minhas leituras
Categoria(s): minhas leituras

Konrad – O menino da lata, por Christine Nöstlinger

de Christine Nöstlinger
Editora: Biruta
Ano de Publicação: 2013
Número de Páginas: 175
Código ISBN: 9788578481094
Sinopse: Dona Bartolotti tem uma estranha mania: encomenda tudo o que vê pela frente. Já recebeu em casa uma enciclopédia sobre animais em 17 volumes, 100 quilos de tachinhas, e outras esquisitices. Mas ela nunca soube muito sobre crianças. Por isso, leva o maior susto quando recebe um filho pelo correio - ele chega tímido, dentro de uma lata de conservas. Com muito humor, Christine Nostlinger - ganhadora dos prêmios Hans Christian Andersen, prêmio alemã de literatura juvenil e prêmio memorial Astrid Lindgren, alguns dos mais importantes de literatura infanto-juvenil do mundo - conta a emocionante e criativa história de Konrad. O que será que dona Bartolotti irá fazer com o menino de lata?

Olá, Oliphants! A resenha de hoje é do livro Konrad – O menino da lata, que é voltado para o público infantojuvenil, escrito por Christine Nöstlinger, ilustrado por Annette Swoboda e lançado, aqui no Brasil, pela Biruta. A história contada é sobre Konrad e dona Bartolotti – uma senhora com mania de encomendar coisas-, e como se deu relação de ambos a partir desse encontro promovido pelo impulso de compras dela.

Dona Bartolotti é uma senhora de idade jamais informada, que vive sozinha após a morte de sua mãe e a partida de seu marido. Acostumada a apenas receber ordens quando estas começam por “Meu amor”, dona Bartolotti só conversa consigo desta maneira: se precisa tomar um banho, é “Meu amor, vá tomar um banho” pra cá ou pra lá. Uma personagem amável ao seu modo, que parece ser um pouco solitária, mas bem resolvida com isso; demonstra também ser muito bem humorada e vaidosa.

konrad-imagem-1

Graças a sua mania de adquirir coisas usando cupons, descontos e qualquer coisa do tipo, após as mais diversas encomendas, Bartolotti acaba recebendo uma caixa muito pesada, contendo uma lata muito grande e sem identificação. Ao abrir, a surpresa: um menino ali dentro! Um menino e uma carta com detalhes e instruções, sua certidão de batismo e carteira de vacinação. Dona Bartolotti acabara de receber em sua casa Konrad, sem nem lembrar se havia realmente feito aquele pedido.

O menino aparenta ter sete anos e uma inteligência notável, além de outras características maravilhosas. Konrad é mandado à escola, tendo uma rotina comum e a partir daí podemos observar mais da relação entre ele e Bartolotti, que é uma mãe “nova”, do comecinho até a consolidação desta. Essa ligação entre mãe e filho mostrada de forma diferente, esse relacionamento sem cobranças exageradas, até mesmo diferente do que estamos acostumados a ver, acaba por nos fazer repensar em em alguns preceitos tradicionais típicos relacionados ao tema.

konrad-imagem-2

O livro é só amor! As ilustrações de Annette Swoboda são atraentes por si só. Representam bem determinadas cenas, fazendo com que a experiência literária melhore ainda mais. A diagramação do livro também é boa: o texto está disposto nas páginas com tamanho e fonte confortáveis aos olhos do leitor e há detalhes (numeração das páginas, bilhetes inseridos na história) que são personalizados de forma temática. A narrativa de  Christine Nöstlinger é envolvente, e este provavelmente é um dos motivos que a fez ser tão premiada e reconhecida como ótima autora de livros infantis.

O livro é indicado para crianças a partir dos 8 anos, que são leitores iniciantes, que ainda não abrem mão das ilustrações. É também interessante para contação de histórias, pois o texto tem um ritmo que prende a atenção e não tem muitas mudanças no roteiro ou acontecimentos em excesso. Eu, particularmente, achei o tema incrível, já que não é todo livro que fala sobre relação de mãe e criança e da cobrança social que há aí, ou do ponto de vista da criança em relação a todos os comandos recebidos dos adultos: “aja de tal forma”, “seja um bom menino”, e punições aqui e castigos ali.

Konrad – O menino da lata é um livro apaixonante para crianças, jovens ou mesmo adultos, pois não será tempo perdido. Até mesmo se a escolha for pela capa, que é bem divertida, não vai haver erro! E você, já leu Konrad – O menino da lata? Conhece mais algum livro infantojuvenil que trate de tema similar? Se as respostas foram positivas, conte pra gente!

Gostou? Compartilhe!pinterest twitter facebook
Rafaela Rodrigues

Formada em Letras Port/Inglês/Literaturas, viciada em livros, textos e séries, clichê de sempre. É prima (bem) distante da Beyoncé e um dia vai ser dona de uma editora e lançar todas as continuações dos livros que gosta, mas que nem os próprios autores quiseram escrever.

Deixe seu comentário

  1. Olá,
    Gosto bastante de livros do gênero infantojuvenil e estou curiosa para saber como Konrad foi parar na casa de dona Bartolotti e ver também como será o desenvolvimento desse relacionado que será criado entre ambos.
    Adorei as ilustrações e já anotei a dica.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

  2. Imagina que louco receber uma criança em uma das compras – e sem nem lembrar disso?
    Só por isso já curti a ideia e fiquei interessada pela premissa. Adoro livros do gênero e parecem que as ilustrações devem se todas fofas (como a da foto e a da capa).
    Depois da sua resenha, claro que o livro entrou na lista de desejados.
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

  3. o poder do chá de sumiço trechos comentou:

    This is a great article. Now I started blogging and distributing inspirational quotes from great philosophers. 566506441

    https://opoderdochadesumicopdf.com.br/