Posts escritos por: Débora Costa

SOSELIT 16mar • 2018

SOSELIT #3 – Eu quero reclamar sobre romantização do relacionamento abusivo

O tema do #SOSELIT este mês propõe um tema que já é muito discutido aqui no blog, e uma tecla na qual eu vou bater enquanto eu achar que isso é um problema: romantização de relacionamento abusivo na literatura. E isso não poderia ter vindo em um momento melhor porque, justamente esse mês, eu terminei de ler mais um “romance”, onde a personagem principal sofre diversos abusos durante os capítulos, mas a história é vendida como um romance e aplaudida pelos leitores. Vocês conseguem enxergar onde está o erro nessa situação toda?!

Eu sempre fui uma grande apaixonada por uma boa história de amor,, não importando o gênero. Mas a minha visão sobre o que se caracteriza um bom romance veio mudando muito de uns anos para cá, principalmente depois que eu comecei a ter um contato maior com o movimento feminista e a me conscientizar de que certos comportamentos não são muito normais. Com isso, meu gosto literário foi mudando bastante e, alguns livros que antes eram um dos meus favoritos, hoje me deixam enjoada apenas de lembrar que um dia eu achei aquilo a oitava maravilha do mundo.

Mas hoje eu não estou aqui para fazer outra crítica a Princesa de Papel e nem para lembrar a vocês que o relacionamento da Abby e do Travis, de Belo Desastre, é abusivo. Na verdade, eu queria conversar com vocês sobre consciência literária e porque eu simplesmente não consigo me calar quando eu me deparo com um enredo que é completamente fora daquilo que eu considero um romance saudável dentro da literatura. Até onde vai a nossa responsabilidade quando damos cinco estrelas para um livro que, claramente, romantiza um relacionamento abusivo? Leia mais

Entrevistas 15mar • 2018

Tudo o que você precisa saber sobre Julia Quinn está aqui!

Eu sou apaixonada pelos livros da Julia Quinn tanto quanto qualquer outra pessoa. E, tudo bem, recentemente eu descobri que não são todos os enredos dela que eu vou gostar, mas ainda assim, eu não consigo deixar de pensar que ela fez com que eu me apaixonasse mais de uma vez através de seus personagens. Quem nunca se inspirou por causa de Julia? E quem nunca desejou que o amor fosse algo tão intenso e divertido como ela narra em seus romances? JQ merece o título de rainha dos romances de época e é por isso que estamos aqui reunidos, caros leitores.

Eu gosto muito de entrevistas com autores e, eu acho que vocês já sabem muito bem disso. As entrevistas revelam muito sobre o autor e você sempre consegue aprender alguma coisa muito importante, principalmente se você tem o sonho de se tornar um escritor um dia. Foi pensando nisso que eu resolvi procurar algumas entrevistas que a Julia deu na época de lançamento dos seus livros e me deparei com esta que está abaixo, do site The Internet Writing Journal, onde ela comenta sobre o seu mais novo lançamento “Como Agarrar Uma Herdeira”, que havia acabado de debutar na época.

A entrevista aconteceu em novembro de 1998, mas apesar de termos uns bons vinte anos desde essa entrevista, eu realmente achei os pontos levantados pela autora interessantes e acho que vale muito a pena vocês darem uma conferida. Leia mais

Resenhas 13mar • 2018

Um Sedutor Sem Coração, por Lisa Kleypas

Mais um dia, mais uma vez dona Lisa Kleypas veio para roubar o meu coração. Eu não fui a maior fã de Kleypas quando li Uma Noite Inesquecível, mas Um Sedutor Sem Coração veio para me lembrar como a autora roubou meu coração anos atrás, quando lia Os Hathaways – um livro atrás do outro, sem parar para descansar simplesmente porque eu não conseguia largar aqueles personagens. E não é que essa série Os Ravenels irá fazer a mesma coisa comigo? Eu mal terminei o primeiro livro e já estou chorando para a Arqueiro lançar o segundo. Seria série o meu novo vício no mundo dos romances de época?

