minhas leituras
Categoria(s): minhas leituras

Daisy Está Na Cidade, por Rachel Gibson

de Rachel Gibson
Título Original: Daisy's Back in Town
Gênero do Livro: Romance, Chick-lit, Contemporâneo, Erótico
Editora: Jardim dos Livros
Ano de Publicação: 2015
Número de Páginas: 320
Série: Lovett, Texas
Código ISBN: 9788584840045
Sinopse: Daisy Lee Monroe está de volta a Lovett, Texas, e depois de muitos anos descobriu que pouca coisa mudou. Sua irmã continua uma louca e sua mãe ainda tem flamingos de plástico rosa no quintal. E Jackson Lamott Parrish, o bad boy que ela havia deixado para trás, ainda é tão sexy quanto antes. Ela gostaria de poder evitar este homem em particular, mas ela não pode. Daisy tem algo a dizer para Jackson, e ela não vai a lugar nenhum até que ele escute. Jackson aprendeu a lição sobre Daisy da maneira mais difícil, e agora a única palavra que ele está interessado em ouvir dos lábios vermelhos de Daisy é um adeus. Mas ela está surgindo em toda parte, e ele não acredita em coincidência. Parece que a única maneira de mantê-la quieta é com a boca, mas beijar Daisy já foi sua ruína no passado. Ele é forte o suficiente para resistir a ela agora? Forte o suficiente para vê-la sair da sua vida novamente? Ele é forte o suficiente para fazê-la ficar?

resenha-daisy-esta-na-cidade-rachel-gibson-imagem

Daisy Está na Cidade é um chick-lit, escrito pela autora Rachel Gibson e publicado no Brasil pelo selo Jardim dos Livros. O livro é o primeiro da série Lovett, seguido por Maluca por Você. Apesar de ser uma série, os livros não precisam ser lidos na ordem de publicação.

Daisy vive há 15 anos em Seattle com o marido e o filho, Nathan.

Quando Steven falece por causa de um câncer, ela se vê sozinha, de volta a cidade natal, para realizar o último pedido do seu marido. Pedido esse que vinha sendo discutido durante anos e sempre adiado por qualquer motivo.

Ao chegar em Lovett, Daisy logo vira assunto da cidade, revendo velhos amigos, a irmã Lily e sua mãe.

Mas Daisy não está ali para lidar com os problemas da irmã Lily com o marido, ou para falar com a mãe sobre a sua vida de viúva. Ela veio para encontrar Jack Parrish, seu antigo amor do colégio e também melhor amigo de Steven. Quando mais novos, Daisy e Jack namoraram escondido por muito tempo, até o dia em que ela se casou com Steven e se mudou para Seattle.

Agora ela estava li, encarando o passado e com um segredo que pode mudar para sempre sua relação com seu primeiro e verdadeiro amor.

O livro é narrado em terceira pessoa, alternando o foco do narrador entre os personagens principais da trama. A primeira vista o enredo me pareceu bastante criativo, e conforme os capítulos iam avançando, percebi que a autora tomava todo o cuidado para não revelar toda a trama de uma vez, mas deixando pistas nas entrelinhas pequenas pistas do que estava para ser revelado.

“Desde que chegar a Lovett, nada havia ocorrido conforme seus planos, e ela precisaria colocar a própria vida em uma paisa por ainda mais algum tempo. A mãe e a irmã precisavam dela, e talvez realmente ela pudesse fazer algo para ajudar. Talvez manter-se por perto e cuidar de Pippen fosse o suficiente, por enquanto.”

O enredo também acompanha alguns flashbacks do passado dos personagens principais, o que eu achei algo muito positivo dentro da estória, principalmente por nos dar uma compreensão muito maior de como os personagens se sentem e por eles tomaram as decisões que eles tomaram durante os acontecimentos.

Os personagens da Rachel Gibson são os que mais me agradaram dentro de uma visão geral do livro. Ela pegou um tema bem clichê e previsível, e inseriu personagens com personalidades bem intensas que deixaram a trama ainda mais interessante.

