Resenhas 23maio • 2019

O Bicho da Sedapor Robert Galbraith

O livro no Skoob e no Goodreads.

Título Original: The Silkworm
Gênero do Livro: Thriller, Mistério, Ficção
Editora: Rocco
Ano de Publicação: 2014
2º livro da série Cormoran Strike
Número de Páginas: 464
Código ISBN: 9788532529497

Obs: Este livro foi cedido pela editora em parceria para resenha.

Comprar: Amazon

Sinopse: O detetive Cormoran Strike retorna no novo mistério de Robert Galbraith, autor do best-seller internacional 'O Chamado do Cuco'. Quando o escritor Owen Quine desaparece, sua esposa vai a procura de Strike. De início, a Sra. Quine pensa que seu marido apenas se afastou por conta própria, por uns dias — como já tinha feito antes — e ela pede a Strike para que o encontre e o traga para casa. Mas conforme Strike investiga o caso, se torna claro que há mais no desaparecimento de Owen do que sua mulher pensa. O escritor havia terminado um manuscrito contendo descrições venenosas de quase todos que conhecia. Se o livro fosse publicado, poderia arruinar vidas: o que significa que existiam várias pessoas que poderiam querer silenciá-lo. Quando Quine é encontrado brutalmente assassinado em circunstâncias bizarras, a investigação se torna uma corrida contra o tempo para entender a motivação de um assassino impiedoso, um assassino como Strike nunca havia visto antes.

Eu tinha muitas preocupações quando peguei O Bicho da Seda para ler. Primeiro, eu não confio muito em continuações e nunca sei o que realmente esperar delas. Segundo, O Chamado do Cuco havia deixado bastante espaço para que o autor seguisse por qualquer caminho o que, em alguns casos pode ser um problema. Para a minha sorte, Robert Galbraith tinha toda a sua trama muito bem bordada, o que só tornou a leitura dessa continuação ainda mais prazerosa.

O Bicho da Seda chega exatamente oito meses depois de Strike solucionar o caso de Lula Landry, o que rendeu a ele uma certa fama indesejada e alguns casos que o ajudaram a estabilizar os seus problemas financeiros. Uma das minhas principais preocupações com O Bicho da Seda era o desenvolvimento dos protagonistas do livro, Cormoran e Robin, já que no primeiro livro da série, embora trabalhassem juntos, não tiveram muito espaço para criar uma certa intimidade.

“…Owen era um homem largo, corpulento e pálido de uns sessenta anos, cabelo branco amarelado revolto e uma barba pontuda de Van Dyke…”

Eu gosto muito como Galbraith traz uma escrita ainda mais madura para o segundo livro. O autor tem um cuidado visível no desenvolvimento dos seus personagens, criando um excelente equilíbrio com a parte principal do enredo, que é a investigação. Neste segundo livro, Galbraith soa muito mais seguro na sua escrita, explorando mais o emocional dos seus personagens, seus desejos e envolvendo o leitor numa trama que vai muito além do caso a ser investigado por Cormoran Strike.

O relacionamento do detetive e sua secretária ganhou uma profundidade interessante. Neste segundo livro percebemos que ambos estão mais relaxados um com o outro e já tem uma certa intimidade. É também o primeiro momento que percebemos como Strike realmente enxerga a Robin, o que me deixou bastante realizada já que a química entre os dois é inegável. Eu também gosto muito do fato de ele tratá-la sempre como uma igual, investindo seu tempo para ensiná-la tudo o que sabe.

Uma das minhas maiores reclamações no primeiro livro foi não ter visto tanto da Robin como eu gostaria, o que muda bastante nesse segundo livro. Galbraith aprofunda bastante na personagem ao longo do enredo e podemos perceber que a relação dela com o noivo talvez não seja tão maravilhosa como O Chamado do Cuco deu a entender. Na verdade, Matthew é um dos novos personagens que eu menos gostei de conhecer, mas eu também sei que ele é um dos pontos fortes que o leitor tem para entender quem era a Robin antes de Cormoran.

“— O mundo todo escreve romances que ninguém lê.”

A verdade é que a química entre os dois contribui bastante para o envolvimento do leitor no enredo. Gosto muito como Robin começa a querer mais do trabalho dela, exigindo que Cormoran dê o reconhecimento que ela merece. Eles têm uma comunicação direta, sem rodeios, e isso fortalece ainda mais o trabalho deles enquanto parceiros. Galbraith consegue traduzir muito bem a confiança que foi construída ao longo dos oito meses em que estão trabalhando juntos.

