Lançamentos 11maio • 2019

Robert Galbraith e o mistério por trás do criador de Cormoran Strike

O Chamado do Cuco chegou no Brasil com um nome e sobrenome já muito conhecido pelos leitores brasileiros, mas o que muita gente não sabe é que, quando o livro foi lançado lá fora, o nome de Robert Galbraith era totalmente desconhecido e pertencia a um ex-policial militar que agora atuava como segurança particular.

O livro foi bastante elogiado pela crítica, mas vendeu apenas 1.500 cópias na sua primeira semana. Apesar de ter sido descrito como uma “estreia estelar” pela Publisher’s Weekly, Galbraith ainda tinha muitas barreiras para serem quebradas, ainda assim, o futuro do novo autor ainda era bastante promissor.

O que ninguém esperava era que, algumas semanas depois, o The Sunday Times fosse receber uma informação anônima via Twitter de que Galbraith, na verdade, era um pseudônimo para ninguém menos de J.K. Rowling, a autora de Harry Potter. Assim que o jornal conseguiu confirmar as semelhanças na escrita de Rowling e Galbraith, a notícia se espalhou tão rápido que a editora precisou imprimir uma tiragem extra de 300 mil cópias do livro.

Por quanto tempo a autora de Harry Potter pretendia manter o seu pseudônimo um segredo, nós nunca vamos realmente saber. Existem algumas especulações de que talvez ela tenha usado o pseudônimo por causa das mistas reações a respeito de Morte Súbita, mas em algumas entrevistas, Rowling explicou suas motivações: “Há uma pressão fenomenal relacionada a ser a autora de Harry Potter e o aspecto de publicar livros dos quais eu não sinto mais falta. (…) Então você provavelmente consegue entender a necessidade de “fugir” e criar algo muito diferente e simplesmente deixá-lo vender por seus próprios méritos.”, explicou.

J.K. Rowling ou não, os livros de Robert Galbraith acabam falando por si só. O primeiro livro da série, O Chamado do Cuco, nos apresenta pela primeira vez o detetive particular, Cormoran Strike, um homem com um passado sofrido, uma vida amorosa completamente arruinada e problemas financeiros extremamente preocupantes. Quando o mesmo é contrato do John Bristow para investigar o suicídio da jovem Lula Landry, o qual ele acredita que tenha sido, na verdade, um assassinato, Strike começa a mergulhar no mundo sombrio e complexo da jovem modelo, se aproximando cada vez mais do perigo.

Cormoran Strike conquistou leitores por todo o mundo e O Chamado do Cuco se tornou uma série policial eletrizante, chegando atualmente no seu quarto livro, Branco Letal, onde Strike se encontra com mais um caso extremamente perigoso em suas mãos quando Billy, um jovem extremamente problemático, o procura para ajuda-lo a desvendar um crime que ele pensa ter testemunhado quando criança.

Além do sucesso entre os leitores de thriller policial, Galbraith viveu para ter o seu romance adaptado pela BBC sob o título de C.B Strike, com a sua primeira temporada estreando 2017 com Tom Burke (The Musketeers) e Holliday Grainger (Cinderela) como protagonistas. Infelizmente, eu ainda não consegui achar essa série em lugar nenhum para assistir – estou aceitando ajuda, viu?

Eu preciso confessar para vocês que romances policiais e thrillers nunca marcaram muita presença na minha estante, mas desde que eu comecei a minha experiencia de leitura com Harry Potter, eu tenho estado muito mais aberta a sair da minha zona de conforto e me arriscar em novos gêneros que, normalmente, eu deixaria passar. Sendo assim, se você está curioso para saber se vale a pena ler todos os livros dessa série, eu acho que vou poder te ajudar nisso.

Em parceria com a editora Rocco, eu vou ler todos os livros dessa série e deixar vocês por dentro de tudo o que acontece nesse novo universo sombrio que a Rowling criou. E posso ser honesta? Se o livro for tão bom quanto o trailer da série é, eu acho que eu vou gostar muito mais desse livro do que de Harry Potter, viu?

Débora Costa ver todos os artigos
Escritora melancólica nas horas vagas, publicitária hiperativa no dia a dia. Viciada em Oasis, uma eterna apaixonada por Beatles. Leitora compulsiva de livros de steampunk. Futura autora de um livro sobre viagem no tempo.

