Dia do Orgulho Nerd Amazon
Cinema 23dez • 2014

Wishlist de Adaptações #2: A Ilha dos Dissidentes

Continuando a lista de adaptações que eu ainda quero ver, escolhi um livro de um gênero muito negligenciado no Brasil, tanto na literatura como no cinema: ficção cientifica.

Depois de  Jogos Vorazes, as distopias se tornaram a nova moda na literatura, e como sempre, o cinema estava logo atrás. Divergente, Maze Runner, O Doador de Memórias, entre outros. Apesar de todo esse sucesso, a quantidade de distopias brasileiras ainda é baixa.

Por esse motivo, decidi escolher um livro que, na minha opinião, poderia ser um começo de uma nova onda de historias na literatura nacional.

4 – A Ilha dos Dissidentes – Bárbara Morais

A Ilha dos Dissidentes

A Ilha dos Dissidentes

Bárbara Morais

Editora: Gutemberg

Ano de Publicação: 2013

Número de Páginas: 306

Código ISBN:  9788582350751

Nota:

Comprar: Submarino | Livraria Cultura | Livraria Saraiva

Sinopse: Sybil é uma órfã de 16 anos, que nasceu em uma zona de conflito em uma região muito pobre da União, um dos dois grandes países em que o planeta está dividido, e no qual habita a humanidade em um futuro distante. A bordo do navio que sofre um terrível naufrágio, no qual morrem milhares de pessoas, a jovem é, estranhamente, a única sobrevivente. Testes revelam que ela tem uma mutação genética que a faz ter a capacidade de respirar embaixo d¿água. Na realidade, ela descobre fazer parte dos anômalos, um grupo de mutantes com habilidades sobre-humanas que surgiram na população como resultado de guerras nucleares e tempestades solares. A sociedade, porém, conflituosa e preconceituosa, considera-os como aberrações e eles são obrigados a viver isolados.

Quando a capacidade de Sybil é confirmada, ela é levada para viver com uma família adotiva em uma imensa cidade especial para mutantes. Com uma vida melhor que antes, novos amigos e uma escola onde desenvolver suas habilidades, logo se vê obrigada a retribuir tudo o que recebeu. O governo a convoca, junto com um grupo de outros jovens, para uma missão especial e confidencial, em uma ilha, em que será obrigada a usar suas capacidades para permanecer viva. Ela descobre, porém, que ser uma anômala é bem mais perigoso do que imaginava, e que está presa em uma intrincada engrenagem muito maior, da qual precisará escapar se quiser viver com liberdade.

Eu ouvi falar do livro antes da Bienal do Rio de 2013, e ele imediatamente entrou pra minha lista. Eu sou viciado em ficção cientifica e é praticamente impossível achar historias assim escritas por autores brasileiros. O livro é muito bom, a historia é envolvente, os personagens são distintos e fáceis de gostar. No geral, dos livros que li no ano passado, é um dos meus favoritos.

Diretor: Marcus Alqueres

Esse foi difícil de escolher. Como eu já disse, o cinema nacional está carente por filmes de ficção cientifica. Então decidi escolher um diretor independente.

Marcus Alqueres é um diretor e especialista em efeitos especiais brasileiro-canadense. Eu fiquei sabendo dele pelo curta The Flying Man, e eu fiquei muito impressionado. O estilo visual do curta não ficou devendo em nada para as produções cinematográficas de atualmente, e ele faria um otimo trabalho com um orçamento de uma produção maior.

Elenco

Na minha opinião, o filme deveria ser feito com atores iniciantes, que ainda não tiveram a chance de ser descobertos. Mas só pra dar um apoio visual, escolhi alguns atores que já são profissionais. Durante essa pesquisa, me dei conta de que não conheço praticamente nenhum ator brasileiro.

Sybil: Laura Neiva. Conhecida pelo curta À Deriva, pelo filme E Aí…Comeu? e pelas produções globais Saramandaia e O Rebu. Laura já tem experiencia como atriz e encararia facilmente um papel como esse.

Andrei: Chay Suede. Conhecido pelo programa Ídolos e pelas novelas Rebeldes e Império. Chay já se mostrou competente como ator e atrairia um público jovem para o filme.

Leon: Antônio Carlos Gomes. Mais conhecido Mussunzinho, já atuou em diversas novelas da Rede Globo, mais recentemente em Salve Jorge e Malhação. Participar de uma série de filmes seria uma forma dele se solidificar como ator no cinema nacional.

A Ilha dos Dissidentes poderia ser um começo de uma nova fase no cinema nacional, valorizando as historias fantásticas ou futurísticas que nós leitores tanto amamos. Sinceramente, espero muito que isso aconteça.

E vocês, quais livros gostariam de ver como filmes?

21dez • 2014

Wishlist de Adaptações #1: A Menina Mais Fria de Coldtown

Final do ano chegando, os filmes mais importantes já saíram e os do ano que vem ainda estão longe. Já que ainda não tive a chance de assistir A Esperança e não...

20dez • 2014

Promoção: Sorteio de Natal e Ano Novo Literário

Como estamos em clima de Natal e Ano novo, o blog La Oliphant juntou-se com mais 88 blogs/autores para uma enorme festa o/Que tal iniciar seu 2015 com estante cheia? São...

19dez • 2014

In Your Eyes

In Your Eyes é um romance dirigido por Brin Hill e ainda sem previsão de lançamento no Brasil. O filme irá narrar a história de Rebecca e Dylan, duas...

13dez • 2014

Minha complicada relação com sagas

A situação que vamos narrar hoje é comum para muitas pessoas: Quem nunca entrou numa livraria e viu aquele livro de capa maravilhosa e enredo interessante e não resistiu de levá-lo para casa?!...

09dez • 2014

Você tem uma nova mensagem!

Algum de vocês já se apaixonou por alguém que nunca chegou a conhecer, ou apenas conheceu depois um certo tempo conversando no mundo virtual?! Pergunto isso porque eu tenho uma pequena paixão por...

05dez • 2014

Uma Canção Para A Libélula, por Juliana Daglio

Uma Canção Para a Libélula é um romance nacional escrito por Juliana Daglio e publicado pela Editora Deuses....

1 113 114 115 116 117 123
Siga o @laoliphantblogInstagram