Lançamentos 17nov • 2018

A sombria queda de Elizabeth Frankenstein é uma homenagem irresistível ao clássico de Mary Shelley

Visceral, sinistro e irresistivelmente empolgante, segundo Victoria Schwab. Uma tapeçaria de horror primorosa, segundo Stephanie Garber. A sombria queda de Elizabeth Frankenstein é o mais novo livro de Kiersten White e qualquer leitor que já tenha se apaixonado por pelo menos um livro dessa autora deve estar ansioso para colocar essa leitura na estante, não é mesmo?

Publicado no Brasil pela Plataforma21, A sombria queda de Elizabeth Frankenstein é um reconto do clássico livro de Mary Shelley e, diga-se de passagem, uma bela homenagem aos leitores desse conto de terror que conquistou leitores ao longo do mundo. Com a escrita única de White, uma edição de tirar o fôlego criada pela Plataforma e uma protagonista original e surpreendente, essa leitura promete ser tão perturbadora quanto o enredo que a inspirou.

Leia a sinopse do livro:

Elizabeth Lavenza não tem uma refeição decente há semanas. Seus braços finos estão cobertos de hematomas causados por sua “guardiã”. Na iminência de ser jogada nas ruas, a jovem é levada para a casa de Victor Frankenstein, um garoto introspectivo e solitário que tem tudo – menos um amigo.

Victor é a chance de Elizabeth para escapar da miséria. Então, ela faz de tudo para se tornar indispensável… e consegue seu intento. Elizabeth então é vendida por sua guardiã aos Frankenstein e torna-se propriedade da família. Agora, ela pode dormir em uma cama quente, se fartar com comidas deliciosas e usar os vestidos da mais fina seda. Logo, Victor e ela tornam-se inseparáveis.

Mas a nova vida de Elizabeth tem um preço. Conforme os anos passam, sua sobrevivência depende de sua capacidade de controlar o temperamento perigoso de Victor e de ser indulgente com os caprichos do rapaz, não importa quão moralmente questionáveis ou perversos possam ser.

De sorriso meigo e mente sofisticada, Elizabeth está determinada a se manter viva custe o que custar… até mesmo quando o mundo tal qual ela conhece, progressivamente, é consumido pela total escuridão.

Conheça a autora:

Kiesten White é autora premiada, best-seller do New York Times – dentre seus sucessos está a Saga da Conquistadora, também publicada pela Plataforma21. A autora acredita que os livros são apenas palavras mortas em uma página até ganharem vida no cérebro daqueles que as leem. Por isso, seus leitores seriam um pouco como “doutores Frankenstein” – neste caso, os livros são os monstros. A autora vive com a família em San Diego, no sul da Califórnia (EUA). A proximidade de seu lar ao Oceano Pacífico a impulsiona a sonhar com lugares distantes. E com tempos ainda mais longínquos.

Alguém aqui já chegou a ler o clássico da Mary Shelley? É um livro que eu confesso que eu não tenho, mas gostaria muito de ler um dia. Quem sabe não rola uma comparação entre os dois livros um dia? Não esqueçam de me contar nos comentários o que vocês acharam desse lançamento da Plataforma21, ok? Tudo o que eu posso garantir é que a edição é maravilhosa e vocês podem conferir as fotos no Instagram do blog!

Débora Costa ver todos os artigos
Escritora melancólica nas horas vagas, publicitária hiperativa no dia a dia. Viciada em Oasis, uma eterna apaixonada por Beatles. Leitora compulsiva de livros de steampunk. Futura autora de um livro sobre viagem no tempo.

Posts relacionados

Comente com o Facebook

Comente pelo WordPress

10 Comentários

  • Luana Martins
    29 nov 2018

    Oi, Débora
    Não li Frankenstein, mas adorei a capa do livro. Tenho certeza que a Plataforma 21 caprichou nesta edição.
    Gostei da sinopse e o livro já vai para lista de desejos.
    Beijos

  • Alice Pereira
    29 nov 2018

    Preciso confessar que, apesar de bastante simples, a capa desse livro ganhou meu coração rs A editora fez um ótimo trabalho.
    Infelizmente, não conheço a autora, mas o conto cujo o qual lhe serviu de base é um dos meus favoritos. Já está listado para ser lido. Vi comentários positivos sobre ele e estou empolgada!

  • Patrini Viero
    28 nov 2018

    Eu nunca achei que alguém conseguiria construir um enredo tão sinistro quanto foi Frankenstein pra mim, mas preciso admitir que essa sinopse me deu arrepios. Adorei a capa desenvolvida pela editora e tô muito ansiosa pra ler o livro logo, preciso saber como a história de Elizabeth vai se desenvolver.

  • sarah castro
    26 nov 2018

    Eu quero MUITO MUITO ler esse livro, vi resenhas muito positivas. E ele estava tão baratinho na amazon o e-book só que eu tenho tantos livros físicos e em e-book para ler que eu me recusei a comprar algo nessa black friday, porém aguardando ansiosa quando poderei tirar minhas conclusões. *tirando que a edição física ta super diferente e maravilhosa*

  • Maira Schein
    20 nov 2018

    Nunca li Frankenstein, mas tenho muita curiosidade. Também fiquei muito interessada nesse livro, primeiro pela capa maravilhosa, mas também por essa história que parece ser muito instigante.

  • Pamela Liu
    18 nov 2018

    Oi Débora.
    Também não li o clássico, apenas vi as adaptações cinematográficas.
    Fiquei com muita vontade de ler esse lançamento da Plataforma21. Parece que a autora criou uma trama baseada no clássico, mas com algumas mudanças interessante.
    Elizabeth provavelmente vai pagar um preço bem alto nas mãos para manter a vida desejada, ao mesmo tempo em que tenta conter os impulsos de Victor.
    Achei a edição lindíssima!
    Beijos

  • Aline M. Oliveira
    18 nov 2018

    Olá! Eu adorei a premissa da história! E embora seja uma releitura, ou claramente inspirada na obra de Mary, eu achei muito original a maneira que ela dispôs os personagens e como criou essa relação meio que interdependente entre os dois. Eu estou realmente curiosa pra ver como as coisas vão evoluir para os dois! Achei a capa muito linda também!

    Bjoxx

  • Angela Cunha
    18 nov 2018

    Uau!!!Sou fascinada por enredos assim e sim, já li a obra de Mary há muito tempo(aliás, deu até vontade reler depois de ver uma resenha assim!)
    Frank é um dos grandes clássicos e acredito que podem passar mil anos,fazerem mil filmes, livros e ainda terá o que ser contado!!!
    Com certeza,vai para a lista de desejados!!!
    Beijo

  • Vitória Pantielly
    17 nov 2018

    Oi Débora,
    Eu não tive oportunidade de ler Frankenstein, mas gostaria muito, acredito ser uma obra muito inteligente.
    Menina, que sinopse é essa, como não gostar? Elizabeth me pareceu uma personagem fortíssima!!! Já quero ler, e espero que traga resenha dele.
    Melhor ainda quando a edição aumenta nossa paixão, rs.
    Beijos

  • Kleyse Oliveira
    17 nov 2018

    Mulheeeer do céu, que sinopse é essa. Não faz meu gênero literário mais fiquei tão curiosa para saber o desfecho que já vou colocar na minha wishlist para eu comprar mês que vem ou ano que vem mesmo assim que eu me estabilizar financeiramente.

  • Siga o @laoliphantblogInstagram