Lançamentos 13fev • 2018

A continuação da história da Ada finalmente chegou!

A Guerra que Salvou a Minha Vida ganhou um lugar especial no coração dos leitores brasileiros. A história da pequena Ada — que, com seu irmão caçula, deixou para trás sua casa em Londres para escapar dos bombardeios da Segunda Guerra Mundial — arrancou lágrimas, sorrisos e suspiros na mesma medida.

Com o coração repleto de esperança e afeto, a DarkSide® Books orgulhosamente apresenta A Guerra que me Ensinou a Viver, a emocionante continuação do livro de Kimberly Brubaker Bradley.
Após uma infância de maus-tratos, Ada finalmente recebe o cuidado que merece ao ter seu pé operado. Enquanto tenta se ajustar à sua nova realidade e superar os traumas do passado, ela se muda com Jamie, lady Thorton e Susan — agora sua guardiã legal — para um chalé em busca de um recomeço.

Com a guerra se intensificando lá fora, as adversidades batem à porta: o racionamento de alimentos é uma preocupante realidade, e os sacrifícios que todos devem fazer em nome do confronto partem corações e deixam cicatrizes. Outra questão é a chegada de Ruth, uma garota judia e alemã, que gera uma comoção no chalé. Seria ela uma espiã disfarçada? Ou uma aliada em meio à calamidade?

Mais uma vez, Kimberly Brubaker Bradley conquista com sua narrativa carregada de sensibilidade. Seu registro historicamente preciso revela o conflito armado pela perspectiva de uma criança, além de lançar luz sobre a atual crise de refugiados, a maior desde a guerra de Hitler, que já obrigou milhões de pessoas a deixarem seus lares em busca de paz.

Discutindo assuntos delicados com ternura, a autora guia o leitor por uma jornada que mostra a beleza dos pequenos gestos. E, ao revelar as camadas de seus personagens, apresenta uma história sobre amadurecimento e aceitação — principalmente para Ada, que precisa aprender a acreditar. Acreditar em sua família e em si mesma. Na resiliência que vem da dor. Na superação que vem do medo. Na empatia, que reacende a humanidade. E no amor, é claro. Em sua forma mais pura e sincera.

A Guerra que Salvou a Minha Vida foi vencedor de diversos prêmios e adotado em escolas nos Estados Unidos. Agora, A Guerra que me Ensinou a Viver chega em uma edição capa dura e cheia de amor, como deve ser. A linha DarkLove ganhou mais um título que deixa marcado na memória que algumas heroínas salvam leitores pelo coração. Corajosa, justa e inteligente, Ada é realmente invencível.

Kimberly Brubaker Bradley vive com o marido e os filhos em uma fazenda no sopé das Montanhas Apalaches, entre pôneis, cães, gatos, ovelhas, cabras, e muitas, muitas árvores. É autora de vários livros, entre eles Leap of Faith e Jefferson’s Sons. A Guerra que Salvou a Minha Vida ganhou o Newbery Honor Book, o Schneider Family Book Award e o Josette Frank Award, além de ter sido eleito entre os melhores livros de 2015 pelo Wall Street Journal, a revista Publishers Weekly, a New York Public Library e a Chicago Public Library, entre outros. Saiba mais em kimberlybrubakerbradley.com.

Débora Costa ver todos os artigos
Escritora melancólica nas horas vagas, publicitária hiperativa no dia a dia. Viciada em Oasis, uma eterna apaixonada por Beatles. Leitora compulsiva de livros de steampunk. Futura autora de um livro sobre viagem no tempo.

Posts relacionados

Comente com o Facebook

Comente pelo WordPress

13 Comentários

  • Ana I. J. Mercury
    28 fev 2018

    Ai Débora, quero muitoooooo!
    Não li o primeiro livro, mas gostei das resenhas e a capa é linda demais!
    Fiquei feliz de ter o segundo, vamos ver se agora consigo aproveitar e comprar logo os dois!
    bjss

  • Catarine Heiter Moraes Boness
    22 fev 2018

    A Guerra que Salvou a minha vida está no topo da minha lista de leituras planejadas!! Logo logo chego neste aqui também. Expectativas a mil!