Um Sedutor Sem Coração trás o primeiro dos Ravenels, Devon, com a sua personalidade libertina e seu jeito irresponsável que conquista a gente logo na primeira página do livro. Nosso herói nunca teve que se preocupar com nada em sua vida até se tornar um Conde e herdar não só as terras de seu primo, mas também suas três irmãs e sua viúva. Tudo é muito novo para Devon, principalmente a parte de realmente ter responsabilidades, mas a forma como Kleypas trabalha a evolução deste herói ao longo dos capítulos ganhou meu coração totalmente. Eu tenho um fraco por romances de época que realmente exploram os libertinos e expõe todas as suas virtudes escondidas por trás daquela atitude sedutora. Leia mais

Clube Nacional 12mar • 2018

Guss de Lucca conta sua experiência com a autopublicação

Dando continuidade ao nosso projeto do Clube Nacional, eu achei que seria interessante trazer para vocês o ponto de vista de alguns autores nacionais que passaram pela publicação editorial, seja esta via contrato com um selo, publicação comercial ou mesmo a tão temida publicação independente.

Como blogueira, eu achei a abordagem do Guss simplesmente sensacional. Ele fez um investimento muito bom na qualidade do seu livro, criando um material de divulgação muito assertivo e sabendo exatamente quais blogs e canais de divulgação procurar para fazer com que o seu livro chegue ao seu público leitor.

A convite do La Oliphant, eu pedi que o Guss escrevesse um post colaborativo para o Clube Nacional, contando como foi a sua experiência como autor independente e como ele se organizou para conseguir colocar em prática todas as suas ideias. Leia mais

Lançamentos 11mar • 2018

Thriller de Riley Sager chega às livrarias pela Gutenberg

Há dez anos, a estudante universitária Quincy Carpenter viajou com seus melhores amigos e retornou sozinha, foi a única sobrevivente de um crime terrível. Num piscar de olhos, ela se viu pertencendo a um grupo do qual ninguém quer fazer parte: um grupo de garotas sobreviventes com histórias similares. Lisa, que perdeu nove amigas esfaqueadas na universidade; Sam, que enfrentou um assassino no hotel onde trabalhava; e agora Quincy, que correu sangrando pelos bosques para escapar do homem a quem ela se refere apenas como Ele. As três jovens se esforçam para afastar seus pesadelos, e, com isso, permanecem longe uma da outra; apesar das tentativas da mídia, elas nunca se encontraram.

Um bloqueio na memória de Quincy não permite que ela se lembre dos acontecimentos daquela noite, e por causa disso a jovem seguiu em frente: é uma blogueira culinária de sucesso, tem um namorado amoroso e mantém uma forte amizade com Coop, o policial que salvou sua vida naquela noite. Até que um dia, Lisa, a primeira sobrevivente, é encontrada morta na banheira de sua casa com os pulsos cortados; e Sam, a outra garota, surge na porta de Quincy determinada a fazê-la reviver o passado, o que provocará consequências cada vez mais assustadoras. O que Sam realmente procura na história de vida de Quincy? Leia mais

Lista 09mar • 2018

3 motivos para você ler Um Tom de Mais Escuro de Magia

Victoria Schwab é aquele tipo de autor que entra na sua vida muito por acaso e acaba fazendo residência no seu coração. Meu amor por ela começou em 2016, quando a Record me convidou para ler A Guardiã de Histórias. Nessa época, admito, eu nem ao menos sabia quem era a autora e menos ainda que os livros dela eram tão populares entre os leitores de outros países – e isso foi muito bom porque eu tive a chance de me apaixonar pela escrita dela sem nenhuma influência externa, digamos assim.

A escrita de Schwab é maravilhosa, eu juro! Você se envolve com o enredo logo nas primeiras páginas e, sem nem ao menos perceber, está imerso em um universo completamente novo, do qual você nunca mais vai querer sair. Foi assim que aconteceu comigo quando recebi um e-mail da editora perguntando se eu gostaria de dar uma chance a “Um Tom Mais Escuro de Magia”, no ano passado. Eles estavam preparando tudo para o lançamento do segundo livro da trilogia aqui no Brasil e gostariam que alguns blogueiros fizessem uma resenha sobre o primeiro livro.

