livros
Categoria(s): livros

Beleza Perdida, por Amy Harmon

de Amy Harmin
Título Original: Making Faces
Gênero do Livro: New Adult, Contemporâneo, Romance
Editora: Verus
Ano de Publicação: 2015
Número de Páginas: 336
Código ISBN: 9788576863748
Sinopse: Ambrose Young é lindo — alto e musculoso, com cabelos que chegam aos ombros e olhos penetrantes. O tipo de beleza que poderia figurar na capa de um romance, e Fern Taylor saberia, pois devora esse tipo de livro desde os treze anos. Mas, por ele ser tão bonito, Fern nunca imaginou que poderia ter Ambrose... até tudo na vida dele mudar. Beleza perdida é a história de uma cidadezinha onde cinco jovens vão para a guerra e apenas um retorna. É uma história sobre perdas — perda coletiva, perda individual, perda da beleza, perda de vidas, perda de identidade, mas também ganhos incalculáveis. É um conto sobre o amor inabalável de uma garota por um guerreiro ferido. Este é um livro profundo e emocionante sobre a amizade que supera a tristeza, sobre o heroísmo que desafia as definições comuns, além de uma releitura moderna de A Bela e a Fera, que nos faz descobrir que há tanto beleza quanto ferocidade em todos nós.

Beleza_02

Beleza Perdida é um New Adult escrito pela autora Amy Harmon e publicado no Brasil pela Editora Verus. Amy é a autora de mais sete livros de sucesso, sendo este seu primeiro livro publicado aqui no Brasil.

Fern Taylor nunca se considerou a menina mais bonita do mundo, pelo contrário, desajeita e com cabelos ruivos, a garota nunca se destacou por sua beleza e sempre se escondeu atrás dos seus romances como uma forma de tornar as coisas mais fáceis para si. Na companhia de seu primo – e melhor amigo – Bailey, Fern procurava tentar esconder a sua paixão secreta por Ambrose Young, o cara mais lindo que todos já tinham visto e alguém que Fern sabia que jamais olharia para ela com outros olhos.

“- Você age como se beleza fosse a única coisa que faz as pessoas serem dignas de amor – Fern retrucou. – Eu te não te amava só porque você era bonito! – Ela disse a palavra com A bem alto, embora tivesse tropeçado nela.”

Quando Ambrose e os amigos decidem se alistar para o exército, Fern promete para si mesma que não iria mais ser a mesma pessoa que ele conheceu na escola. Os anos passam devagar e Fern assiste as pessoas a sua volta mudarem e crescerem, mas não consegue tirar do seu coração o amor que sente por Ambrose, questionando se teria coragem de finalmente declarar seu amor por ele quando o mesmo voltasse para casa.

Eis que o dia finalmente chega, mas Ambrose não é mais o mesmo garoto que Fern conhecia no Ensino Médio. Agora ele carregava a dor de ter visto seus melhores amigos morrerem em batalha e feridas que eram bem mais profundas do que as marcas da guerra deixadas em seu rosto. Seriam ambos, Fern e Ambrose, encontrar o amor apesar de todas as cicatrizes que ambos carregavam?

Beleza_03

Beleza perdida é um livro de tirar o fôlego. Narrado em terceira pessoa, a autora altera o foco da narrativa entre Ambrose, Fern e alguns outros personagens secundários da história, fazendo com que o leitor possa conhecer cada pedaço do universo criado, se envolvendo completamente com a proposta do livro. Quando se trata de New Adults, eu sempre fico um pouco preocupada com narrativas em terceira pessoa, mas Amy Harmon me surpreendeu com a forma como ela trabalhou essa narrativa dentro do livro, não deixando nenhum detalhe escapar e fazendo com que tudo fluísse de forma que era impossível deixar o livro de lado.

“Você poderia nem ter notado o Bailey se ele tivesse nascido saudável, lutando na equipe do pai, agindo como qualquer outro cara que você conheceu. Boa parte da razão pela qual ele é tão especial é porque a vida o esculpiu dessa forma incrível.”

O enredo é completamente diferente do que eu estava esperando. Quando se trata de New Adult sempre esperamos algo clichê, aquela história de amor que já vimos mais de uma vez e mesmo assim continuamos gostando. Mas, Beleza Perdida está bem longe de ser clichê, pelo contrário, a história nos trás personagens originais, que não são nem um pouco parecidos com outros que vemos por aí.

Beleza_05

Ao invés de eu me deparar com a história da menina que se acha feia e chama a atenção do cara bonito, nós temos uma garota que não se importa tanto com o fato de não chamar a atenção dos garotos por causa da sua aparência e de um garoto que não está a procura de alguém para lembrá-lo das suas qualidades físicas, mas de alguém que consiga ver além do seu rosto bonito.

