Lista 04dez • 2018

5 livros que vocês precisam ler antes do ano terminar

O ano está chegando ao fim, meus caros leitores, e embora eu tenha tido muitas leituras maravilhosas durante o ano de 2018 – amém por isso – eu tenho alguns livros para vocês que já foram mais do que citados aqui, mas que eu ainda tenho esperança de convencer pelo menos um de vocês a colocar algum deles na estante. Sabe aquele ditado que diz que a esperança é a última que morre? Bem-vindos.

Vocês precisam saber que os livros escolhidos para essa lista foram baseados em dois critérios: a minha experiência de leitura com cada um deles e o fato de não serem livros muito divulgados por aí. Lembra quando eu falei no SOSELIT que tem livros que as editoras não dão muita atenção? Bem, essa lista vai trazer para vocês algumas leituras que não são prioridades nas divulgações, mas que com certeza merecem a atenção de vocês tá?

Confira os livros que eu preciso que vocês tenham na estante:

Eleanor Oliphant está muito bem, por Gail Honeyman

Eu sei que eu já indiquei esse livro em outras listas para vocês, mas se estamos falando de final de ano, eu acho que vocês vão gostar de terminar 2018 com essa reflexão. A escrita de Honeyman é uma das mais maravilhosas que eu já vi em todo o meu tempo com esse blog e a maneira como a história de Eleanor é contada te emociona do começo ao fim. É uma leitura que vale a pena cada segundo que você passar nela e eu tenho certeza de que vocês não vão se arrepender!

Livro de estreia da escocesa Gail Honeyman, Eleanor Oliphant está muito bem foi revelado através de um concurso literário e, desde então, vem conquistando excelentes críticas e uma bela carreira internacional. Aos 30 anos, Eleanor Oliphant trabalha na área administrativa de uma empresa de design e leva uma vida solitária, mas feliz. Apesar de ser alvo de bullying no ambiente de trabalho por sua aparência e hábitos peculiares, ela não sente falta de nada e parece perfeitamente à vontade com sua falta de habilidades sociais.

Mas tudo muda quando ela conhece Raymond, novo funcionário da área de TI da empresa, e os dois, por acaso, salvam a vida de um senhor que desmaia no meio da rua. Com sensibilidade e muito bom humor, a autora conta a história de uma amizade que muda para sempre a vida de três pessoas muito diferentes, que descobrem que a melhor maneira de sobreviver é abrindo o coração.

Perigo para um Inglês, por Sarah MacLean

Eu não tenho como colocar em palavras o quanto eu amo esse livro e, por isso, ele merece o seu lugar especial nessa lista. Além de ser um dos melhores romances de época que eu já li, a jornada da nossa protagonista mostra o romance de um ponto de vista completamente novo e que eu acho que nós estávamos precisando muito dentro desse gênero. Se você gosta de ler romances de época, eu te garanto que essa leitura não vai te decepcionar.

Malcolm Bevingstoke, o Duque de Haven, viveu os últimos três anos na solidão auto-imposta, pagando o preço por um erro, e perdendo, para sempre, um amor. Mas Haven precisa de um herdeiro, o que significa que ele deve encontrar uma esposa até o final do verão. Há apenas um problema – ele já tem uma…

Depois de anos no exílio, Seraphina, a Duquesa de Haven, retorna a Londres com um único objetivo – encontrar a felicidade, livrando-se do homem que partiu seu coração. Mas o marido lhe oferece um acordo: ela poderá ter sua liberdade, assim que encontrar uma substituta. Isso significa que terá que passar o verão com o marido que ela não quer, mas que, de alguma forma, não consegue resistir.

O Duque tem apenas um verão para estar com a esposa e convencê-la de que, apesar do passado, ele poderá tornar o felizes para sempre, uma realidade todos os dias…

Sem Coração, por Marissa Meyer

Vocês não acharam que eu iria fazer uma lista de final de ano e não colocar o amor da minha vida, não é mesmo? Sem Coração foi uma leitura que me surpreendeu muito, principalmente pela forma como a escrita de Meyer me prendeu do começo ao fim do livro. São poucas as leituras que conseguiram me deixar com o coração apertado e Meyer fez isso de uma maneira tão inteligente e intensa que sempre que eu olho para esse livro na estante, meu coração palpita – sério!