Me joguei de cabeça na leitura. A essa altura da minha vida, eu conhecia um pouco de Schwab e já havia me interessado pelo enredo de Um Tom Mais Escuro de Magia. Universos paralelos com graus diferentes de magia que possuem a cidade de Londres como a única coisa em comum entre si, me pareceu tão interessante que eu não podia deixar passar a chance de conhecer a história do Antari da Londres Vermelha e viajar através das portas que ele era capaz de abrir. Leia mais

Promoções 08mar • 2018

Um sorteio especial para mulheres poderosas!

sorteio mulheres poderosas

Ser mulher é passar o tempo todo entre estar presa no que esperam de nós e lutar para deixar nossa infinita capacidade fluir. Ser mulher é saber que podemos fazer tudo, mas encarar a realidade de que nem todos são capazes de aceitar isso. Ser mulher é nascer um degrau abaixo e ainda assim não ter medo de subir até o topo. E é isso, ser mulher é ser mulher, de todas as formas, cores e jeitos. Não importa a sua escolha, se é ser esposa, ser mãe, ser empresária, ser militar, ser professora, usar batom vermelho, não usar batom, ter cabelo longo, ou não ter cabelo nenhum, ser bela, recata e do lar ou ser tarada do bar, ser lésbica ou hétero … não importa nada disso, nós somos maravilhosas de qualquer forma!

E para compartilhar com todas vocês o quanto somos maravilhosas um grupo de blogueiras decidiu escolher livros maravilhosos para compartilhar com vocês, aposto que um deles vai conquistá-la. Temos livros sobre feminismo, biografias de mulheres maravilhosas, eróticos, romance de época, fantasia e muito mais. Escolha o que mais gostar, ou todos eles, e participe desta promoção. Já deixo o meu desejo de boa sorte, você merece, afinal nós somos o máximo. Leia mais

Clube Nacional 07mar • 2018

Marketing: coisas que todo o autor nacional deveria saber

Autora e guru de marketing (e ex colunista da WD) MJ Rose fechou o dia da ThrillerFest com sessões de “Buzz Your Book: E a nova realidade.

… Então, qual a nova realidade?

De acordo com a Rose:

  1. Nenhum livro realmente morreu, todos podem viver na internet para sempre.
  2. Um livro antigo é um novo livro para quem não o leu antes.
  3. Ninguém realmente se importa se um livro é novo. A chave é ele ser bom.

Então o que tudo isso significa? Rose disse que, essencialmente, você pode promover o seu livro o tempo que quiser. Sempre haverá novos leitores lá fora, e é apenas uma questão de alcançá-los.

Com isso em mente, aqui estão alguns fundamentos de marketing da Rose e seu co-apresentador, o especialista em publicidade Meryl Moss. Como Rose disse: “Não há nada que você possa fazer para ter sucesso, mas se você tem um plano e você continua fazendo coisas, você acabará construindo um sucesso”. Leia mais

Resenhas 06mar • 2018

Como Se Casar Com um Marquês, por Julia Quinn


Essa é uma daquelas resenhas em que eu venho agradecer ao universo pela evolução da escrita dos autores que eu mais amo. Depois do desastre que foi a minha leitura de Mais Lindo Que a Lua, eu realmente estava preocupada com o que Julia Quinn iria preparar para mim em Como Se Casar Com Um Marquês. Eu já havia me apaixonado por James no primeiro livro dessa duologia e, Lady Danbury é uma personagem que jamais nos decepciona. Graças ao poder do universo, Julia Quinn me entregou o melhor enredo que eu poderia querer. Como Se Casar Com Um Marquês é um livro de leitura deliciosa, com diálogos inteligentes, uma heroína determinada e um herói que vai roubar seu coração na primeira página.

