Resenhas 14nov • 2016

O amor nos tempos de #likespor Pam Gonçalves, Bel Rodrigues, Hugo Francioni, Pedro Pereira

O livro no Skoob e no Goodreads.

Editora: Galera Record
Ano de Publicação: 2016
Número de Páginas: 270
Código ISBN: 978-85-01-07558-1

Obs: Livro cedido em parceria com a editora.

Comprar: Livraria CulturaLivraria SaraivaAmazon

Sinopse: Quatro grandes booktubers se unem em uma coletânea que reinventa contos românticos na era digital Os tempos mudaram, mas e o amor? Continua a dar aquele frio na barriga e fazer os jovens atravessarem quilômetros para viver uma paixão? Em O Amor nos tempos de #likes, quatro booktubers se inspiram em três histórias da literatura para criar suas versões de contos românticos na era digital. Uma bela, jovem e famosa youtuber com medo do amor; um casal inesperado em um encontro às escuras (literalmente) e dois meninos apaixonados por livros tentando entender quem são e o que querem são os protagonistas destes contos que evocam Orgulho e Preconceito (Pam Gonçalves), Dom Casmurro (Bel Rodrigues) e Romeu e Julieta (Pedrugo).

O amor nos tempos de #likes é um livro escrito de forma colaborativa por Pam Gonçalves, Bel Rodrigues, Hugo Francioni e Pedro Pereira. Publicado pela Galera Record, o livro traz uma coletânea de três contos que reinventam e se inspiram em personagens e histórias clássicas adoradas por muitos leitores: temos adaptações de Orgulho e Preconceito (obra de Jane Austen), Romeu e Julieta (Shakespeare) e de Dom Casmurro (de Machado de Assis).

amor-nos-tempos-de-likes-1

São três contos e vou tratar deles na ordem em que aparecem no livro. O primeiro é Próximo destino: Amor, escrito por Pam Gonçalves. No conto, temos a famosa vlogger Liz, que leva uma vida exposta em seus vídeos, posts e “snaps”, com toda a sua saudade dos tempos de anônima e Wil, jovem empresário, sem tempo para absolutamente nada que não seja trabalhar por conta da necessidade de cuidar dos negócios da família e arrecadar dinheiro para os tratamentos de sua irmã, Giovana. Os dois se conhecem quando o aeroporto para de funcionar devido ao mau tempo e aí começa o desenrolo de uma história entre a menina que tem medo de se abrir para os outros e o rapaz que não tem tempo para se abrir para os outros. É inspirado em Orgulho e Preconceito e, de fato, podemos reconhecer diversas referências da obra de Jane Austen durante o conto, mas com uma pegada de drama.

Em seguida, (Re)começos, da Bel Rodrigues. Acompanhamos a personagem Madu em sua própria redescoberta após um relacionamento abusivo e um término de amizade bem próxima. Madu, garota forte, filha de uma famosa jornalista, apaixonada pelo youtuber Ed do canal Letra e Música, e prestes a completar seus dezoito anos, viaja para Búzios como presente de aniversário e, lá, decide aproveitar as coisas pequenas, a liberdade e, de certo modo, recomeçar. Logo em sua primeira noite, decide ir a um pub que promove encontros às escuras e encontra um rapaz com a voz tão familiar…Enfim, a personagem Maria Eduarda é ou parece ser inspirada na Capitu de Machado de Assis, com seus olhos e ares misteriosos, sua força, personalidade e opinião fortes. O conto de Bel é cativante, e ela conseguiu dar vida a uma personagem realmente interessante.

amor-nos-tempos-de-likes-3

O último conto do livro é escrito em parceria entre Hugo e Pedro. Uma releitura de Romeu e Julieta, onde temos Ramon e Júlio, dois jovens que se conhecem em um grupo de escrita e, após um pedido de amizade aceito, uma história de amor de esquentar o coração surge. Esqueça as famílias inimigas e briguentas, o que temos aqui é pior (ou melhor?): 337km – que também intitula o conto – é a quantidade de espaço separando os dois. Gostei do conto? É, passou. Mas acho que alguns pontos poderiam ter sido mais desenvolvidos, e em alguns momentos achei cansativo. Entretanto, o casal é um amor e foi impossível não gostar, mesmo que um pouquinho, do conto.

Uma coisa legal a respeito da produção do livro é que os autores são todos amigos, se conhecem há um bom tempo e são booktubers – possuem canais literários no YouTube. Segundo relato presente no próprio livro, eles também utilizaram bastante a internet para escrever: nos agradecimentos, até mesmo o Google Hangout teve seu reconhecimento. Não só o título e a histórias nos mostram sobre amores em era digital, mas o próprio livro nos prova como a escrita e as relações podem funcionar em meio a tantas ferramentas, aplicativos e cliques.

amor-nos-tempos-de-likes-2

Me interessou a forma como os três contos foram interligados de modo muito sutil: os autores fizeram uso de “itens” que, ora faziam parte do cenário de uma história, ora eram parte do enredo da outra, e por aí vai. Também foram várias as utilizações de termos da internet, ou de situações envolvendo a mesma, bem de acordo com o título do livro. A diagramação do livro é adorável, e a leitura é rápida. O amor nos tempos de #likes é perfeito para um dia tranquilo ou para aqueles momentos em que você quer ler algo não muito grande: por serem só três contos, pode escolher ler um, dois, ou devorar todos de uma vez – ou até em diferentes momentos do dia.

Gostei, da leitura, me surpreendi positivamente com o livro e, só pra deixar registrado, estou encantadinha pela escrita da Bel Rodrigues. É isso, pessoal, espero que leiam, gostem ou não, e aproveitem a leitura, de qualquer modo.

Rafaela Rodrigues ver todos os artigos
Estudante de Letras Port/Inglês/Literaturas, viciada em livros, textos e séries. Português ou inglês? Ah, tá muito ocupada com um desses hobbies pra poder decidir. É prima (bem) distante da Beyoncé e um dia vai ser dona de uma editora e lançar todas as continuações dos livros que gosta, mas que nem os próprios autores quiseram escrever.

Posts relacionados

Comente com o Facebook

Comente pelo WordPress

Siga o @laoliphantblogInstagram