Jack, por exemplo, é o típico cara solteiro e bonitão de trinta e poucos que arranca corações e faz o melhor sexo da sua vida. Mas, por trás de toda a ideia de “nunca se apaixonar”, ele esconde o coração partido no passado.

Enquanto isso temos a Daisy Lee, uma mulher que perdeu o marido com quem viveu e fiel durante mais de dez anos e que acompanhou o mesmo na luta contra o câncer. Mas não só isso, ela também carrega os arrependimentos do passado e tudo se intensifica quando ela volta pra cidade natal.

Lembranças, o amor que nunca deixou de sentir por Jack e a culpa por tê-lo magoado ao se casar com o seu melhor amigo.

Uma das coisas que me fazem gostar muito dos livros da Rachel Gibson são os enredos simples que ela escreve. Porém, nesse livro em particular, eu senti falta de um clímax no enredo.

Os personagens estavam inseridos em um drama muito interessante, mas em nenhum momento da história, eu senti que havia algo que os impedisse de ficar juntos a não ser o próprio conflito de sentimento que eles tinham entre si.

“Jack levou a cerveja até os lábios de novo e engoliu com dificuldade. Naquel noite, ele havia perdido não só Disy, mas também Steven. Ele perdeu a garota que amava, de quem precisava e com quem queria passar o resto da vida.”

Tudo bem, os conflitos eram realmente complicados e tinham uma grande carga emocional, mas acredito que a autora tenha escolhido não se aprofundar demais nisso e dar aos leitores algo mais leve e divertido. Além disso, neste primeiro volume da série Lovett temos a chance de conhecer um pouco mais sobre a Lily de Maluca Por Você e ver a clássica cena em que ela enfia a caminhonete na casa do ex-marido.

Posso dizer que até agora foi o melhor livro que li da Rachel. Mesmo com um enredo um pouco mais dramático que os livros anteriores, eu gostei muito de todas as cenas, me diverti demais com a Daisy, com a Lily e principalmente com o Jack. E Nathan, o filho da Daisy, apesar de não ser um personagem de grande destaque dentro do livro, foi um elemento essencial para deixar o livro ainda mais emocionante.

Ao contrário da minha experiência com Maluca Por Você, consegui perceber que a autora dedicou tempo e cuidado para construir cada detalhe do enredo para que todos os acontecimentos se encaixassem e isso fez com que tudo se tornasse ainda mais interessante aos meus olhos.

Mesmo as cenas de sexo e flerte entre os personagens principais estavam muito divertidas e instigantes.

Daisy Está na Cidade é um livro muito divertido, com aquele toque de Rachel Gibson que nós já conhecemos e com personagens realmente apaixonantes.

É um livro que eu recomendo muito pra qualquer leitor que seja apaixonado por chick-lit e esteja procurando por uma leitura leve, que vai te arrancar risadas do primeiro ao último capítulo.

Gostou? Compartilhe!pinterest twitter facebook
Débora Costa

Uma intelectual contemporânea que entende a importância da convergência de mídias, telas e narrativas. Acompanhando mais séries do que deveria e não consigo fazer uma coisa de cada vez. Ainda quero escrever um romance de época um dia.

Deixe seu comentário

  1. Silvana comentou:

    Olha eu sinceramente tenho muita vontade de ler os livros dessa autora.
    Achei bastante interessante, ainda mais sendo um chick-lit que eu tanto gosto, e por conta disso, acho que vou solicitar ele em parceria para uma das minhas colaboradoras que pediu, porque você tirou minha dúvida de que pode ler eles sem ter que pegar os outros. Eu achei isso super válido. Espero poder conhecer as histórias da personagem, porque devem ser todos maravilhosos. A única coisa é que não gosto de romance hot e não sei se é o caso, mas sendo chick lit estou dentro ! hehehehe

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/04/novas-colaboradoras-parte-3.html

    1. Silvana comentou:

      Amiga quando atualizar me chama tá?