Eu realmente gostei da experiência de ter Julia Quinn escrevendo longe dos bailes e das temporadas sociais. Como Se Casar Com Um Marquês apresenta um ambiente mais pessoal, onde os personagens que nos são apresentados, estão imersos em problemas reais que, não envolvem vestidos de baile e encontrar o par perfeito. Além disso, Julia Quinn nos convida a conhecer uma de suas personagens mais marcantes: lady Danbury. Apesar de não ser a personagem principal deste romance, essa dama da sociedade certamente rouba todas as cenas e se mostra uma mulher muito a frente do seu tempo em diversas ocasiões. Ouso dizer que este livro não seria tão divertido sem ela. Leia mais

Cinema 04mar • 2018

In Your Eyes fala a conexão entre duas pessoas

Hoje eu senti vontade de falar sobre um filme que me fez ver o amor de uma forma completamente diferente. Eu sempre fui muito apaixonada pelos filmes da Zoe Kazan, pois eles sempre têm um enredo divertido e um “toque” romântico que segue bem o que eu gosto nos romances – se você ainda não assistiu Ruby Sparks, não sabe o que está perdendo, sério! – por isso, quando In Your Eyes apareceu para mim como sugestão lá em 2014, eu me joguei de cabeça no filme sem nem ao menos conhecer o enredo e…me apaixonei.

In Your Eyes conta a história do Dylan e da Rebecca, duas pessoas que não se conhecem e que moram e, lugares completamente opostos do país. De alguma forma, eles possuem uma conexão telepática que permite que um veja, escute e sinta coisas através dos olhos do outro. Dylan e Rebecca não sabem explicar exatamente porque isso acontece com eles, mas conforme exploram essa conexão os dois se tornam cada vez mais próximos, tornando a relação entre eles cada vez mais forte e especial. Leia mais

Top Comentarista 01mar • 2018

Top Comentarista – Março/2018

Quem tem Top Comentarista, tem tudo! Eu estou muito feliz com o resultado do Top Comentarista aqui no blog, de verdade. Vocês são os leitores mais lindos do mundo e, foi pensando nisso que eu resolvi fazer com que esse novo Top Comentarista fosse ainda mais especial. Ao invés de colocar na estante três livros novos, nós vamos estar presenteando vocês com CINCO leituras maravilhosas que, eu tenho certeza que muitos de vocês já estavam namorando há um certo tempinho. Gostaram?!

Para o pessoal que gosta muito de uma leitura fantástica, eu resolvi colocar A Melodia Feroz e Sonhos de Avalon na promoção deste mês, dois livros que vocês comentaram muito que gostariam de ler e que eu acho que seriam leituras maravilhosas para se colocar na estante. Para quem gosta de poesia, o autor Vanderley Sampaio cedeu um exemplar do seu livro Bolerus para sorteio aqui no Top Comentarista e, como eu nunca esqueço daqueles que amam um romance de época, nós temos o último lançamento de Julia Rainha – Mais Lindo Que a Lua, pela Editora Arqueiro. Leia mais

Resenhas 28fev • 2018

Mais Lindo Que a Lua, por Julia Quinn

Ler Mais Lindo Que a Lua foi uma morte horrível. Eu sei, nós estamos falando de um livro da Julia Quinn que eu estava louca para ler e que muitos de vocês acharam maravilhoso, mas honestamente? Eu estava na metade da leitura quando eu senti vontade de jogar o livro pela janela e, não dá para dizer que melhorou muito depois da página 130, não. Não tenho ideia do que Quinn estava planejando com esse livro, mas os personagens não estavam se encaixando, os diálogos eram descuidados e, meu deus, a fórmula um é mais lenta do que o enredo desse livro.

Eu sou do time “amor à primeira vista”, mas a primeira regra de um romance de época é que o “romance” do livro convença o leitor e faça com que a gente torça pelo casal principal desde o começo do livro e isso, definitivamente, não acontece na história de Victoria e Robert. O romance dos personagens principais é completamente descuidado e construído de forma abrupta. Julia Quinn nos joga em uma avalanche de sentimentos que não fazem sentido e, por mais que toda a tensão entre os personagens estivesse ali, eu não conseguia dizer que era amor. Talvez fosse qualquer coisa, menos amor.
Leia mais

1 2 3 4 5 47
O Usuário laoliphantblog não existe ou é uma conta privada.