Resenhas 23jun • 2019

Angústia na Cidade do Caospor Lennon Lima

O livro no Skoob e no Goodreads.

Gênero do Livro: Romance, Suspense, Mistério
Editora: Multifoco
Número de Páginas: 348
Código ISBN: 9788582735053

Obs: Este livro foi cedido pelo autor em parceria para resenha.

Comprar:

Sinopse: E a Angústia veio a cair na Cidade do Caos. Revestida de carne humana e trajes civis. A carne, caucasiana. Os trajes, masculinos. O semblante? Banal. Estirada no capinal costeiro a um cemitério clandestino, é descoberta pelo coveiro de uma comunidade miserável assolada pelo poder paralelo. Ferida, mas não ensanguentada. Confusa, mas sã. Preocupada, mas determinada… Sem recursos, sem identidade, sem passado. Acolhida na casa do jardim de cadáveres, inicia busca para desvendar os mistérios que envolvem o seu passado e a causa de se encontrar em ambiente tão árido – e perverso. Conforme testemunha fenômenos perturbadores ao interagir com os habitantes da favela, descobre-se em uma jornada que excede os limites do consenso de realidade, que desafiará a sua aptidão de permanecer imune aos silvos ardilosos da loucura…

Uma das coisas que eu mais gosto no La Oliphant é a oportunidade que ele me dá de conhecer novos livros, novos autores e sair da minha zona de conforto. Angústia na Cidade do Caos, sendo bem honesta, não é um livro que eu leria sem uma indicação – o que é uma pena, porque a escrita de Lennon Lima tem um toque especial e, embora o livro tenha alguns pontos negativos, os diálogos e a narrativa inteligente do autor fazem essa leitura valer muito a pena.

Angústia na Cidade do Caos vem com uma proposta de enredo diferente, um mistério em torno do protagonista que não sabe o próprio nome e nem como foi parar em um cemitério clandestino. Apesar da proposta interessante e do universo distópico que ajuda a compor o enredo, são os diálogos sagazes de Lima que fazem com que a leitura de Angústia na Cidade do Caos seja tão prazerosa.

A narrativa do livro conversa com o leitor ao longo do enredo, o que me surpreendeu bastante. No começo, confesso que eu achei que estava lendo errado, só depois, quando o narrador continuou me fazendo perguntas e interagindo comigo em alguns pontos, que eu percebi que era real e que eu estava sendo convidada a opinar e, de certa forma, fazer parte daquele enredo. Uma escolha arriscada do autor? Sim, mas muito inteligente também.

A construção do enredo foi o meu ponto de maior dificuldade durante a leitura de Angústia na Cidade do Caos. O enredo demora a nos dar informações sobre o universo e sobre os personagens inseridos nele, o que deixa a leitura um pouco confusa se você não estiver acostumado com o gênero. Lima apresenta muitas informações, muitos personagens, muitas histórias paralelas e informações que, se não forem absorvidas da maneira correta o leitor pode se perder.

Eu gostei muito como os personagens vão se entrelaçando ao longo da leitura, mas ao mesmo tempo eu senti que faltou profundidade emocional, principalmente em relação ao protagonista. Embora você conhecesse os personagens, você não tinha uma profundidade emocional do que os motivava ou do que eles realmente queriam. Eu senti que tudo ficou um pouco superficial demais para o que eu estava esperando.

O protagonista do livro continua um mistério para mim, que foi um ponto que me incomodou bastante. Eu gosto muito quando o autor brinca com o mistério da identidade e tudo mais, mas quando isso se estende por muito tempo e você começa a não conseguir as respostas que você precisa para manter o interesse na leitura, é meio frustrante. Para a minha sorte, os personagens secundários do livro se mostraram mais interessantes que o protagonista em si.

