minhas leituras
Categoria(s): minhas leituras

Um milhão de motivos para casar por Gemma Townley

Gemma Townley nos traz Um milhão de motivos para casar – e ela é muito convincente, hein? – por meio da editora Record. É um chick-lit delicioso de se ler, narrado em primeira pessoa: a história contada é a de Jessica Wild, uma jovem dedicada a seu trabalho e suas ambições no mesmo nível em que tinha praticamente asco de romance e relacionamentos. Isso, porque ela cresceu escutando a avó dizendo que homens não prestam, que não se pode nunca depender deles ou mudar o rumo de sua vida por eles. Para ajudar, a avó ainda atribuía a morte de sua mãe a um homem, assim como à sua fraqueza causada por ele, e todas essas coisas ajudaram Jess a se manter solteira por muito tempo.

Isso muda quando Jess conhece Grace na casa de repouso em que sua avó morava. Grace, uma senhorinha totalmente oposta à avó de Jess, acredita piamente em romances, adora uma história de amor e acaba se tornando a única pessoa próxima quando a avó de Jess morre. A determinação de Grace em saber da vida amorosa da amiga mais nova e suas decepções incessantes a cada vez que ela responde não ter nenhuma novidade acaba por fazer com que Jess invente uma pequena mentira: ela se casou. Em segredo. Com o chefe inalcançável dela. E virou Sra. Milton.

Um milhão de motivos para casar

Óbvio que a vida não é linda assim e algo dá errado: Grace falece, deixa Jess triste – e rica. O testamento da senhorinha romântica deixa quatro milhões de libras para Jessica Milton. E isso tudo é muito incrível, tirando a parte em que Jessica não tem o sobrenome Milton, mas Wild. Agora, ela tem cinquenta dias para mostrar o quão wild ela realmente consegue ser e fisgar o bonitão, charmoso e inalcançável chefe, Anthony Milton, para finalmente colocar a mão em toda aquela grana. Será que ela consegue?

Como dito anteriormente, Um milhão de motivos para casar é narrado em primeira pessoa, e uma coisa legal é que a passagem de tempo na história é marcada, majoritariamente, como se fosse uma contagem dos dias remanescentes no projeto Casamento. A definição que a Sophie Kinsella deu foi perfeita: comédia espirituosa, brilhante e encantadora. Foi exatamente isso o que eu senti enquanto lia.

A Gemma teve uma ideia boa, divertida, e conseguiu passar o que queria. Ela até mesmo conseguiu trazer à tona a morte de duas velhinhas (mesmo que a avó da Jess não seja minha velhinha favorita da vida) sem me deixar triste, ha. Não posso esquecer de mencionar que os personagens utilizados na história são bem explorados e construídos, e, ah, os altos e baixos do projeto são simplesmente perfeitos, na medida certa. Eu realmente queria dar muitos spoilers aqui, porque o livro me encantou e eu queria que vocês soubessem a sensação que eu tive ao ler determinados trechos – e quero que vocês as tenham, também!

A respeito dos personagens, vamos lá: vou começar falando do Anthony, porque não quero ninguém com o coração despedaçado. O cara é rico, é bonito, é todo galã… mas não vale as ações da empresa que tem. Nem metadinha! Ele faz umas coisas que são de arrancar cabeço com a pinça e eu, apesar de saber que a Jess também não tinha boas intenções, afinal, ela estava enganando-o, tive bastante pena dela.

Um milhão de motivos para casar

Shipei-a desde o início com o Max, que é um cara super legal e centrado no trabalho e que combina com ela, e que é tão ou mais bonito que o sócio e amigo, Anthony, e a minha vontade era de pegar o Max e colocar no bolso, para não deixar nada de ruim acontecer a ele, que, coitado, gostava da Jess!

