SOSELIT 10out • 2018

SOSELIT #09 E assim eu resolvi que eu iria ter um blog

Eu adoro esses temas do SOSELIT que me obrigam a refletir sobre algumas coisas. Lá em 2013 quando eu acordei numa manhã e resolvi que o La Oliphant seria o meu próximo projeto pessoal, eu não acreditava mesmo que ele fosse resistir por 5 longos anos. Honestamente? Eu acho que ninguém do meu círculo de amizade achou que eu conseguiria levar isso por tanto tempo. Digamos que eu não sou muito do tipo que insiste nas coisas por muito tempo, sabe?

E aqui estamos, aos trancos e barrancos, porém vivos. A maior parte de vocês não sabem o trabalho que dá manter isso aqui funcionando. Não é só ter uma ideia e sentar na frente do computador, na verdade, o primeiro passo é ter uma ideia e às vezes ela demora horas, dias, semanas para aparecer. E quando ela finalmente chega e você pensa “essa ideia de post é realmente boa”, é que o trabalho de verdade começa.

Ninguém te conta como ter blog é cansativo. Se você realmente quer levar o seu blog a sério, é preciso ter uma organização muito boa, ter publicações planejadas, saber o que você quer falar e como você quer falar. E depois que você tem tudo isso definido, você precisa produzir todo esse conteúdo, o que vai além de ser apenas bem escrito, mas também precisa de boas imagens e uma divulgação melhor ainda.

Blog demanda mais tempo do que quem lê consegue imaginar. Por exemplo, neste momento eu poderia estar colocando as minhas séries em dia, assistindo a novela das 19h ou lendo qualquer outro livro que não faça parte das minhas parcerias. Mas eu estou aqui, escrevendo esse post para vocês porque, infelizmente, eu não posso fugir muito da programação do blog, se não vocês vão embora e não voltam mais.

E não parece sabe? A maior parte das pessoas pensa que eu só leio uns livros e tiro umas fotos bonitas, mas o que ninguém sabe é que eu já acordei 6h40 da manhã para tirar fotos para o blog porque era o melhor horário de iluminação do meu quarto. Ou que eu fui dormir 3h da manhã de uma quarta feira porque precisava terminar minha lista de leitura para não atrasar as resenhas de vocês. Ou dos mais de R$300 de gasto para que vocês tenham os melhores livros no top comentarista e nos sorteios.

Ainda assim, mesmo com toda essa demanda que eu tenho, eu não consigo me imaginar fazendo outra coisa, se não isso. Sabe quando as pessoas dizem que a gente precisa encontrar a nossa paixão profissional? A minha é essa. Não tem nada no mundo que me dê mais realização do que eu conseguir entregar uma boa resenha para vocês, ou uma boa lista de livros. Ou saber que vocês tiveram uma ótima experiência lendo um livro que eu indiquei.

Eu criei o La Oliphant porque ler era uma coisa que fazia parte do meu dia a dia e eu queria compartilhar essa minha paixão com vocês. Com o tempo, o La Oliphant foi se tornando uma nova paixão também, algo que eu faço com todo o carinho do mundo, não importa o quão cansada eu esteja. É verdade que às vezes dá vontade de desistir? Lógico! Mas quando a gente ama o que faz, realmente tudo fica mais fácil.

Créditos de Imagem: Imagem, Imagem

Débora Costa ver todos os artigos
Escritora melancólica nas horas vagas, publicitária hiperativa no dia a dia. Viciada em Oasis, uma eterna apaixonada por Beatles. Leitora compulsiva de livros de steampunk. Futura autora de um livro sobre viagem no tempo.

Posts relacionados

Comente com o Facebook

Comente pelo WordPress

9 Comentários

  • Patrini Viero
    31 out 2018

    Tenho um blog literário há mais ou menos quatro anos, ultimamente ele anda meio inativo por conta das minhas obrigações com a faculdade, ainda não encontrei uma forma de conciliar as duas coisas. É por conta disso e de todas as experiências que já ouvi que eu sei o quanto um blog exige de dedicação, esforço e entrega por parte de quem o escreve. Como tu mesma citou, são horas e mais horas pensando em conteúdo, criando conteúdo, divulgando esse conteúdo e programando postagens para que nenhum imprevisto aconteça. Esses são os motivos que me fazem respeitar tanto o trabalho do blogueiro e defender com unhas e dentes essa profissão. Parabéns pelo blog lindo de morrer e que tu sempre encontre amor por aqui!

