Lista 25out • 2018

5 livros populares que ainda valem a pena serem lidos

Eu vou confessar para vocês que eu sou do tipo de leitora que tem uma certa resistência com livros que tem um certo hype. Por exemplo, quando todo mundo começou a falar de Trono de Vidro, eu decidi que iria esperar outra oportunidade de conhecer a escrita da Sarah J. Maas e só quando Corte de Rosas e Espinhos chegou nas minhas mãos é que eu realmente me apaixonei pela escrita da autora e agora quero ler até a lista de mercado dela.

Mas nem sempre é assim, não é mesmo? Eu tenho uma lista infinita de livros que são muito populares entre os leitores, mas que não me deram uma experiência de leitura muito boa. Ainda assim, nós precisamos manter a esperança e, pensando nisso, eu resolvi montar uma lista com alguns livros ainda muito populares e que eu acho que vocês deveriam dar uma chance, mesmo correndo o risco de não gostar tanto quanto todo o resto do mundo.

Garota Exemplar, por Gillian Flynn

Uma das mais aclamadas escritoras de suspense da atualidade, Gillian Flynn apresenta um relato perturbador sobre um casamento em crise. Com 4 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo – o maior sucesso editorial do ano, atrás apenas da Trilogia Cinquenta tons de cinza –, “Garota Exemplar” alia humor perspicaz a uma narrativa eletrizante. O resultado é uma atmosfera de dúvidas que faz o leitor mudar de opinião a cada capítulo.

Na manhã de seu quinto aniversário de casamento, Amy, a linda e inteligente esposa de Nick Dunne, desaparece de sua casa às margens do Rio Mississippi. Aparentemente trata-se de um crime violento, e passagens do diário de Amy revelam uma garota perfeccionista que seria capaz de levar qualquer um ao limite.

Pressionado pela polícia e pela opinião pública – e também pelos ferozmente amorosos pais de Amy –, Nick desfia uma série interminável de mentiras, meias verdades e comportamentos inapropriados. Sim, ele parece estranhamente evasivo, e sem dúvida amargo, mas seria um assassino? Com sua irmã gêmea Margo a seu lado, Nick afirma inocência. O problema é: se não foi Nick, onde está Amy? E por que todas as pistas apontam para ele?

 

Trono de Vidro, por Sarah J. Maas

Nas sombrias e sujas minas de sal de Endovier, um jovem de 18 anos está cumprindo sua sentença. Celaena é uma assassina, a melhor de Adarlan. Aprisionada e fraca, ela está quase perdendo as esperanças quando recebe uma proposta.

Terá de volta sua liberdade se representar o príncipe de Adarlan em uma competição, lutando contra os mais habilidosos assassinos e larápios do reino. Endovier é uma sentença de morte e cada duelo em Adarlan será para viver ou morrer. Mas se o preço é ser livre, ela está disposta a tudo.

 

 

 

A Rainha Vermelha, por Victoria Aveyard

O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses.

Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho?

Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe – e Mare contra seu próprio coração.

 

O Duque e Eu, por Julia Quinn

Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo.

Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta.

Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.

Talvez Um Dia, por Colleen Hoover

Um dos livros mais comentados de 2015, nos Estados Unidos, este é mais um sucesso arrebatador de Colleen Hoover, autora das séries Slammed e Hopeless.

Sydney acabou de completar 22 anos e já fez algo inédito em sua vida: socou a cara da ex- melhor amiga. Até hoje, ela não podia reclamar da vida. Um namorado atencioso, uma melhor amiga com quem dividia o apartamento… Tudo bem, até Sydney descobrir que as duas pessoas em quem mais confiava se pegavam quando ela não estava por perto. Até que foi um soco merecido. Sydney encontra abrigo na casa de Ridge.

Um músico cujo talento ela vinha admirando há um tempo. Juntos, os dois descobrem um entrosamento fora do comum para compor e uma atração que só cresce com o tempo. O problema é que Ridge tem uma namorada, e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora.

Eu realmente espero que vocês tenham gostado dessa lista. No caso da CoHo, eu pensei em colocar Métrica, ao invés de Talvez Um Dia, mas acredito que esse seja um livro dela que a maioria de vocês pelo menos já ouviu falar, mesmo quando a autora ainda não era esse fenômeno que é hoje. Ah, não esqueçam de deixar nos comentários algumas sugestões de livros populares que vocês recomendariam, tá?

Débora Costa ver todos os artigos
Escritora melancólica nas horas vagas, publicitária hiperativa no dia a dia. Viciada em Oasis, uma eterna apaixonada por Beatles. Leitora compulsiva de livros de steampunk. Futura autora de um livro sobre viagem no tempo.

Posts relacionados

Comente com o Facebook

Comente pelo WordPress

12 Comentários

  • […] Eu me lembro da primeira vez que eu estava conversando com o Vinicius sobre isso, anos atrás, quando os enredos LGBTs ainda não tinham tanta visibilidade quanto tem agora. Nós estávamos debatendo sobre a importância desse tipo de personagem, até o […]

  • Maria Amorim
    31 out 2018

    Olá Débora!
    Também tenho esse mesmo problema, acredita? Sempre que um livro está fazendo muito sucesso, muito na moda, não consigo pegar para ler.
    Garota exemplar vi o filme e tinha o livro e mesmo assim não li, apesar de gostar do tema e do filme.
    O duque e eu gostei muito. Tava fazendo essa coleção e, infelizmente, tive que vender. mas adoro romance de época e leria novamente com certeza.