” – Eu sempre achei que significa que todos nós temos gostos diferentes, preferências diferentes…sabe? Alguns caras se concentram nas pernas, alguns preferem as loiras, alguns gostam de mulheres de cabelos longos, esse tipo de coisa. Eu nunca pensei sobre isso, na verdade, não antes deste momento, mas talvez você veja beleza em mim porque você é bonita, não porque eu sou.”

Ambos os personagens principais do livro carregam inseguranças e medos que os tornam ainda mais interessantes. Durante toda a história, acompanhamos o desenvolvimento desses personagens de uma forma que vai muito além do romance ou mesmo da questão bonito/feio que é abordada de forma tão maravilhosa dentro da história.

Beleza_06

Fern me ganhou na sua personalidade. Mesmo ouvindo as pessoas dizerem que ela não era bonita o suficiente, nunca deixou que os comentários afetassem sua personalidade. Mesmo sabendo que não seria uma modelo de capa de revista, ela se manteve a pessoa boa e dedicada aos amigos que sempre foi e isso a tornava especial, bonita por dentro. É uma personagem que não tinha as características de alguém que constantemente se sente inferior, pelo contrário, ela buscava sempre celebrar a beleza de quem estava a sua volta, mas sem deixar que o fato de não ser considerada bonita, a fizesse pensar menos de si mesma.

“- Existem vários rapazes mais carentes… e mais feios… do que você nessa cidade, e ainda assim você é o único pelo qual a Fern já demonstrou qualquer interesse. – O pastor riu. – Se a questão é altruísmo, porque a Fern não está por aí tentando fundar um abrigo para homens feios desviados?”

Ambrose, ao contrário de outros personagens de New Adult, sempre teve um desconforto com o fato de ser bonito. Não queria que as pessoas o vissem apenas pelo rosto que tinha e quando volta da guerra ele começa a se questionar se a beleza era realmente a única coisa que ele tinha para oferecer a alguém. Isso fez com que eu me apaixonasse por ele logo nos primeiros capítulos. Principalmente porque a autora não trabalhou com características como “pegador”, “galã” ou mesmo “babaca”. Ele era um cara legal, bonito demais e apaixonado por luta. Ele queria amar e ser amado como qualquer outra pessoa.

Beleza_04

Os personagens secundários do livro são extremamente bem desenvolvidos. Isso foi o que mais me surpreendeu na história. Mesmo aqueles que não apareciam com frequência nos capítulos tiveram seu espaço de importância no livro e não foram esquecidos pela autora. Para mim, Bailey foi o que mais me encantou, principalmente por causa da sua história e a maneira como ele via a vida a sua volta.

“- Porque coisas terríveis acontecem com todo mundo, Brosey. Ficamos tão voltados para os nossos próprios problemas que não vemos a merda em que as pessoas estão chafurdando.”

O universo criado por Amy Harmon vai muito além de uma história de amor entre dois jovens que se perderam um do outro durante algumas páginas do livro. É um livro que nos obriga a repensar a forma como vemos o mundo a nossa volta, e que nos faz olhar para nós mesmos diante dos espelho e talvez mudar a forma como nos vemos.

Beleza Perdida é uma leitura intensa, envolvente. Um livro que nos trás personagens apaixonantes, imperfeitos que nos conquistam nas suas inseguranças e que nos permitem crescer e desenvolver com eles durante a leitura. É impossível não se emocionar a cada capítulo e não desejar ficar naquele universo mesmo quando a leitura já acabou.

Gostou? Compartilhe!pinterest twitter facebook
Débora Costa

Uma intelectual contemporânea que entende a importância da convergência de mídias, telas e narrativas. Acompanhando mais séries do que deveria e não consigo fazer uma coisa de cada vez. Ainda quero escrever um romance de época um dia.

Deixe seu comentário

  1. Oi Débora, tudo bem?
    Uau, adorei a premissa desse livro! Não sou muito de ler New adults, mas esse com certeza quero ler!
    Achei os personagens tão diferentes! Estou tão acostumada a ler livros que o cara é um babaca ou metido a pegador que só de ouvir falar em um personagem que não prioriza a beleza, já me deixa muito animada para querer ler!
    Espero em breve adquirir e realizar essa leitura.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

  2. Uau, me deu uma super vontade de ler, vou coloca-lo na minha lista.
    Adorei demais o seu blog, me deu vontade de entrar na tela e ficar nele para sempre. – e isso foi muito sério.
    Beijos. *-*

  3. Oi Débora!
    Recebi de surpresa da editora o livro, e estou muito curiosa para ler! É a primeira resenha que leio dele, e vai ser minha próxima leitura, no momento estou lendo Matando borboletas da editora.
    Adoro new adult, e gostei principalmente de saber que esse tem uma profundidade, e não fica apenas no galã ou bad boy ou menininha indefesa. Gosto de livros que me fazem repensar a vida, como você disse. Vou fazer a leitura cheia de expectativas, espero não me decepcionar!
    Beijos