Posts relacionados

Comente com o Facebook

Comente pelo WordPress

11 Comentários

  • […] em relação a isso. Eu sou uma leitora facilmente impressionável com certos acontecimentos, mas Galbraith tem uma escrita muito firme, o que ajudou muito na hora de encarar as partes pesadas do […]

  • […] sei o que realmente esperar delas. Segundo, O Chamado do Cuco havia deixado bastante espaço para que o autor seguisse por qualquer caminho o que, em alguns casos pode ser um problema. Para a minha sorte, Robert Galbraith tinha toda a sua […]

  • […] um novo gênero abriu a minha mente para enredos maravilhosos que eu posso estar deixando passar, como eu deixei O Chamado do Cuco passar várias vezes e hoje ele é um livro […]

  • Kleyse Oliveira
    16 maio 2019

    Débora do céu! !!
    Já quero esses livros nas minhas mãos e estante.
    Comeceia a gostar desse tipo de gênero após ler A Mulher na Janela ano passado.
    Adoreeei. Quero demais.

  • Rayssa Bonai
    15 maio 2019

    Se depois de ler sua resenha sobre O Chamado do Cuco eu já fiquei doida para ler o livro, agora tenho certeza de que preciso urgentemente colocar esse livro como prioridade na minha lista de leituras!
    Fico super animada por O Chamado do Cuco fazer parte de uma série, é ótimo quando gostamos muito de um livro saber que ele tem continuações, em que poderemos vivenciar novas experiências através dos personagens aos quais já estamos familiarizados.
    Saber que é J.K. Rowling a autora dessa série realmente, me anima muito, já que admiro muito ela e adoro sua escrita, apesar só conhece-la através de Harry Potter.
    Adoro quando livros ganham uma adaptação seja em forma de filme ou série. E saber que esses livros contam com uma série, acirrou ainda mais minha curiosidade sobre esse novo universo que Rowling criou.
    Beijos!

  • Rayane B. de Sá
    15 maio 2019

    Acho incrível que a J.K Rowling tenha se aventurado num universo completamente diferente de Harry Potter.
    Ainda não li o Chamado do Cuco, mas depois de ler sua resenha sobre ele, já o acrescentei na minha lista de leituras.
    Não sabia que a J.K Rowling tinha mais livros sobre o detetive Strike, mas fiquei muito animada em saber que tem, depois de ler que tem continuação em sua resenha.
    Vou procurar saber mais sobre os livros lançados por esse pseudônimo da J.K.
    Tô com vontade de me aventurar nos thrillers por causa de O Chamado do Cuco ❤

  • […] criado por Robert Galbraith. Minha primeira experiencia com um thriller policial acabou vindo de uma leitura que já passou muito tempo na minha estante e, de um autor que eu nunca imaginei que eu realmente fosse ler. Mas o mundo leitor tem dessas […]

  • Elizete Silva
    14 maio 2019

    Olá! Com certeza esse é um gênero que eu tenho que dar mais oportunidade nas minhas futuras leituras, acho todo esse mistério e ação envolvidos, são ingredientes ótimos para termos uma história intensa e eletrizante. Durou pouco tempo esse mistério sobre a verdadeira identidade do autor, mas acredito que J.K. Rowling realmente queria não sofrer com a pressão e comparações com a sua escrita em HP, e pelo visto ela leva muito jeito (também) escrevendo gênero policial.

  • Angela Cunha
    13 maio 2019

    Esta semana muita coisa que li estava envolvendo este trabalho(estes trabalhos) desta autora que tem milhares de fãs pelo mundo.
    Antes eu meio que torcia o nariz para isso de pseudônimo, hoje? Eu adoro!rs Além de mostrar que fã que é fã acha o ídolo ali, traz também os vários caminhos que um autor pode percorrer e acho isso fabuloso.
    Com certeza, aguardarei ansiosa este desvendar e oh, vou caçar a série!rs
    Beijo

  • Tereza Cristina Machado
    12 maio 2019

    Não tem pseudônimo certo, o povo hoje em dia é fogo e descobre tudo, querendo se livrar de Potter mas não tem como escapar da comparação. Como não conheço nem um e nem outro fica de informação que a autora se aventurou em outros rumos.

  • Luana Martins
    11 maio 2019

    Oi, Débora
    Atualmente é tão comum os autores escrever com outros pseudônimos para os leitores não ficar comparando o sucesso, a escrita, o gênero.
    Ao contrário de você amo os thrillers e tenho me arriscado a ler romances de época.
    Pelo que vi no trailer tenho certeza que a autora mandou bem nessa série. Não vejo a hora de você ler os livros e trazer as resenhas.
    Beijos

  • Siga o @laoliphantblogInstagram