Resenhas 02abr • 2018

Corte de Asas e Ruínapor Sarah J Maas

O livro no Skoob e no Goodreads.

Título Original: Court of Wings and Ruins
Gênero do Livro: Fantasia, Ficção, Jovem adulto, Literatura Estrangeira Romance
Editora: Galera Record
Ano de Publicação: 2017
3º livro da série Corte de Espinhos e Rosas
Número de Páginas: 687
Código ISBN: 9788501301383

Obs: Este livro foi cedido em parceria com a editora para resenha.

Comprar: Amazon

Sinopse: O terceiro volume da série best-seller Corte de Espinhos e Rosas, da mesma autora da saga Trono de Vidro em “Corte de Asas e Ruína" a guerra se aproxima, um conflito que promete devastar Prythian. Em meio à Corte Primaveril, num perigoso jogo de intrigas e mentiras, a Grã-Senhora da Corte Noturna esconde seu laço de parceria e sua verdadeira lealdade. Tamlin está fazendo acordos com o invasor, Jurian recuperou suas forças e as rainhas humanas prometem se alinhar aos desejos de Hybern em troca de imortalidade. Enquanto isso Feyre e seus amigos precisam aprender em quais Grãos-Senhores confiar, e procurar aliados nos mais improváveis lugares. Porém, a Quebradora da Maldição ainda tem uma ou duas cartas na manga antes que sua ilha queime.

resenha-corte-asas-ruina-sarah-j-maas

Eu não vou mentir, faz semanas que eu tento escrever a resenha desse livro e simplesmente não consigo. A Corte de Rosas e Espinhos é uma série que conquistou meu coração de uma forma tão bonita que me dói muito admitir que chegamos ao final da jornada da Feyre, mesmo gostando muito de como a Sarah J Maas encerrou o enredo. Sabe quando você conhece personagens que vão deixar saudade? Pois é, eu nem consigo digerir o fato de que Feyre, Rhys, Cassian, Nesta e cia, ficaram na última página de A Corte de Asas e Ruína. Fãs de Harry Potter provavelmente irão entender o que eu sinto agora, eu acho.

Mas não estamos aqui para chorar, certo? A Corte de Asas e Ruínas nos deixa exatamente no final do livro anterior – e melhor livro da série inteira, eu devo dizer. Feyre está de volta a corte Primaveril como uma agente dupla, tentando descobrir o máximo que pode dos planos de Tamlin e tentando convencer a todos de que a sua ligação com Rhys fora quebrada – o que não foi.  Os primeiros capítulos do livro são muito doloridos, porque eu não gostei da ideia do meu Feysand separado, mas eu tenho que admitir que a evolução da Feyre como personagem estava sensacional.

“Noite Triunfante. E a Estrela Eterna.
Se ele era a doce e terrível escuridão, eu era a luz brilhante que apenas a escuridão dele poderia tornar clara.”

Diferente do primeiro e do segundo livro, nossos personagens estão bem mais maduros e muito mais certos do que precisam fazer. O crescimento da Feyre é visível. Ela foi de uma personagem cheia de receios para uma mulher que estava disposta a fazer o que fosse preciso para proteger aqueles que ela ama. A forma como ela pensa e todas as estratégias colocas em prática ao longo do livro só fizeram afirmar que Rhys fez uma escolha muito sensata quando decidiu coloca-la como Grã-Senhora de sua corte. Feyre desenvolve um talento nato para liderar e combinando isso com a experiência do seu Grã-Senhor, os dois se tornam uma potência.

resenha-corte-asas-ruina-sarah-j-maas

Nesse terceiro livro nós tivemos a chance de explorar mais do relacionamento da Feyre com as suas irmãs, já que agora elas não podiam voltar para o mundo dos humanos. Senti uma empatia muito grande por Elaine, principalmente por conta de toda a situação que ela estava vivendo, já Nesta, eu ansiava pelo momento em que ela colocaria fogo em Prytian pelo simples fato de que ela podia fazer isso. Até este terceiro livro, eu não achei que as irmãs Archeron tinham muito em comum, mas A Corte de Asas e Ruína provou totalmente o contrário.

A escrita de Sarah J Maas é tão maravilhosa quanto nos dois primeiros livros. Acho que vale lembrar que essa foi a primeira série da autora que eu li, então eu tinha meus receios quando se tratava do último livro. Mas, Sarah J Mass nunca decepciona e, falando de uma forma bem geral, eu realmente gostei da forma como o enredo se desenvolveu. Maas não deixa pontas soltas e sabe exatamente o momento certo de nos dar as informações que precisamos para entender o que está acontecendo. Além disso, eu gosto da forma como ela consegue aprofundar todos os seus personagens sem fazer com que o enredo fique lento e entediante.

O Grão-Senhor mais poderoso do mundo perdeu sua parceira, e ainda não veio para reivindicá-la. […] Talvez seja porque Rhysand não a tenha perdido, mas a liberado sobre nós.”