  • Michelli Prado
    31 out 2018

    Eu amo demais esse tipo de postagem com dicas de leituras ♥ Deles eu li Garota exemplar e A rainha vermelha ( que amei só o primeiro mesmo, o resto da série eu já abandonei…) Os outros confesso que já estão na minha lista de desejados.

  • Patrini Viero
    30 out 2018

    Eu sou bem parecida contigo com relação a esse hype todo em cima de alguns títulos, sejam eles de livros, séries ou filmes. Tenho a tendência e deixar a poeira baixar para não ser de alguma forma influenciada pela onda de opiniões e acabar baseando meu julgamento nela.
    Com relação aos títulos que tu citou, já ouvi falar de todos, mas ainda não li nenhum deles. Os que mais me chamam atenção são a série de O trono de vidro e Garota exemplar, que eu inclusive já tenho na estante mas ainda não encontrei espaço para ele entre as leituras. Lembro de alguns títulos que logo depois de lançados foram famosos aqui na blogosfera e dos quais eu gostei bastante, como Por Lugares Incríveis, Extraordinário e It, a coisa, que teve o seu boom mesmo depois da adaptação literária lançada, mas que eu já amava bem antes disso rs

  • sarah castro
    30 out 2018

    Lembro até hoje que saiu a adaptação de “Garota Exemplar” e eu fiquei louca, porém queria muito ler o livro antes de assistir. Demorou um ano para eu comprar (depois da estreia do filme) e eu li em dois dias se não me engano. Foi minha primeira leitura da autora e eu fiquei focada de uma forma que nossa. Até hoje eu super recomendo esse livro e em seguida “Objetos Cortantes”, tanto que ambos são favoritos.
    Os outros livros da lista eu nunca li, mas tenho uma leve curiosidade, principalmente da Colleen.

  • Lily Viana
    30 out 2018

    Olá!
    Gostei muito de sua lista de livros, eu praticamente comecei a ler os livros de Julia Quinn da familia Os Bridgertons e também quero muito ler os livros de Colleen Hoover.

    Meu blog:
    Tempos Literários

  • Luana Martins
    30 out 2018

    Olá, Débora
    Gostei muito de todos os livros, estão na minha pequena lista de desejos.
    Tenho só o primeiro livro da saga A Rainha Vermelha, quero ter os outros para ler sossegada, sem preocupar em não ter a sequência.
    Da CoHo só li É Assim Que Acaba e amei o livro, super recomendo.
    Beijos

  • Alice Pereira
    29 out 2018

    Sei o que quer dizer. Também aguardo a poeira baixar quando algum livro se sobressai. Opiniões nunca serão iguais e sempre tento ir com a menor das expectativas.

    De sua lista, conheço praticamente apenas Colleen Hoover. Me falta apenas ler Novembro, 9. Acho que “Talvez Um Dia” é o meu favorito da autora e merece ser lido, a história é linda. Tenho muita vontade de ler a série de A Rainha Vermelha e Trono de Vidro. Já conheço a escrita da Sarah, por meio da série de Corte de Espinhos de Rosas.

  • Pamela Liu
    29 out 2018

    Oi Débora.
    Adorei a sua lista.
    Em relação a lista falta eu ler Trono de Vidro e Rainha vermelha.
    Não gostei tanto de O Duque e eu, na verdade, as histórias da Julia Quinn ainda não me conquitaram.
    Eu até gostei de Garota exemplar. Acho que o um bom final após tudo que foi apresentado, apesar de querer um outro tipo de desfecho.
    Gostei de Talvez um dia com ressalvas. Gosto beeeem mais de Métrica rs
    Beijos

  • Kleyse Oliveira
    27 out 2018

    Desses citados só tenho O Duque e Eu, que estou gostando muito da história de Simon e Daphne.
    Os outros vai demorar um pouco para eu ter eles mais estão nos meus desejados há meses.

  • Angela Cunha
    26 out 2018

    Puxa, adorei as dicas!!! Dos livros citados, eu só li e tenho Garota Exemplar que adorei a leitura, o filme e mais do que indico também!
    A Rainha Vermelha também já li, apesar de ser um exemplar emprestado..rs Mas ainda pretendo ler os demais livros, que só tem coisa positivas!
    Morro de vontade de a saga dos Espinhos. Os livros são lindos demais!!! E claro, Julia é sempre uma ótima pedida!
    Adorei!
    Eu sempre me atraso nas leituras, nem sempre por vontade..rs mas por falta de oportunidade!!
    Beijo

  • Ludyanne Carvalho
    25 out 2018

    Ah, às vezes perco o interesse quando vejo que o livro se tornou bem popular; lembro que queria muito ler Crepúsculo, mas não consegui ler antes e logo depois virou febre. Não quis mais ler.
    Eu lia muita gente elogiando Corte de espinhos e rosas, mas dei uma olhada na sinopse e pensei que não seria o meu estilo. Então, no começo do ano eu ganhei esse livro, dei uma chance, li e gostei, fui atrás dos outros dois, li e estou completamente apaixonada pela escrita da Sarah.
    Foi legal que esse livro ampliou meus horizontes, antes eu nem pensava em ler fantasia, agora… Já estou de olho em Trono de vidro.
    Pretendo ler A rainha vermelha também, tem comentários positivos e negativos, espero gostar.
    Talvez um dia é lindo, pra quem não gostou de Tarde demais e pensa em desistir dos livros da autora, pensa em Talvez um dia e no quanto ela pode trazer coisas boas.
    Métrica é um dos meus favoritos!! Fico chocada que muita gente ainda não conheça.
    Recomendo Crônicas de amor e ódio.

    Beijos

  • Siga o @laoliphantblogInstagram