 2015, nos Estados Unidos, este é mais um sucesso arrebatador de Colleen Hoover, autora das séries Slammed e Hopeless.

Sydney acabou de completar 22 anos e já fez algo inédito em sua vida: socou a cara da ex- melhor amiga. Até hoje, ela não podia reclamar da vida. Um namorado atencioso, uma melhor amiga com quem dividia o apartamento… Tudo bem, até Sydney descobrir que as duas pessoas em quem mais confiava se pegavam quando ela não estava por perto. Até que foi um soco merecido. Sydney encontra abrigo na casa de Ridge.

Um músico cujo talento ela vinha admirando há um tempo. Juntos, os dois descobrem um entrosamento fora do comum para compor e uma atração que só cresce com o tempo. O problema é que Ridge tem uma namorada, e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora.

Eu realmente espero que vocês tenham gostado dessa lista. No caso da CoHo, eu pensei em colocar Métrica, ao invés de Talvez Um Dia, mas acredito que esse seja um livro dela que a maioria de vocês pelo menos já ouviu falar, mesmo quando a autora ainda não era esse fenômeno que é hoje. Ah, não esqueçam de deixar nos comentários algumas sugestões de livros populares que vocês recomendariam, tá?

Resenhas 20out • 2018

Quando Tudo Faz Sentido, por Amy Zhang

Eu nunca pensei que eu fosse dizer isso mas, esse foi o livro mais estranho que eu já li. E eu não vou mentir, eu amo a escrita da Amy Zhang, porém em Quando Tudo Faz Sentido, o enredo se desenvolve de uma maneira estranha, não revela muito dos personagens que você realmente quer conhecer a narrativa é tão estranha que eu me perdi em vários pontos do livro durante a leitura. De verdade? Eu não consigo tirar aquela sensação de “wtf?”.

Eu sei que os livros da Zhang tem essa tendência de falar sobre assuntos muito importantes e que impactam a gente de alguma forma e em Quando Tudo Faz Sentido não foi muito diferente. A autora abordou assuntos pesados de uma forma muito cuidadosa e, embora a narrativa do livro fosse confusa, eu consegui entender a mensagem por trás de todos aqueles acontecimentos. Leia mais

Séries & TV 16out • 2018

3 adaptações de livro para TV que você deveria assistir

As adaptações de livro para TV podem ser uma aposta muito boa ou um completo desastre, mas se tem uma verdade é que elas são difíceis de resistir – especialmente se você for um leitor que também é viciado em séries, que é o meu caso.

Os últimos meses trouxeram a estreia de várias adaptações para essa categoria, incluindo a Sharp Objects da HBO e o Castle Rock do Hulu e, com esse nicho ganhando o coração não só dos leitores, mas também aqueles que preferem assistir apenas as adaptações, nós estamos ganhando cada vez mais adaptações para a TV.

E é claro que eu precisava conferir alguns dos livros que ganharam uma versão para a TV esse semestre, não é mesmo? Além de uma nova adaptação de As Crônicas de Nárnia e a estreia da versão obscura de Sabrina, dá uma olhada nessas adaptações que você não pode perder! Leia mais

Resenhas 14out • 2018

Whitney, Meu Amor, por Judith McNaught

Levante a mão se você leu Whitney, Meu Amor e sobreviveu à este livro. Eu, certamente, não sobrevivi. Confesso que quando eu decidi que finalmente faria essa leitura, eu estava apavorada com a suposta cena de estupro e com o fato do livro ser 200 páginas maior do que os romances de época que eu estou acostumada a ler. Ainda assim, Judith McNaught me conquistou com os seus personagens, com as suas reviravoltas e com os seus 42 capítulos apaixonantes.

