Posts marcados na categoria gênero romance

04 nov, 2018

Como explicar porque mulheres gostam de ler romances

Se você é leitor de romances – e isso inclui qualquer subgênero – provavelmente, pelo menos uma vez, alguém já te perguntou “porque você lê esse tipo de livro?” ou, às vezes, “como é que você consegue ler esse tipo de livro?”, ou melhor, “você não prefere ler livros de verdade?”. Às vezes a pessoa te pergunta por curiosidade mesmo. Às vezes você é abordada por um estranho no metrô de Botafogo que, por algum motivo, se acha no direito de criticar sua escolha de leitura, mesmo que ele nunca tenha te visto na vida.

São 17h (talvez 16h se você não for afetado pelo horário de verão), você está voltando de um dia de trabalho cansativo e é obrigada a decidir se agredir aquela pessoa fisicamente vale a pena o risco de amassar o seu livro e ser presa por agressão. Dependendo de quem for, essa decisão pode ser ainda mais difícil.

É claro, você sempre pode tentar explicar para às pessoas que o mundo é um lugar frio e vazio e que às vezes tudo o que você precisa é se transportar para um universo onde as pessoas boas são recompensadas com vidas maravilhosas e começar a chorar de forma escandalosa (de verdade ou não, a escolha é de vocês) até a pessoa sair correndo para o outro lado do metrô. Continue lendo

09 ago, 2018

Romance é inútil e outras coisas que você precisa parar de dizer

Hoje nós vamos falar sobre o gênero romance. E se você já revirou os olhos e pensou que esse post não é para você, fique sabendo que é sim. Eu estava conversando com umas amigas outro dia e nós percebemos que sempre que indicamos algum livro, existe uma certa preocupação em sinalizar para a pessoa o romance do livro. Quem nunca, não é? “Ah, esse tem pouco romance.”, “Ah, eu acho que o romance desse livro não vai te incomodar.”, “Ah, esse livro quase não tem romance.”, como se isso fosse uma coisa muito ruim.

Bem, eu sou uma leitora de romance e sempre que alguém olha a minha estante, me pergunta: “Você lê muito romance, não é?” E o tom de voz dessa pessoa é sempre de desprezo ou diminuindo o meu gosto literário nas entrelinhas. Durante muito tempo, confesso que isso me incomodou. As pessoas se sentiam mais confortáveis quando eu dizia que o livro era sobre aventura, mistério, terror, mas quando a palavra romance aparecia, era como se a vontade de ler o livro se esvaísse na hora. Continue lendo