Para ser bem sincera, o caso investigado nesse segundo livro me pareceu mais interessante do que o do primeiro. Não sei se foi toda a atmosfera literária ou o fato de o autor desaparecido soar com um ego muito maior do que ele próprio, mas o mistério a ser desvendado em O Bicho da Seda foi muito mais gostoso e envolvente do que eu estava esperando. Acho, inclusive, que ele conquista o leitor pela empatia criada em torno da esposa desesperada.

O desenrolar da investigação é muito instigante. São diversos suspeitos, todos com motivos sólidos para estarem envolvidos nos acontecimentos que se seguiram ao desaparecimento do autor e, ainda assim, nenhuma conexão que fizesse o leitor apostar em alguém. Eu gostei dessa sensação de não saber exatamente em quem confiar, de acreditar e ao mesmo tempo suspeitar de todo mundo. No final, o desenrolar do enredo, mais uma vez, traz um plot twist completamente inesperado e deixando o leitor perplexo com tudo o que é revelado.

Vocês estão lendo uma resenha de alguém que acabou de entrar no mundo dos thrillers policiais e eu não vou esconder que estou completamente apaixonada pela escrita de Galbraith e seus personagens. O enredo te prende do início ao fim, os diálogos são maravilhosos e o desenvolvimento dos personagens te deixa ansiando pelo próximo livro. Eu acredito que, mesmo que não tivessem descoberto J.K. Rowling por trás do autor desconhecido, ainda assim, Galbraith iria conquistar seu lugar ao sol.

Débora Costa ver todos os artigos
Escritora melancólica nas horas vagas, publicitária hiperativa no dia a dia. Viciada em Oasis, uma eterna apaixonada por Beatles. Leitora compulsiva de livros de steampunk. Futura autora de um livro sobre viagem no tempo.

Posts relacionados

Comente com o Facebook

Comente pelo WordPress

5 Comentários

  • Rayane B. de Sá
    30 maio 2019

    Oiii ❤ Graças à resenha de O Chamado do Cuco do blog, comecei a ler essa série e até o momento estou adorando fazer a leitura do primeiro livro ❤ Está sendo uma boa experiência sair da minha zona de conforto ao ler esse livro. Espero que essa série continue boa e que os outros livros me surpreendam.
    Fico feliz que a escrita do segundo livro está mais madura, adoro esse tipo de evolução ao decorrer de séries de livros.
    Estou adorando a interação entre Robin e Strike, eles têm muita química e trabalham muito bem juntos.
    Estou curiosa pra saber como esse assassinato vai ser solucionado e sobre o tal livro que muita gente estava interessada que não fosse publicado.
    Não vejo a hora de terminar O Chamado do Cuco pra poder começar O Bicho da Seda ❤

  • Elizete Silva
    27 maio 2019

    Olá! Deu para perceber que a história só melhora o que é maravilhoso para nós leitores. Normalmente quando eu começo um livro, não tem como não “shippar” aquele casal que eu gostei tanto, ainda mais quando os dois tem tanta química, como parece ser o caso de Cormoran e Robin, novamente temos uma investigação que nos deixará ansiosas para chegarmos ao final do livro, ainda mais sabendo, que aparentemente, não adianta criar muitas teorias, já que o autor sempre consegue nos surpreender.

  • Rayssa Bonai
    24 maio 2019

    Olá! Também não confio muito em continuações, em parte por ter medo de que o autor estrague de certa forma o que foi construído no livro anterior, mas em contrapartida gosto de ler mais sobre os personagens que me conquistaram no primeiro livro, então não posso negar que tenho uma certa queda por continuações kkkk.
    Me alegra saber que nesse livro Robin teve mais destaque e que a relação dela com Cormoron ganhou certa intimidade. Só de ler suas resenhas sobre os livros dessa série, já percebi que eles têm muita química.
    Beijos!

  • Angela Cunha
    24 maio 2019

    Ando acompanhando atenta a tudo que está saindo sobre estes livros nos últimos dias e com certeza, a saga é uma das mais comentadas.
    E acredito também que não é pelo fato de ser da J.K.,mas sim, por ela ter apresentado enredos tão fascinantes.
    Esse lado do suspense, crimes, investigações sempre renderam ótimas histórias e a autora soube conduzir muito bem tudo isso.
    Espero ter a oportunidade de conferir todos os livros!!!
    Beijo

  • Tereza Cristina Machado
    23 maio 2019

    Descobrir a identidade da autora já foi uma elucidação de um grande caso né?! Não adianta esconder nada rs!
    A sequência aqui no blog está ótima, mesmo não conhecendo as histórias já me sinto familiarizada com as informações que leio aqui.
    Eu gosto de suspense e mais nesse que tem que descobrir quem foi já que todos têm motivos plausíveis … confesso que fiquei super curiosa.

  • Siga o @laoliphantblogInstagram