Lista 18set • 2018

04 Motivos para você ler O Beijo Traiçoeiro

Eu gosto de um bom romance tanto quanto qualquer leitor e, quando O Beijo Traiçoeiro veio indicado para pessoas que são apaixonadas por Jane Austen, eu pensei: “esse livro definitivamente é pra mim”. E eu não estava errada, sabe? Inclusive, eu acho que se a própria Austen estivesse viva, ela ia adorar o enredo criado por Erin Beaty e Sage também se tornaria uma das suas personagens favoritas. Não preciso nem dizer que esse lançamento da Seguinte foi uma das melhores coisas que aconteceram no meu 2017, não é mesmo?

Para quem ainda não conhece a maravilha que é o enredo de O Beijo Traiçoeiro, o romance de Erin Beaty conta a história de Sage, uma jovem que está sendo obrigada pelo seu tio a se apresentar a casamenteira do lugar onde vive para que lhe seja escolhido um marido. O problema é que Sage não tem a menor vontade de se casar e, por causa disso, o seu encontro com a casamenteira é um belo de um desastre. Mas nem tudo parece perdido quando a casamenteira resolve lhe oferecer um trabalho como sua assistente, dando a Sage a oportunidade que ela precisava para deixar a vida que ela conhecia para trás.

É assim que Sage pare com a casamenteira para o Concordium, uma celebração para apresentar as damas da nobreza aos seus futuros maridos. Para formar bons pares, Sage anota em um livro tudo o que consegue descobrir sobre as garotas e seus pretendentes — inclusive os oficiais de alta patente encarregados de proteger o grupo durante essa longa jornada. Conforme a escolta militar percebe uma conspiração se formando, Sage é recrutada por um belo soldado para conseguir informações. Quanto mais descobre em sua espionagem, mais ela se envolve numa teia de disfarces, intrigas e identidades secretas. E, com o destino do reino em jogo, a última coisa que esperava era viver um romance de tirar o fôlego.

Agora deixa eu te contar porque você precisa ler esse livro:

O enredo é cheio de reviravoltas maravilhosas.

Eu gosto muito de como a autora consegue brincar com os leitores ao longo do enredo. Você começa O Beijo Traiçoeiro achando que conhece todos os personagens e todas as suas possíveis escolhas. O problema é que Erin Beaty é uma escritora sagaz, sabe guiar o leitor exatamente para onde ela quer, sem que a gente perceba as pequenas pistas nas entrelinhas e aí, quando a gente menos espera: plot twist!

Eu não consigo nem mais contar nos dedos a quantidade de vezes que essa autora me deixou desesperada, com a sensação de “eu não vi isso acontecer”. É meio frustrante, mas ao mesmo tempo é muito gostoso saber que a escrita da autora me prendeu tanto a ponto de me deixar guiar exatamente pelo caminho que era queria. Cada capítulo desse livro é uma emoção nova.

Sage é a melhor heroína que alguém poderia querer em um livro.

Eu estava sentindo falta de uma heroína de pensamento próprio, que luta pelas suas vontades e não tem medo de enfrentar as dificuldades para chegar onde quer. Desde o começo a Sage se mostrou uma heroína muito inteligente e de língua afiada, não é atoa que a casamenteira percebeu nela uma aprendiz com muito talento. E conforme o livro vai avançando, a Sage cresce de uma forma muito bonita. Eu acho que ela começa a ser mais prudente nas suas atitudes, age com mais perspicácia e vai mostrando quem ela é de verdade.

O que mais me chamou atenção nela foi a personalidade. Me lembrou muito Elizabeth Bennet, de Jane Austen, inclusive acho que elas seriam ótimas amigas. Porém, o mais importante é o fato de Sage não deixar que ninguém a diminua enquanto mulher, o que fez com que ela me conquistasse logo de cara. Eu acho que Beaty criou uma heroína que tem muito a nos ensinar.

Erin Beaty entrega os melhores diálogos.

A escrita de Erin Beaty tem uma característica que eu gosto muito: é inteligente. A autora consegue conciliar bem a parte descritiva do livro com os diálogos entre os personagens. Diálogos esses que roubam a cena em cada capítulo e que me fizeram rir até a barriga doer e chorar até os olhos arderem. Eu gostei da forma que ela constrói esses diálogos, revelando muito da personalidade de cada um dos seus personagens e dando um gostinho a mais na trama.

Os diálogos de Sage e Ash são os melhores para mim. Cada interação dos personagens nesse livro é uma vontade de casar esses dois para ontem no meu coração. As conversas entre eles compõe muito a relação dos dois e mostra como as diferenças entre eles fazem com que eles sejam ainda mais perfeitos um para o outro. Além disso, como não amar um livro com os melhores diálogos de todos os tempos? Não tem como!