Jess, por sua vez, foi evoluindo bastante durante o livro, mas é visível que ela só conseguiu isso por ajuda do Sean e da Ivana – o melhor casal da vida!!!- e da Helen, que é sua melhor amiga e colega de apartamento. O problema da Jess é que ela se prende muito à ideia de que ela não precisa de uma pessoa ao lado dela. Tá certo que isso não é obrigatoriamente necessário, mas também faz mal você se obrigar a não deixar acontecer algo que é natural, ué. O processo dela deixando de ser Jess e mostrando a Jessica é bem legal, e acaba sendo a parte mais proveitosa do projeto.

Sobre o final, queria dizer que foi fofo pra caramba, muito inesperado por mim em determinados aspectos e foi amor total. Um milhão de motivos para casar é um livro que eu recomendo completamente, porque eu sei que quem gosta de chick-lit, ou de romance, ou mesmo de comédia vai adorar. E não posso deixar de falar da capa: a Record acertou em cheio, pois a capa é muito mais bonita que a original, e quando vi o livro na livraria, imediatamente fui fisgada pela capa!

A sensação que tive quando a Débora me emprestou o livro para resenhar, antes mesmo dela ler, foi de ter recebido a herança de quatro milhões!!! Foi realmente paixão à primeira vista, e foi amor correspondido, o que é melhor ainda. De qualquer modo, leiam, é uma leitura rápida e deliciosa. Vocês não vão se arrepender!

Gostou? Compartilhe!pinterest twitter facebook
Rafaela Rodrigues

Formada em Letras Port/Inglês/Literaturas, viciada em livros, textos e séries, clichê de sempre. É prima (bem) distante da Beyoncé e um dia vai ser dona de uma editora e lançar todas as continuações dos livros que gosta, mas que nem os próprios autores quiseram escrever.

Deixe seu comentário

  1. Fiquei super curiosa com o livro, um milhão de motivos pra casar, que bom que gostou é sempre bom ficar sabendo da opinião de quem já leu, Rafaela e Débora beijos.

    1. Rafaela Rodrigues comentou:

      Oi, Lucimar! Espero que possa lê-lo em breve! Beijos!

  2. Nina comentou:

    Oi, tudo bem?

    Nunca vi esse livro antes, mas acho que já ouvi falar dessa autora. A história não me pareceu nada inovadora, mas talvez eu vá gostar do desenvolvimento. A-d-o-r-o a Sophie Kinsella e, se for parecido com os romances dela, vou adorar. Achei a capa muito boa, também, adorei o cifrão no lugar do S, hahaha. Amei sua resenha, muito bem escrita e desenvolvida 🙂

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    1. Rafaela Rodrigues comentou:

      Hey, Nina! Então, eu nunca tinha lido história com o enredo semelhante assim (: e sim, é um livro bem semelhante aos da Kinsella, talvez você goste mesmo. Obrigada, viu?! Espero que aproveite a leitura, se decidir ler!
      Beijos!

  3. Leticia comentou:

    Oi, tudo bem?
    Ainda não li, mas estou ouvindo muito bem sobre o livro. Gostei de saber sobre a construção dos personagens e que tem uma certa dose de comédia. Legal que gostou tanto. Espero ler em breve.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    1. Rafaela Rodrigues comentou:

      Olá, Leticia!
      Então, espero que sua leitura seja proveitosa!
      Beijos!

  4. Daiane comentou:

    Hey, tudo bem?

    Amei a resenha, e fiquei bastante curiosa para ler. Adorei a dica, e já anotei. Essa minha lista de desejados só cresce! hahahahah

    Um grande beijo!

    1. Rafaela Rodrigues comentou:

      Oi, Daiane! Espero que possa ler logo e que goste! Obrigada por ler a resenha e beijos!

  5. Nilda de Souza comentou:

    Achei ótima a resenha, você pontou muito bem os aspectos importantes do livro, mas não consegui me senti atraída pela narrativa. Sei lá tenho problemas com livro que abordam casamentos, no sentido de que a mulher é sempre a que corre atrás.

    Beijos!