O ruim de se fazer resenha de uma série é que temos que ter todo o cuidado com os spoilers, não é mesmo? Mas uma coisa que eu posso dizer é que A Corte de Asas e Ruína é um livro cheio de plot twist que eu não estava esperando, mas que no final das contas, encaixaram muito bem na história. Eu realmente gosto dessa coisa na escrita da Sarah J Maas onde, você lê cada capítulo com aquela sensação de “eu não esperava por isso”.

resenha-corte-asas-ruina-sarah-j-maas

O relacionamento de Feyre e Rhys é um dos momentos do livro que eu mais gostei de acompanhar. Os dois são um casal que tiveram um longo caminho para chegar na intimidade e confiança que tinham um no outro, independente de todo o lance da parceria. Eu gostei muito da confiança que o Rhys depositou na Feyre durante todo o enredo, tentando fazer com que ela participasse da maior parte das decisões e sempre tentando mostrar para ela que, não importava o que acontecesse, o que existia entre eles era algo que duraria pela eternidade. Como é que você consegue existir nesse mundo e não amar um OTP desses, me diz?!

De todos os três livros eu acho que A Corte de Asas e Ruína foi o mais realista. Eu realmente gostei da dinâmica entre a Nesta e o Cassian e a forma como a Sarah J Maas lidou com o Tamlin neste livro. Eu acho que ela colocou as coisas de uma forma muito mais racional e muito mais real para que a gente pudesse se envolver ainda mais com a história que ela estava contando. E todos os personagens que apareceram e as coisas que aconteceram – que eu não posso contar para não dar spoiler, no fim, se encaixaram tão bem que eu terminei essa leitura completamente sem ar.

“A guerra iria permanecer comigo muito depois do fim dela, alguma cicatriz invisível que iria talvez enfraquecer, mas nunca desaparecer completamente.”

A única coisa que eu tenho para reclamar desse livro, e eu nem sei se posso chamar de reclamação, foi o enredo ter deixado muita coisa em aberto. Boa parte dos finais ficam “subentendidos” e eu não gostei muito. Ao mesmo tempo, isso deixa espaço para que a autora trabalhe o universo em outros livros, assim como a Cassandra Clare faz com Caçadores das Sombras. Será que ainda é muito cedo para a gente ter um livro inteiro só da Miryam/Drakon?! E um do Lucian e, se não for pedir muito, um só sobre o relacionamento da Nesta com o Cassian, porque eu acho que eu mereço, né?!

resenha-corte-asas-ruina-sarah-j-maas

Como esse é o último livro da série, eu acredito que existe espaço para a gente falar de certas questões que a SJM aborda no enredo da série, como stress pós-traumático, sororidade e relacionamento abusivo e superação. Eu sei que muita gente não concorda com Feysand por causa de alguns acontecimentos do primeiro livro mas, apesar disso, o impacto que essa leitura causa faz com que algumas garotas acabem repensando seus relacionamentos, o que no final acaba sendo muito bom.

SJM ainda pode melhorar algumas coisas na construção do seu enredo e personagens, mas eu gostaria de dizer que eu tive uma experiência muito positiva lendo esse livro, principalmente quando se trata de amizade e entender o outro como ser humano e, eu acho que é isso que importa. A Corte de Rosas e Espinhos é uma série que eu vou carregar no coração com muito carinho e, se você ainda não deu uma chance para o enredo, pode confiar quando eu digo que vale a pena.

Agora eu quero saber o que vocês acharam do desfecho de ACOTAR. Deixa aqui nos comentários como foi a sua experiência com essa série maravilhosa!

Débora Costa ver todos os artigos
Escritora melancólica nas horas vagas, publicitária hiperativa no dia a dia. Viciada em Oasis, uma eterna apaixonada por Beatles. Leitora compulsiva de livros de steampunk. Futura autora de um livro sobre viagem no tempo.

Posts relacionados

Comente com o Facebook

Comente pelo WordPress

14 Comentários

  • Theresa Cavalcanti
    14 abr 2018

    Eu amo essa autora! Os livros dela são incríveis, e ela escreve de uma forma que te faz ficar louca pra saber o resto logo. Acho que tu que ela escrever eu vou ler.

  • Vitória Pantielly
    11 abr 2018

    Oi Débora.
    A cada resenha que leio me encanto mais com a trama que a autora criou, e mesmo ainda não tendo oportunidade de ler os livros já sei que sem dúvidas vão me conquistar.
    Gostei da história ter uma personagem feminina que se destaca com a força que tem no meio dessa guerra, que pelas comparações que você citou é mesmo incrível! Não vejo a hora de ler, e fico ainda mais ansiosa vendo como os personagens evoluirão e como a autora tratou de temas tão importantes, que até então eu não sabia que faziam parte da obra! Eu amei!
    Beijos

  • Isabelle Menezes do Nascimento
    10 abr 2018

    Oi!
    Eu tenho o box com os três livros, mas confesso tô com um pouco de medo de ler e não gostar, todo mundo q conheço q leu amou, minhas expectativa com eles estão altas
    Bjs.