Não vou mentir, eu achei o livro longo demais. Não sei se foi porque eu estou acostumada com romances menores, ou se realmente o livro poderia ter uns 20 capítulos a menos, mas o fato de McNaught ter uma escrita tão envolvente fez com que eu, mesmo já exaurida com os plots twists da trama, persistisse até o final, simplesmente porque eu não iria conseguir viver a minha vida sem ao menos saber que o meu casal favorito viveu feliz para sempre. Leia mais

Entrevistas 13out • 2018

Marissa Meyer emociona com o enredo de Sem Coração

Eu não consigo parar de falar de Sem Coração e já peço desculpas à vocês por isso. A construção que Marissa Meyer criou para a Rainha de Copas mexeu comigo do começo ao fim do livro e, publicar uma única resenha dessa leitura maravilhosa não era o suficiente para mim. Eu precisava falar mais sobre esse livro. Então aqui estamos, com mais uma entrevista que eu sei que vocês gostam, mas desta vez, vamos explorar ainda mais esse universo de Alice no País das Maravilhas.

A entrevista original não é muito longa e foi publicada pelo Hypable há mais ou menos dois anos. Apesar de não ser a entrevista mais longa que eu já traduzi aqui no blog, eu acho que foi a entrevista que conseguiu captar melhor o que eu gostaria que vocês soubessem dessa leitura pelos olhos da autora. Marissa Meyer é dona das minhas leituras favoritas e se essa entrevista não te convencer a ler Sem Coração, eu realmente não sei o que vai. Leia mais

Resenhas 11out • 2018

No Ritmo do Amor, por Brittainy C. Cherry

Nada novo sob o sol quando se trata do mais novo livro da Brittainy C. Cherry. Honestamente? Eu me pergunto porque eu continuo insistindo numa autora que só o primeiro livro funcionou para mim. Sempre que eu pego um livro dela eu fico me perguntando onde está a autora maravilhosa que escreveu Sr. Daniels e ganhou o meu coração. Com um enredo clichê até a última página e personagens mal desenvolvidos ao longo enredo, No Ritmo do Amor é mais um livro que não se destaca na minha estante.

Vamos ser honestos: tá todo mundo saturado desses enredos de garota popular que se apaixona pelo cara esquisito, não é mesmo? E tudo bem, eu até consigo engolir isso mais uma vez se a autora me entregar alguma coisa original, mas não é isso o que acontece no enredo de No Ritmo do Amor. O livro segue o mesmo padrão de todas as fanfics que eu lia em 2009, com os mesmos diálogos repetitivos e aquele drama mexicano e reviravoltas aleatórias para fazer o enredo andar. Leia mais

SOSELIT 10out • 2018

SOSELIT #09 E assim eu resolvi que eu iria ter um blog

Eu adoro esses temas do SOSELIT que me obrigam a refletir sobre algumas coisas. Lá em 2013 quando eu acordei numa manhã e resolvi que o La Oliphant seria o meu próximo projeto pessoal, eu não acreditava mesmo que ele fosse resistir por 5 longos anos. Honestamente? Eu acho que ninguém do meu círculo de amizade achou que eu conseguiria levar isso por tanto tempo. Digamos que eu não sou muito do tipo que insiste nas coisas por muito tempo, sabe?

E aqui estamos, aos trancos e barrancos, porém vivos. A maior parte de vocês não sabem o trabalho que dá manter isso aqui funcionando. Não é só ter uma ideia e sentar na frente do computador, na verdade, o primeiro passo é ter uma ideia e às vezes ela demora horas, dias, semanas para aparecer. E quando ela finalmente chega e você pensa “essa ideia de post é realmente boa”, é que o trabalho de verdade começa. Leia mais

Lista 09out • 2018

4 Contos de fadas obscuros para leitores de Young Adult

Vocês não acharam que eu ia deixar os leitores do blog sem algumas leituras trevosas para Outubro, não é mesmo? Confesso para vocês que eu não sou uma grande leitora de terror, na verdade, é um gênero bem ausente na minha estante por puro gosto pessoal misturado com muito cagaço porque eu fico impressionada com facilidade. Mas, o dia das bruxas é uma data muito legal para reviver releituras sombrias e eu realmente não estava afim de fora dela.