Catherine era uma das garotas mais desejadas do País das Maravilhas e a favorita do ainda solteiro Rei de Copas, mas seus interesses eram outros. Por seu talento na cozinha, ela só queria abrir uma confeitaria em sociedade com sua melhor amiga e oferecer ao Reino de Copas os mais deliciosos doces e bolos.

Porém, de acordo com sua mãe, era uma ideia inaceitável para a jovem que poderia ser a próxima rainha. Em um baile real em que o rei pretende pedi-la em casamento, Cath conhece Jest, o belo e misterioso bobo da corte. Pela primeira vez, sente a força da pura atração. Mesmo correndo risco de ofender o rei e contrariar os pais, ela e Jest iniciam um relacionamento intenso e secreto.

Cath está determinada a escolher o próprio destino e se apaixonar nos seus próprios termos. Mas em uma terra repleta de magia, loucura e monstros, o destino tem outros planos…

A aclamada autora das Crônicas Lunares oferece uma visão do País das Maravilhas diferente de qualquer outra já vista e conta a história de uma garota que viria a ser um dia a famosa Rainha de Copas.

Correndo Descalça, por Amy Harmon

Os livros de Harmon sempre me tocam de uma forma muito especial, mas Correndo Descalça teve um “a mais” que talvez eu nunca saiba explicar para vocês. Eu acho que o fato da autora conseguir escrever um romance verdadeiro, respeitando as limitações dos seus personagens e sempre priorizando o que eles acreditam, fez com que eu me emocionasse demais com essa história e guardasse com muito carinho essa experiência de leitura. É um livro que te deixa com o coração apertado do começo ao fim.

Quando Josie Jensen, uma desajeitada menina prodígio da música, conhece Samuel Yates, um garoto confuso e revoltado descendente dos índios Navajos, uma amizade improvável floresce. Apesar de ser cinco anos mais nova, Josie ensina a Samuel sobre palavras, música, sonhos, e, com o tempo, eles formam um forte vínculo de amizade.

Após se formar no colégio, Samuel abandona a cidadezinha onde vivem em busca de um futuro, deixando sua jovem amiga com o coração partido. Muitos anos depois, quando Samuel retorna, percebe que Josie necessita exatamente das coisas que ela lhe oferecera na adolescência. É a vez de Samuel ensinar a Josie sobre a vida e o amor e guiá-la para que ela encontre seu rumo, sua felicidade.

Profundamente romântico, Correndo Descalça é a história de uma garota do interior e um garoto indígena, sobre os laços que os ligam a suas casas e famílias e sobre o amor que lhes dá asas para voar.

A Herdeira da Morte, por Melinda Salisbury

Se eu for fazer uma lista de livros que me surpreenderam em 2018, com certeza A Herdeira da Morte vai estar entre os meus favoritos. Confesso que eu não achei que eu fosse gostar dessa leitura, mas a forma como a autora constrói o seu universo e trabalha as reviravoltas ao longo do enredo é de deixar qualquer leitor com o queixo no chão. Eu me apaixonei à primeira vista por esses personagens e eu tenho certeza que vocês também vão.

Twylla tem 17 anos, vive num castelo e, embora seja noiva do príncipe, não é exatamente um membro da corte. Ela é o carrasco. Primeiro de uma surpreendente série de fantasia, Herdeira da Morte conta a história de uma garota capaz de matar instantaneamente qualquer pessoa que ela toca. Até mesmo seu noivo, cujo sangue real supostamente o torna imune ao toque fatal de Twylla, evita sua companhia.

Porém, quando um novo guarda chega ao castelo, ele enxerga a garota por trás da Deusa mortal que ela encarna, e um amor proibido nasce entre os dois. Mas a rainha tem um plano para acabar com seus inimigos, e eles incluem os dons de Twylla. Será que a jovem se manterá fiel a seu reino ou abandonará tudo em nome de um amor condenado?