Angústia na Cidade do Caos também levanta umas questões interessantes, principalmente porque o enredo se passa no que nós chamamos de “terra de ninguém”, então as leis são bem distorcidas e é – literalmente- cada um por si e Deus por todos. Um dos pontos que mais me chamou atenção foi quando um dos personagens levanta a questão do que é certo ou errado e quem é que decide isso. Foi algo que realmente me fez pensar durante a leitura – obrigada JB por isso.

Lennon Lima tem um potencial muito interessante na sua escrita. Eu gosto da forma como ele conduz a narrativa e como não tem medo de propor algo novo ao leitor. Ainda assim, eu acho que faltou um pouco de organização e foco em Angústia na Cidade do Caos.  O enredo traz muitas coisas novas, muitas propostas diferentes, o que deixa o leitor confuso, embora entretido com o enredo.

Angústia na Cidade do Caos foi uma experiencia completamente fora da minha zona de conforto. Uma leitura que exigiu de mim mais do que o que eu estou acostumada, que me obrigou a refletir sobre muitos aspectos e me deixou realmente curiosa para entender a origem do protagonista. Infelizmente terei que esperar pela continuação dessa história para mergulhar mais uma vez todo o mistério em torno do universo que Lennon Lima está criando.

Débora Costa ver todos os artigos
Escritora melancólica nas horas vagas, publicitária hiperativa no dia a dia. Viciada em Oasis, uma eterna apaixonada por Beatles. Leitora compulsiva de livros de steampunk. Futura autora de um livro sobre viagem no tempo.

Posts relacionados

Comente com o Facebook

Comente pelo WordPress

4 Comentários

  • Elizete Silva
    24 jun 2019

    Olá! O livro parece ser bem intenso, daqueles que vai exigir bastante de nós durante a leitura, o título em si já era um prenúncio né, só ele já nos faz refletir muito sobre tudo que o enredo promete, e mesmo que possamos sentir falta de algumas informações ou que elas demorem muito a chegarem até nós, acredito que é uma leitura bastante válida, justamente para nos tirar da nossa zona de conforto e nos desafiar a explorar novos gêneros e autores.

  • Tereza Cristina Machado
    24 jun 2019

    “Lima apresenta muitas informações, muitos personagens, muitas histórias paralelas e informações que, se não forem absorvidas da maneira correta.”
    Senti uma falta da continuação dessa parte, se não for de maneira correta o que?! Foi só impressão minha ou também faz parte de acordo com o livro? Ou no fim eu que não entendi mesmo(confusão)hahahahahaha
    Eu gosto de livros questionadores, fazer pensar é um exercício difícil hahaha mas eu fiquei confusa em relação ao que esse protagonista tem nessa história mas só lendo mesmo né?! Fica aqui registrado a indicação, gosto de ler o blog justamente por também pegar indicações dos quais eu também nem saberia que existe, gosto dessa via de mão dupla hahaha 😉

    • Débora Costa
      24 jun 2019

      Oi Tereza, foi um erro na digitação mesmo, obrigada por sinalizar nos comentários. Ainda assim, acho que vale muito a pena você conhecer Angústia na Cidade do Caos, é uma excelente experiência para quem quer sair da zona de conforto.

  • Rayane B. de Sá
    24 jun 2019

    Oiii ❤ Concordo com você que também não leria esse livro sem uma indicação. Como não faz parte dos gêneros que estou acostumada a ler, passaria longe desse livro.
    Mas, depois de ler a resenha, acho que vale a pena sair um pouco da zona de conforto e dar uma chance para essa leitura.
    É uma pena que o protagonista não seja tão bem trabalhado, adoro personagens com profundidade, pois eles têm muito a engrandecer a leitura. Pra mim, isso é algo que considero muito importante em uma trama.
    Quero saber o que aconteceu com o protagonista para que eles perdesse a memória, porquê está num capinal perto de um cemitério e quais serão as coisas sobrenaturais que presenciará.
    Obrigada pela indicação de leitura ❤

  • Siga o @laoliphantblogInstagram