Ash Carter.

Sim, meu último motivo é apenas um nome de um personagem. Esse bonitinho roubou meu coração desde a primeira vez que ele apareceu no livro com o seu sorriso maroto e o seu jeito de provocar a Sage na medida certa. Eu acho mesmo que eu me apaixonei por ele no mesmo ritmo que a Sage se apaixonou, até porque ele tem um jeitinho de herói meio que irresistível sabe?!

Eu também gosto muito da forma como Ash respeita e apoia as decisões de Sage, mesmo quando ele não concorda com ela. Ele a deixa livre para ser ativa nas decisões, para dar ideias e fazer as escolhas que ela julga serem melhores para ela. É uma característica que eu venho querendo muito encontrar em personagens masculinos e eu fiquei mais do que satisfeita de encontrar isso em O Beijo Traiçoeiro.

O segundo livro da trilogia…

Vocês não acharam que eu ia fazer um discurso lindo desses sobre esse livro e não trazer uma novidade, não é mesmo? Recentemente a editora Seguinte lançou o segundo livro dessa trilogia chamado “A Missão Traiçoeira”. O livro chegou nas livrarias dia 13 de Setembro, então se você estava preocupado em ter que esperar pela continuação, pode respirar aliviado. Me diz, como é que não ama essa editora lançando esses livros amorzinhos?

Depois de se provar uma espiã habilidosa e uma casamenteira estrategista, Sage Fowler passou a ocupar uma posição confortável na alta sociedade, dando aulas para as princesas do reino de Demora. Quando surge a oportunidade de participar de uma nova missão secreta, porém, Sage quer aproveitar a chance para servir ao seu reino mais uma vez — e ficar mais próxima de seu noivo, o capitão Alexander Quinn.

Alex não fica nada feliz com a ideia, já que está determinado a proteger a namorada de qualquer perigo. A insistência de Sage em fazer parte da missão faz com que eles se desentendam cada vez mais e, quando um conflito com um reino vizinho resulta em uma tragédia, os dois acabam separados. Para completar a missão de Alex — e a sua própria —, Sage precisará contar com a ajuda de aliados inesperados para sobreviver em um território inimigo e salvar o reino de Demora mais uma vez.

Débora Costa ver todos os artigos
Escritora melancólica nas horas vagas, publicitária hiperativa no dia a dia. Viciada em Oasis, uma eterna apaixonada por Beatles. Leitora compulsiva de livros de steampunk. Futura autora de um livro sobre viagem no tempo.

Posts relacionados

Comente com o Facebook

Comente pelo WordPress

6 Comentários

  • Luana Martins
    30 set 2018

    Oi, Débora
    Esse livro já estava na minha lista de desejos, agora com esses motivos ele passou a ser a prioridade da lista.
    Quero poder ler em breve, ainda mais que já tem a continuação.
    Beijos!

  • Michelli Prado
    25 set 2018

    Este é um livro que já esta na minha lista de desejados desde 2017. Creio que a proposta do romance é super emvolvente e li tantas resenhas positivas sobre o livro que estou louca para ter ele na estante, e ao saber que a continuação já esta sendo lançada só me deixou ainda mais curiosa para conhecer esta protagonista..

  • Kleyse Oliveira
    21 set 2018

    Mulheeeer. Eu sou doida para comprar esse primeiro livro, até porque adorei a capa e depois que vi várias indicações, resenhas positivas aí que fiquei loka para adquirir. E quando fiquei sabendo do lançamento aí que pirei de vez. Que capa maravilhosa mds.fiquei apaixonada.

  • Ludyanne Carvalho
    19 set 2018

    Uau… conseguiu me convencer!
    Vou logo colocar esse livro na lista, parece uma história tão envolvente e amooooo bons diálogos!
    As capas são lindas!
    Se Jane vai amar, certeza que também vou.

    Beijos

  • Daiane Araújo
    19 set 2018

    Oi, Débora,

    Inicialmente, achei esse livro bem chato. Demorou para eu me situar na história e gostar de acompanhar toda a trama e sua desenvoltura. Até a página 80, a leitura pra mim foi totalmente morna.

    Gostei do fato da autora nos dá a visão dos pontos de vista de outros personagens – além do nosso casal de protagonistas -, em alguns momentos. Os personagens são empolgantes e encantadores.

  • Pamela Liu
    18 set 2018

    Oi Débora.
    Estou doida para ler esse livro e seus 4 motivos me deixaram mais ansiosa ainda para conhecer essa história.
    Vi diversas resenhas positivas sobre ele e estou bastante animada para conhecer a Sage, essa protagonista tão ímpar.
    Adoro diálogos inteligentes! Estou prevendo vários post-its rs
    Beijos

  • Siga o @laoliphantblogInstagram