  • Samantha correa
    09 abr 2018

    Não li essa série ainda. No início eh nem queria ler uma resenha pois achava quer seria chato, mas depois que li uma resenha me apaixonei por essa série, já li várias resenhas e todas elas falavam sobre o o mesmo assunto, o assédio, e os problemas que o livro tráz de uma forma implícita. Quero muito ler essa série e espero que tenha próximos para ter um fechamento melhor.

  • Iêda Cavalcante
    07 abr 2018

    Oiee!
    Minha expectativa desses livros estão tão altas que tô até com medo de me esborrachar rsrsrs…. A cada resenha/comentário que leio só faz aumentar a ansiedade. Vai ser minha próxima leitura com certeza.
    Bjs!!

  • Pamela Liu
    05 abr 2018

    Oi Débora.
    Eu li o primeiro livro dessa série no mês passado e gostei bastante.
    Deu para notar que nos próximos livros vários outros personagens serão inseridos na história. Preciso ler logo!
    Não me importo com finais abertos. Talvez seja o mesmo artifício usado pela diva Cassandra Clare. Mas ouvi dizer que irá ter um quarto livro.
    Beijos

  • suzana cariri
    05 abr 2018

    Oi!
    Adoro os livros da Sarah, a escrita da autora me conquistou em outra serie e ao ler essa ficou ainda mais comprovado, gosto muitos dos seus personagens todos eles são bem escritos, construídos e agregam a historia, o mundo que ela criou e incrível, e gosto bastante como nesse desde o primeiro livro a trama faz sentindo e ela vai deixando pequenas coisas que no final se junta, adorei a serie toda e esse ultimo livro fechou a serie de forma sensacional !!

  • Patrini Viero
    04 abr 2018

    A primeira coisa que me chama atenção nessa trilogia são as capas, acho elas divinas demais! Todos os detalhes diferentes e únicos da elaboração delas combina muito com o enredo. Falando em enredo, adoro a mistura de elementos que a autora faz. Gosto do fato de a protagonista feminina ser forte e de o relacionamento dela com o menino ser desenvolvido devagar e de forma bastante consistente, acho que o romance é exatamente assim, pelo menos deve ser, no meu ponto de vista. Acho legal também poder acompanhar o amadurecimento e crescimento das personagens no decorrer do livro. Com certeza é uma leitura que eu quero realizar.

  • Kleyse Oliveira
    04 abr 2018

    Eu não li nenhum da trilogia, mas desde que vi o primeiro post falando do primeiro livro já querooooo há muito tempo te o box para ler todos hahahahaha ainda esse ano nem que eu tenha que vender algumas coisas minhas eu tenho que comprar os três livros só para me apaixonar pelo rhys assim como todas que leram. Rsrsrsrs

  • sara maia
    03 abr 2018

    aaaaaaa foi essa série que um dia aí tu postou (?) uma foto do box no twitter e eu fiquei babando hahahaha meu deus livros lindos, essas capas são muito lindasss! (e as páginas também, primeira vez que vejo) eu anotei o nome e pesquisei mais sobre! quero muito ler, falta-me grana pra comprá-lo haha a cada resenha que leio fico mais interessada… que bom que tu gostou, melhor coisa ler uma série do inicio ao fim e não se decepcionar no último livro :3
    kissus

  • Camila Rezende
    02 abr 2018

    Olá Débora,
    Eu tenho os três livros dessa trilogia, mas ainda não li nenhum.
    Eu comprei por causa de tantos comentários positivos sobre essa série, mas por falta de tempo ainda não li.
    Quem sabe nas minhas férias eu inicie a leitura do primeiro

  • Lynn Prado
    02 abr 2018

    Ooi, eu me apaixonei pela escrita dessa autora na série Trono de Vidro, e agora estou louca para começar a ler essa série, vi muita gente falando de como a história é incrível.
    Estou muito ansiosa para ler!
    Bjs

  • Lili Aragão
    02 abr 2018

    Tô com os dois primeiros livros dessa série pra ler e já querendo esse terceiro, as resenhas que vejo dele são bem favoráveis e pelo que ando lendo já vi que vou querer ter o próximo sempre em mãos pra ler quando começar essa história, mesmo que não leia um livro após o outro rsr. Eu curti sua resenha desse terceiro, não tem spoilers, mesmo eu gostando deles, e me deixou curiosa sobre todos os personagens sem nem conhecê-los ainda.

  • Daiane Araújo
    02 abr 2018

    Oi, Débora.

    O livro é um verdadeiro misto de vingança e guerra travada, né?

    Tornando o livro cheio de emoções e com uma personagem forte, mostrando sua independência em meio à tudo!

    Espero, em breve, poder ler essa série!
    E é sempre difícil dizer adeus a uma série que amamos muito!

  • O Usuário laoliphantblog não existe ou é uma conta privada.