  • Janaina Silva
    18 fev 2018

    Ainda não tive a oportunidade de ler o primeiro livro dessa história. Mas já li ótimos comentários sobre o enredo.
    Bem,parece ser um livro emocionante. Já que a trama se passa em tempos difíceis.
    E se a autora explora detalhadamente esse período, a leitura se torna ainda mais real.
    Ah,sem contar a capa dos dois livros que estão lindas!

  • Daiane Araújo
    18 fev 2018

    Oi, Débora.

    Os livros são fortes, não só por ter como base o cenário da Segunda Guerra Mundial, mas por podermos ver tudo sob a perspectiva de uma criança!

    Espero, em breve, pode ler essa série!

  • Olá! Acreditas que ainda não li o primeiro! Socorro! Mas, eu pedi ele de aniversário e sei que vou ganhar uhu! Essa capa é linda e novamente a história me parece ser mais do que maravilhosa! Preciso de ambos na estante, louca para conhecer as duas histórias, beijos!

  • Bianca Melo
    15 fev 2018

    A Guerra que Salvou a Minha Vida entrou na minha wishlist antes mesmo de ser lançado aqui no Brasil. Ou seja, faz tempo que estou doida pra ler e agora que lançou o segundo é que pretendo adiantar logo essa meta! Sinto que essa será uma história daquelas…

  • Ainda não li o primeiro livro da série, mas títulos que fazem referência à Guerra sempre me chamam atenção, apesar de serem leituras mais difíceis que o normal, por seu teor emocional pesado. A Darkside sempre arrasa nas edições, e com essa não foi diferente: o livro está impecável! Espero conseguir logo meus exemplares e desvendar a história de Ada.

  • Lynn Prado
    15 fev 2018

    Ainda não li o primeiro volume, mas li algumas resenhas e estou bem ansiosa para ler.
    Parece ser uma história muito emocionante, gosto muito de histórias com essa temática.
    Bjs

  • Sarah Augusto
    14 fev 2018

    Eu me apaixonei pelo primeiro livro e por todo cuidado com a elaboração dele! Sério, fiquei apaixonada. Quando eu comprei, foi sem querer, mas foi umas minhas melhores escolhas de 2017. Não imaginava que teria uma continuação e agora estou muito ansiosa. Sabe, como se a Ada fosse uma irmã pequena que você quer cuidar e se afeiçoar ainda mais? Isso que sinto!

  • Vitória Pantielly
    14 fev 2018

    Oi Débora!
    Apesar de ainda não ter conseguido ler o primeiro livro, eu me emocionei bastante com as resenhas que li; acompanhar uma história sofrida em meio a guerra na visão de uma criança é algo bem original e acredito que esse é um dos pontos que fizeram o livro fazer tanto sucesso.
    Estou doida para conhecer a história de Ada.
    Beijos

  • Alison de Jesus
    13 fev 2018

    Olá, pela resenha já percebi que lágrimas vão cair tão certamente como no primeiro volume. A delicadeza dessa história é extremamente comovente e fica fácil entender porque a mesma é tão comum nas escolas norte-americanas. Beijos.

  • Michelli Prado
    13 fev 2018

    Estou super curiosa para poder conferir esta historia, sempre leio excelentes resenhas sobre o primeiro livro, só ainda não tive a oportunidade de adquiri-lo. Gosto bastante de livros com esta temática

  • Ludyanne Carvalho
    13 fev 2018

    Assim que a editora anunciou o lançamento de A guerra que me ensinou a viver, eu inclui na minha lista de desejados.
    Não imaginava que teria uma continuação, e fiquei muito feliz em saber que tem.
    Ada é uma personagem única, será maravilhoso conhecer mais um pouco sobre a vida dela.
    Amei!

    Beijos

  • O Usuário laoliphantblog não existe ou é uma conta privada.