Eu posso não ser uma grande leitora de terror, mas eu sou uma grande leitora de releituras de contos de fadas e, não tem nada que eu goste mais quando o autor conta a história de um ponto de vista mais sombrio do que os roteiros da Disney. Embora não sejam livros de terror, o toque obscuro desses livros se encaixam muito bem nas listas de leituras daqueles que não estão dispostos a se arriscar nos suspenses arrepiantes e ainda tem o plus de serem leituras maravilhosas! Leia mais

Resenhas 07out • 2018

Sem Coração, por Marissa Meyer

Marissa Meyer é a princesa dos contos de fada dos meus sonhos. Confesso que, quando eu peguei Sem Coração para ler, eu não tinha grandes expectativas porque, na minha cabeça, nenhum livro da Marissa poderia ser tão maravilhoso quanto As Crônicas Lunares. Mas não é que pode? Sem Coração não só é uma releitura linda de Alice no País das Maravilhas, como eu nunca mais vou conseguir olhar para a Rainha de Copas da mesma maneira.

Eu nunca duvidei que a escrita de Meyer fosse incrível, mas a forma como ela construiu e desenvolveu o enredo de Sem Coração, ultrapassou totalmente as minhas expectativas enquanto leitora. A narrativa é lenda em alguns pontos, admito. Houve momentos em que eu realmente achei que não ia acontecer nada no livro, mas Meyer tem um dom único para te envolver no enredo e, quando eu me dei conta, não conseguiria viver sem saber o desfecho dessa história. Leia mais

Resenhas 05out • 2018

Raptada por um Conde, por Stephanie Laurens

Por um momento eu achei que Raptada Por Um Conde nunca ia chegar nas livrarias, sério! Desde que eu li o primeiro livro dessa série, Conquistada Por Um Visconde, eu estava me matando de curiosidade querendo entender qual era o mistério por trás dos sequestros das irmãs Cynster. E a escrita de Stephanie Laurens não decepciona neste livro, isso eu posso garantir.

O  último livro  da trilogia das irmãs Cynster tem um enredo que flui muito melhor do que os livros anteriores da série. Os diálogos são muito bem construídos, os personagens muito melhor apresentados e nós temos uma heroína determinada a conquistar o coração do seu herói que é uma inspiração desde a primeira página. Definitivamente, Raptada Por Um Conde é o melhor livro da Stephanie Laurens que eu li até hoje. Leia mais

Resenhas 04out • 2018

Correndo Descalça, por Amy Harmon

Eu já contei para vocês que os livros da Amy Harmon nunca decepcionam? Eu me apaixonei pela escrita da autora quando a Verus lançou Beleza Perdida no Brasil e, desde então, nenhum dos novos livros da autora me decepcionou e, com Correndo Descalça não foi diferente.  Com protagonistas muito bem desenvolvidos e um enredo romântico de fazer a gente chorar até cansar, Harmon provou mais uma vez que é possível escrever um bom romance sem apelar para estereótipos.

Confesso que a primeira coisa que me preocupou nesse enredo foi a diferença de idade dos personagens de Harmon. Enquanto Samuel tinha 18 anos, a nossa protagonista Josie tinha apenas 13 e um possível relacionamento amoroso entre eles seria considerado pedofilia. Mas Harmon é uma autora muito inteligente e, ao invés de investir no romance entre os personagens, ela desenvolve a amizade entre eles e, mesmo que o leitor saiba que ambos sentem muito mais do que demonstram, existe todo um cuidado ao respeitar a diferença de idade entre eles. Leia mais

Promoções 03out • 2018

SORTEIO DE HALLOWEEN – 5 ANOS MÊS DE TERROR

Halloween, Mês das Bruxas… não importa, a verdade é que todo mundo se rende a este mês que é tão querido por tanta gente! Outubro tem o clima ideal para filminhos nostálgicos e é a melhor oportunidade que você terá para se render as leituras mais sombrias. Sendo assim, por que não rechear ainda mais este mês com um super sorteio?

O Estante Diagonal em parceria com editoras e influenciadores amigos, irão sortear quinze livros, em três kits para três ganhadores! Para participar, basta seguir as regras obrigatórias dos formulários e pronto, você já está participando! Mas claro que se quiser receber mais chances, preencha também as entradas secundárias! Leia mais

1 2 3 4 5 57
Siga o @laoliphantblogInstagram