  • Lily Viana
    28 out 2018

    Olá!
    Eu sei como é difícil, ainda mais quando temos uma vida por fora né..Trabalho, estudo acaba se tornando tudo difícil mas quando fazemos aquilo que amar, fica tudo mais fácil..Eu criei o meus faz um ano e estou super dedicada a ele, as vezes nem tenho como mais sempre procura fazer o bom e do melhor..Adorei seu post!

    Meu blog:
    Tempos Literários

  • sarah castro
    23 out 2018

    Realmente, ninguém conta como é difícil manter um blog e ainda mais literário. Eu já tive um por uns dois a três anos e como foi complicado, acabei abrindo mão pois comecei faculdade e percebi que não tava mais lendo por prazer e sim por obrigação e por isso fiquei com uma ressaca literária de meses e mais meses, mas fico feliz que tenha chegado até aqui, você e a equipe. Fico feliz de ter conhecido o site por conta do encontro junto com a Livretto. Admito muito que queria ter conhecido antes ainda mais por ser mesma cidade e nunca conhecia ninguém que gostasse de ler e debater, indicar e enfim essas coisas. Só desejo que venham mais anos de blog com esse conteúdo maravilhoso de vocês.

  • Luana Martins
    23 out 2018

    Olá, Débora
    Nossa 5 anos já conheci o blog faz uns meses só e amo vir aqui.
    Imagino como você se sente, mas ainda bem que não desistiu e está aqui sempre inovando e trazendo conteúdos divertidos, diferentes para nós.
    Deus abençoe, beijos!

  • Alice Pereira
    16 out 2018

    Estava pensando justamente em como tudo começou, juro. Não faz muito tempo que conheci seu blog através do Instagram, mas é um dos meus favoritos e um dos poucos que me sinto mais a vontade para opinar. Não sinto que é de criador de conteúdo para leitor, mas uma conversa e gosto da opinião clara e sincera que trazem.

    Todo esforço é nítido e a organização do cenário que criou, as resenhas, TUDO, transborda tanto amor. De verdade. Toda dose de sucesso é merecida. Fico feliz que não tenha desistido.

  • Kleyse Oliveira
    12 out 2018

    Annyeong!
    Eu até tentei criar um para mim, só que desisti pois não sabia como mexer.
    Mais Parabéns por ter persistido ao criar esse blog.

  • Pamela Liu
    11 out 2018

    Oi Débora.
    Fico feliz que você tenha persistido com o blog!
    Imagino que demande muito tempo para ter a ideia, depois trabalhar nela, então tirar fotos e escrever um bom texto para todos os posts! Parabéns por todo o seu trabalho!
    Espero que você continue com ele por muito mais tempo! Sucesso sempre!
    Beijos

  • Ludyanne Carvalho
    11 out 2018

    Fico feliz que em um dia qualquer de 2013 você acordou com a vontade de criar um blog, fico mais feliz ainda por manter.
    Olhando de fora, parece um processo fácil, mas isso é tudo o que não é.
    Espero que estejamos retribuindo esse espaço de forma adequada.
    E não desista desse espaço, ele é lindo demais.

    Beijos

  • Angel aCunha
    11 out 2018

    Acho que quem mantém um blog com resenhas ou dicas de séries, filmes e afins, não acorda simplesmente e decide que vai abrir um blog e pronto. Acredito que já era algo que tipo vivia dentro de você e apenas despertou numa manhã!
    E também acho que ninguém sabe realmente como é todo o processo. Alguns blogs ainda mantém parcerias com Editoras, mas isso só vem com o tempo e pelo pouco que sei, número de seguidores. Alguns, vão na raça mesmo, como você!
    Tenho vindo aqui há apenas alguns dias e já o coloquei na minha lista de favoritos, que são os blogs que faço questão de ir diariamente. Como tempo pouquíssimo tempo, separo alguns e aqui está entre eles!
    Eu?? Apenas agradeço a dedicação!!!!
    Beijo

  • Siga o @laoliphantblogInstagram