  4. Oi Débora!
    Assim que vi a capa de Beleza Perdida nos lançamentos da Verus foi amor à primeira vista. Os New Adults que chegam às livrarias ultimamente são tão clichês que até fazem o leitor desanimar um pouco. Acredito que Fern não sendo uma personagem cheia de mimimi e com o sentimento de inferioridade, já tem tudo para ganhar o leitor.
    É importante o livro abordar esse tema estético, já que hoje muitos utilizam essa classificação de bonito/feio, quando na verdade a beleza não é tudo que você pode oferecer a alguém, assim como Ambrose se preocupava. Fiquei ainda mais curiosa com relação ao livro por saber que ele não é superficial, mas bonito e profundo.
    Beijos!

    Rafaela, Eterna Leitora.
    http://www.eterna-leitora.blogspot.com.br

  5. Carol comentou:

    Oi Débora!
    Nossa, você não imagina como é bom ouvir falar de um NA que não é clichê. Sou fã do gênero mas estou tão cansada de ler sempre histórias previsíveis demais, que estava ficando com receio de pegar um livro desses e não gostar. Mas sua resenha me deixou muito curiosa para ler este livro. Vou procurar saber mais sobre ele.
    Beijos
    Carol
    www,sobrevicioselivros.com

  6. Samara comentou:

    Menina, sua resenha ficou ótima! Super instigante e, mesmo não gostando muito de releituras de contos de fadas, eu fiquei super interessada! O fato de o mocinho ter ido para a guerra achei bem diferente. Vou anotar a dica aqui e adquirir quando der! 😉

  7. Oláá
    Eu recebi o livro da Verus e espero ler em breve, sua resenha me deixou bem curiosa por ter falado bem dos personagens, fico feliz que seja algo diferente, espero gostar bastante e acapa está bem bonita.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

  8. Oie! Tudo bem?

    Confesso que quando vi uma foto desse livro no instagram de uma blogueira, não me senti atraída por ele. Talvez seja a capa… Não achei muito bonita. Mas, NOSSA! Essa resenha tá sensacional. Logo de início, indentifiquei-me com alguns aspectos que permeiam os pensamentos de Fern. Ao longo da leitura achei que seria mais uma história previsível, bom saber que não é tão clichê assim! 😀 Eu gosto de narrativas em terceira pessoa, rsrs. Os personagens parecem-me cativantes! 😀 Adicionado à lista de desejados. Beijos!

  9. Nossa que resenha maravilhosa, gostei bastante e estão dizendo por ai que é uma releitura de A Bela e a Fera , acho que é bem parecido né?
    Gostei bastante de sua resenha e fiquei curiosa para saber mais da história.
    Mil beijos !!

  10. Vanessa comentou:

    Olá!
    Gostei bastante desse livro, amo romances e esse pareceu ser daqueles que mexem muito com os sentimentos da gente e que faz ficar pensando nos acontecimentos da história quando não estamos lendo, deve ser bem envolvente.

    luadeneon.com

  11. O livro parece ser bastante interessante, mas pelo fato de não ser o que estamos acostumados a ler, como você mesma disse, o lindão da história não é babaca e pegador e a mocinha não é aquilo que vemos na maioria dos livros… Adorei a resenha, está muito bem escrita e desenvolvida!

    Abraços e até!

    http://lendoferozmente.blogspot.com.br/

  12. Nesses rolês pela internet fiquei sabendo desse novo subgenero dentro do New Adult, não lembro o nome, mais sei que é nesse estilo de livro, falando sobre personagens que voltaram da guerra e etc. Achei interessante, esse parece ser um bom livro para começar. E né, sempre que vejo um NA novo vou correndo ler por que sou a louca desse gênero! AHAH Espero conseguir ler logo!!

    http://www.livrologias.com/

  13. Recebi esse livro da editora e no inicio fiquei com receio, pois não é bem meu estilo, até leio alguns NA, mas são poucos, no entanto, quando as resenhas de Beleza Perdida foram publicadas, fiquei muito animada, mas será minha colunista que irá ler, talvez eu compre o exemplar mais para frente. 🙂

    http://www.daimaginacaoaescrita.com

  14. Quero muito ler esse livro, parece ser lindo! Eu não sabia que era um NA, mas realmente, ele parece fugir do clichê e ser bem profundo. E acho legal abordar essa questão de traumas de guerras, até porque, a cultura americana parece estimular muito as guerras, então é bom ver o outro lado.
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

  15. Oi, tudo bem?

    Eu amei ler esse livro e também achei bem diferente do que eu tinha em mente. A mensagem que esse livro passa é muito bonita. Acho que a editora deveria ter mantido o título original, pois tinha muito mais a ver com a história.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/