Eu quero um comprometimento de vocês de que pelo menos um desses livros maravilhosos vai chegar na sua estante antes do ano terminar. São leituras que realmente fizeram o meu 2018 valer a pena e, se você ainda não encontrou uma leitura favorita este ano, eu te garanto que um desses livros vai ser essa leitura. Depois me conta aqui nos comentários, tá?

Débora Costa ver todos os artigos
Escritora melancólica nas horas vagas, publicitária hiperativa no dia a dia. Viciada em Oasis, uma eterna apaixonada por Beatles. Leitora compulsiva de livros de steampunk. Futura autora de um livro sobre viagem no tempo.

Posts relacionados

Comente com o Facebook

Comente pelo WordPress

7 Comentários

  • […] essa lista, me ocorreu que nós temos livros bastante limitados sobre os dragões no mercado. E eu não estou falando sobre os livros de RPG e nem sobre Eragon, pelo amor de Deus, mas vocês também não sentem falta daquela boa e velha aventura, mais ou […]

  • Aline Bechi
    06 dez 2018

    Olá, tudo bom?
    Adorei! Será que vou ter que refazer minha TBR? HAHAHA Os livros da Sarah MacLean estão na minha lista, mas quero ler a séries na ordem bem certa! O Sem Coração também é um livro que estou louca para ler, quero muito conhecer a escrita da autora e será uma das minhas próximas leituras.
    O La Oliphant eu quero ler por conta do Blog e Herdeira da Morte também está na minha listinha (mas não posso nem pensa em começar outra série no momento)
    O único que não tinha interesse era o da Amy Harmon, mas confio nas suas indicações e nos seus critérios haha

    Beijos

  • Alice Pereira
    05 dez 2018

    Uma lista diversa, não?
    Eu amo isto! Sempre há aquele livro que muda algo no leitor e, no entanto, ironicamente, é o mais injustiçado no mundo afora. Infelizmente minha cota de adquirir livros novos expirou e só voltará ano que vem, porém farei o possível para ler.
    Dentro de sua listinha estão dois livros em particular que estou EMPOLGADISSÍMA para ler, estes são “Sem Coração”, desde o lançamento, e “Eleanor Oliphant está muito bem” por vocês, visto que ele é um pedaço importante do blog e isso diz muito sobre ele).

  • Kleyse Oliveira
    05 dez 2018

    Bom dia, infelizmente bem que queria ter esses livros para ler ainda esse ano mas ano que vem adquirir eles para ler. Alguns já estão na minha lista desde a primeira resenha que li outros só add depois que vi a resenha aqui no blog. Bjs

  • Angela Cunha
    05 dez 2018

    Nem se eu tivesse motorzinho nos olhos ;/ e um relógio que parasse o danado do tempo.
    Estou doida para ler todos os livros citados, principalmente Oliphant,que você já disse em um post que foi o que a fez dar nome ao blog. A gente percebe um pouquinho, a importância deste livro!
    Correndo Descalça é outro que está na lista de desejados tem um bom tempo e Sem Coração, idem!
    Mas sei que Dezembro para mim, é o mês mais corrido do ano e por conta de compromissos na igreja, mal tenho pego meus livros :/
    Beijo

  • Pamela Liu
    04 dez 2018

    Oi Débora.
    Adorei as suas indicações.
    Quero muito ler Sem coração e Correndo descalça!
    Li a série crônicas Lunares da Marissa Meyer e desde então estou doida para ler Sem coração. AMO releituras e adoro referências a Alice no País das Maravilhas.
    Correndo descalça parece lindo! Eu amei Beleza Perdida!
    Beijos

  • Ludyanne Carvalho
    04 dez 2018

    Correndo descalça é um dos favoritos do ano.
    Gostaria de ler Sem coração, mas pelo visto ficará para o próximo ano.

    Beijos

  • Siga o @laoliphantblogInstagram