  2. Oi Debby,
    Eu nunca li nada da Rachel, não sou fã do gênero chick-lit, mas depois da sua resenha já vou pensar um pouco sobre isso. Me lembrou muito um livro da Emily Giffin, autora da qual eu gosto bastante. Seus livros misturam romance e chick-lit e aí eu consigo gostar. kkkkk Adoro uso de flashback na narrativa, isso dá uma perspectiva tão maior da história como um todo.

    Beijos,
    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

  3. Grande Deboretti! Sempre vem com o tipo de livro que eu me amarro!
    <3
    ps: acredita que quando eu vi a capa desse livro me veio a musica da Jessica Simpon(ou seria Nancy Sinatra?) "these boots are made for walkin" hahahahah

    um beijo xuxuuu
    sou sua fã!!!

  4. Oi, querida! Como vai? Eu geralmente não me interesso por chick-lits, então deixo a dica passar. Por outro lado, vi que você já publicou uma resenha sobre o livro do Coelhinho, então tô correndo para ler! Hahahah
    Um abraço!

  5. Terminei de ler Easy e já estou com o livro nas mãos. Fiquei encantada com a capa e com a história, e agora lendo sua resenha fiquei mais empolgada ainda.
    Assim que terminar a leitura volto aqui para dar a minha opinião.
    Bjus

  6. oi tudo bem?
    Não conheco a autora ainda, vou pesquisar um pouco mais sobre ela, vc resenhou muito bem, o livro é cativante mesmo, pena que se fosse para eu ler o livro todo não chegaria nem na metada, não é muito meu genero.
    bjs

  7. Brenda Amorim comentou:

    Oi.
    Eu já ouvi sobre a autora, mas não li nenhum livro dela. Adorei a resenha, mas o livro não me interessou muito.

  8. Oii, tudo bem?

    Ainda não li nada da autora, mas parece bem legal. Eu leio poucos livros do gênero. Geralmente pego dicas de livros para dar de presente para minhas amigas que amam chick lit. Adorei a dica e a resenha. E já sei para quem indicar. rs

    beijos

  9. Erika comentou:

    Ah Débora, estou namorando esse livro faz tempo, desde que a editora anunciou seu lançamento. Como não amar essa capa? A história também é bem bonita. Ele chegou aqui em casa na semana passada, mas como estou em semana de provas vai demorar um pouquinho para começar a ler. Espero me apaixonar tanto quanto pela capa <3 Beijos, Érika

    http://www.queroseralice.com.br

  10. Samara comentou:

    Eu gosto bastante de chick-lit quando quero ler para dar risada! Em geral minha autora favorita do gênero é a Sophie Kinsella, mas já li alguns da Rachel Gibson também e acho engraçados. Gostei bastante da indicação e vou anotar aqui para quando estiver na vibe! 😉

  11. Olá!
    Apesar de ter alguns livros da autora, ainda não li nenhum, mas tenho lido tantas resenhas positivas que estou curiosa para conhecer a escrita da Rachel. Adoro um chick-lit, e os livros dela parecem ser um tanto quanto divertidos, e Daysi está na cidade com um toque de drama, como você disse, deve ser uma ótima leitura.
    Adorei a resenha!
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

  12. Oi, tudo bem?
    Amo chick-lits de paixão e nunca li nada da Rachel.
    Quero ler Daisy Está na Cidade pois apesar da dose de drama acho que vou me divertir muito!
    Bjs

    http://a-libri.blogspot.com.br

  13. Oie! Tudo bem?

    Eu nunca li nada da Gibson, mas tenho interesse. Eu gosto desse negócio de poder começar pelo volume que quiser, sabe? Acho mais dinâmico, rsrs. Eu adorei a resenha do início ao fim. Se eu pudesse, parabenizaria a autora por tornar um história clichê em um enredo encantador! Adorei MESMO e acho que vou dar uma chance às obras da autora. :)) Eu não costumo ler muitos chick-lits, mas pretendo me aventurar mais nesses livros. Espero gostar tanto quanto você.

