Posts marcados na categoria romance de época

23 set, 2018

Uma conversa com a autora Nahra Mestre

As Damas perfeitas de Nahra Mestre ganharam o meu coração de leitora de romance de época quando eu li A Marquesa pela primeira vez. As personagens de Nahra não são nada parecidas com qualquer protagonista de época que eu tenha conhecido até hoje e, foi justamente essa diferença que fez com que eu entrasse de cabeça na série Damas Perfeitas e me apaixonasse completamente pelo universo criado pela autora.

E como eu gosto muito de compartilhar as minhas paixões literárias com vocês, eu entrei em contato com a Nahra para que a gente pudesse conversar um pouco sobre o seu processo criativo e para que vocês pudessem conhecer mais sobre a mulher que criou esse romance de época incrível, que tem tudo para ganhar os leitores do gênero. Continue lendo

13 jul, 2018

3 motivos para você ler a duologia Agentes da Coroa

Loucos por romances de época, estou de volta e muito bem acompanhada de Julia Quinn! Eu acho que todo mundo que já leu pelo menos um romance de época na vida e gostou, precisa colocar Julia Quinn na estante. Eu mesma fui apresentada ao gênero por essa autora maravilhosa e, me bastou O Duque e Eu para me fazer passar o final de semana inteiro na companhia de Os Bridgertons, ansiando mês a mês pelo próximo livro da série. Não sei o que ela coloca nesses livros, mas é viciante!

Depois que Os Bridgertons foi concluído, a Arqueiro nos presenteou com algumas outras séries e duologias da autora. Graças a Deus, Julia é uma autora que está sempre lançando novos livros, então eu sei que não vamos ficar sem novidade dela por um bom tempo. E, uma dessas novidades acabou sendo a duologia Agentes da Coroa que, acabou se tornando meus livros favoritos da autora até então. Além de diálogos divertidos e situações inusitadas, Julia Quinn nos mostra seus personagens por um ângulo completamente novo que me conquistou desde a primeira página. Continue lendo

18 jun, 2018

Até onde o contexto histórico é relevante em um romance?

Julia Quinn foi a minha primeira autora de romance de época. Comprei o livro dela na Bienal e devorei os três primeiros volumes de Os Bridgertons em um final de semana. Foi uma das melhores leituras da minha vida porque, além de ter uma escrita muito gostosa, os personagens de Quinn são sempre bem-humorados e deixam a gente com aquela sensação boa de terminar uma leitura que realmente valeu a pena em cada capítulo. Depois de Quinn, eu resolvi me arriscar em outras autoras de romance de época, mas infelizmente nem todas me deram a mesma boa experiência.

Quem acompanha o blog sabe que, recentemente, eu andei lendo a trilogia Irmãos McCabe da Maya Banks e não poupei esforços para repudiar o conteúdo de ambos os livros da série. Para quem não está familiarizado com a minha opinião sobre essas leituras, eu achei que Maya Banks perdeu um pouco a “mão” na construção dos seus personagens, criando heroínas submissas e relacionamentos carregados de abusos psicológicos e violência sexual. E, por ver que muitas pessoas acreditam que eu esteja exagerando um pouco nessa conclusão, eu resolvi ir um pouco a fundo nessa questão.

*Este post pode conter spoilers dos três livros que compõe a trilogia Irmãos McCabe. Continue lendo

18 dez, 2017

3 motivos para você ler os livros da Tessa Dare

Romance de época é um gênero do qual eu realmente não me canso de falar. Desde que eu li O Duque e Eu já se passaram quatro longos anos e o meu número de romances só aumentou. Eu fui de Julia Quinn a Mary Balogh sem medo. Me apaixonei por personagens, arrisquei ler autoras que ainda não foram publicadas no Brasil e explorei o gênero de todas as formas que eu podia. Inclusive, estou trabalhando no meu primeiro original de romance de época. Mas não estamos aqui para falar dele, viu?

Como toda boa leitora de romance de época, ao longo das minhas leituras, eu fui colecionando algumas autoras cujo os personagens se encaixavam mais com o meu gosto literário. Foi assim que surgiu a minha paixão por Sarah MacLean, Julia Quinn e Lorraine Heath, autora que me conquistaram com suas heroínas, romances e heróis de tirar o fôlego. Mas tem uma outra autora que, por sinal, também é muito maravilhosa, que roubou meu coração com suas histórias nas highlands e fez com que eu me apaixonasse ainda mais pela Escócia: Tessa Dare.

A primeira série da Tessa publicada no Brasil foi a Spindle Cove, publicada pela editora Gutenberg, seguida pela série Castles Ever After – a minha série favorita dela. Apesar de as capas não serem as mais atrativas, eu posso garantir que a escrita da autora vale a pena cada segundo que você vai passar com esses personagens. Suas heroínas são determinadas, independentes e conseguem tirar qualquer duque ou marquês do sério num piscar de olhos. E se você ainda não está convencido a ler os livros da Tessa Dare, eis aqui uma lista de motivos para você fazê-lo:

Continue lendo