    1. Rafaela Rodrigues comentou:

      Hey, Nilda! Pena que não chamou sua atenção! Tallvez eu não tenha enfatizado esse detalhe, mas a Jess é contra casamentos, principalmente se o casamento envolvê-la como noiva haha. Ela só corre atrás, no caso, porque precisa colocar as mãos na herança deixada pra ela! (:
      Beijos!

  6. Ei tudo bem?
    Eu não sou a maior fã do mundo de chick lits, então sempre leio bem espaçadamente. Acabei de ler um, semana passada, então só pego outro daqui há uns dois meses, pelo menos, rs. Mas esse é um bom Próximo. Adoro quando a trama é bem humorada e divertida, e o que me irrita nos chick lits são os exageros, e não vi você falar nada sobre isso. E a recomendação para quem curte romance e comédia também, é um plus, rs
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    1. Rafaela Rodrigues comentou:

      Oi, Bruna! Bem, recomendo bastante colocá-lo na sua lista! A Gemma conseguiu não pesar na mão em nada: humor na medida certa, o drama que tem é na dose aceitável…até o romance haha
      Beijos!

  7. Oi, não conhecia o livro, mas a premissa do livro me chamou a atenção e eu gosto muito de chick it. Gostei da sua resenha, foi bem leve e fluida
    bjus

    1. Rafaela Rodrigues comentou:

      Então, Thatyane! Espero que possa lê-lo brevemente!
      Beijos!

  8. Oi Rafaela, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro, mas gostei bastante da história e adivinha se já não coloquei esse livro na minha lista nada pequena de leitura?
    Gosto bastante desses livros leves e divertidos.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    1. Rafaela Rodrigues comentou:

      Hey, Mayara! Então, não vai se arrepender da escolha! Ele realmente é um livro bem divertido, e é perfeito pra esquecer dos problemas hahaha

  9. Olá, tudo bem?

    Capa linda. Ainda não conhecia este livro. Mas gostei da capa e sinopse. E adorei a dica e a resenha. Pois estava a procura de um presente para uma amiga, e este livro é a cara dela. Ela adora um romance, com humor e finais felizes.

    beijos

    1. Rafaela Rodrigues comentou:

      Oi, Ana Lícia! Tomara que sua amiga goste bastante!!! 😀
      Beijos!

  10. Catharina comentou:

    Olaaa
    Poxa, ameei a resenha, terminei o livro recentemente e adorei haha também postei resenha la no blog e adorei a autora. Ótima dica e que bom que gostou.

    Beijos
    Reality of Books

    1. Rafaela Rodrigues comentou:

      Oi! Obrigada, Catharina! Esse livro realmente me agradou. (:
      Beijos!

  11. Oie, tudo bom?
    Ganhei esse livro de presente da minha sogra e já estou apaixonada antes mesmo de começar a leitura. Eu amo chick-lits e tenho certeza que vou curtir esse romance. A capa realmente ficou perfeita e espero ler o livro nesse mês ainda.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

  12. Oi, tudo certo?
    Não conhecia esse livro, e chick-lit realmente não é meu gênero favorita, mas acabei de ser convencido a ler hahaha.

    Amo quando os autores conseguem deixar a evolução do protagonista bem clara, e fico muito feliz quando os personagens secundários são bem desenvolvidos.

    Pelo o que você falou na resenha, eu já imaginei um possível final e estou torcendo pra que eu esteja errado, hahaha.

    Vou ler em breve!

  13. Uau, você falou tão bem do livro que agora eu NECESSITO ler ele haha
    Não é um gênero que me agrade e são raros os livros nesse estilo que me interessam, mas a sua resenha foi tão convincente que eu preciso ler para tirar minhas conclusões.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

  14. Oi Rafaela!!!
    você acredita que ainda não tinha visto esse livro? gosto muito de chick-lits mas ultimamente ando totalmente por fora de tudo kkk adorei sua resenha, e já estou maluca para lê-lo 😉
    bjs