  14. Oi
    Nunca li nada dessa autora, e para ser sincera mesmo sua resenha tendo ressaltado pontos importantes da história eu não fiquei tentada a ler.
    Esse estilo de história não é muito meu forte, mas eu adorei a capa… Muito linda!!!!

    Bjs
    Coração Leitor

  15. Marcela comentou:

    Olá, tudo bem?
    Então eu estava muito curiosa a respeito desse livro e ler a sua resenha me ajudou a ter uma ideia mais concreta da trama – obrigada!
    Nunca li nada dessa autora, mas quem sabe um dia

  16. Olá!
    Eu já tinha visto uma resenha deste livro antes e estavam elogiando bastante, mas eu não me interessei. Sua resenha quase me fez mudar de ideia, mas ainda achei o livro bem previsível. Gosto de livros com uma temática assim, mas esse não me pegou de jeito nenhum, talvez porque enquanto eu lia a sua resenha já criava a história toda na minha cabeça.
    UMbeijos
    cheireiumlivro.blogspot.com.br

  17. Olá! Quase peguei o livro para ler onde sou colaborado, mas no fim acabou não rolando! Vi muitas resenhas positivas e elogiosas sobre o primeiro livro, preciso conferir =D Adorei a resenha me senti bem envolvida e já que o livro é o ideal para se divertir =D

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

  18. Oi Débora, tudo bem?
    Fiquei bem mais animada para ler algo da autora depois de ler essa sua resenha! Li a resenha de Maluca por Você e percebi que você não gostou muito do livro, mas esse além de ter uma premissa interessante, a história parece ter sido bem melhor construida!
    Espero ler em breve e gostar bastante desse livro!

    Beijo :*
    http://www.livrosesonhos.com/

  19. Hey, tudo bem?

    Nunca li nada dessa autora apesar de ter bastante curiosidade. No que diz respeito a “Daisy está na cidade” é a segunda resenha que leio e tenho a impressão de que apesar de ser um bom chick-lit a desculpa e o drama pelo qual os personagens não ficam logo juntos é um tanto quanto banal. Acho que o livro possui uma premissa muito legal, mas falta algo para dar um tanto mais de emoção.

    Beijos,
    Dois Dedos de Prosa

  20. Como pode uma história sem “clímax” ser tão encantadora? Eu ri sozinha lendo a sua resenha e achei o enredo muito agradável. 🙂 Ainda não li nada da autora, mas aprecio o gênero e sua opinião foi bastante convidativa. Não sabia que esse livro antecedia Maluca por Você e achei legal saber que a série não precisa ser lida na ordem.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

  21. Oie tudo bom? Ah eu tava precisando de um livro assim mais divertido, chega de drama, terror e suspense. Fiquei até animada com sua resenha, vou procurar o livro comprar o mais rapido que puder heheh bjos

  22. Oi Débora, gosto bastante dos livros da Rachel, apesar de só ter lido o Loucamente Sua.
    Adorei sua resenha, me deixou mais curiosa a respeito do livro. Ele já está na minha lista e pretendo ler em breve.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

  23. Celly Nascimento comentou:

    Oie, Débora!
    Eis um enredo cheio de sutilezas, nada muito impactante e complexo. Mesmo não gostando de romances, acho que gostaria dessa leitura. Se é tão leve quanto parece, sei que não perderei nada. Fiquei um pouco curiosa.
    Com carinho,
    Celly.

    Me Livrando: Livre-se você também!

  24. Oie, tudo bom?
    Eu já tive duas experiências com a Rachel, uma boa e outra ruim. Daisy está na Cidade será uma das minhas próximas leituras e confesso que estou com ótimas expectativas, principalmente depois da sua resenha. Achei interessante ela focar no drama e fico feliz em saber que ela desenvolveu bem o enredo.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/