11fev • 2017

Diga Sim ao Marquêspor Tessa Dare

O livro no Skoob e no Goodreads.

Editora: Gutenberg
Ano de Publicação: 2016
2º livro da série Castles Ever After
Número de Páginas: 288
Código ISBN: 9788582353691

Comprar: SubmarinoLivraria CulturaLivraria SaraivaAmazon

Sinopse: Aos 17 anos, Clio Whitmore tornou-se noiva de Piers Brandon, o elegante e refinado Marquês de Granville e um dos mais promissores diplomatas da Inglaterra. Era um sonho se tornando realidade! Ou melhor, um sonho que algum dia talvez se tornasse realidade… Oito anos depois, ainda esperando o noivo marcar a data do casamento, Clio já tinha herdado um castelo, tinha amadurecido e não estava mais disposta a ser a piada da cidade. Basta! Ela estava decidida a romper o noivado. Bom… Isso se Rafe Brandon, um lutador implacável e irmão mais novo de Piers, não conseguir impedi-la. Rafe, apesar de ser um dos canalhas mais notórios de Londres, prometeu ao irmão que cuidaria de tudo enquanto ele estivesse viajando a trabalho. Isso incluía não permitir que o Marquês perdesse a noiva. Por isso, está determinado a levar adiante os preparativos para o casamento, nem que ele mesmo tenha que planejar e organizar tudo. Mas como um calejado lutador poderia convencer uma noiva desiludida a se casar? Simples: mostrando-lhe como pode ser apaixonante e divertido organizar um casamento. Assim, Rafe e Clio fazem um acordo: ele terá uma semana para convencê-la a dizer “sim” ao Marquês. Caso contrário, terá que assinar a dissolução do noivado em nome do irmão. Agora, Rafe precisa concentrar seus punhos e sua força em flores, bolos, música, vestidos e decorações para convencer Clio de que um casamento sem amor é a escolha certa a se fazer. Mas, acima de tudo, ele precisa convencer a si mesmo de que não é ele que vai beijar aquela noiva.

Então, segundo livro da série Castle Ever After. Eu não achei que eu fosse continuar essa série, mas comoo segundo livro já estava na minha estante, por que não? Nesse segundo volume eu descobri que todas as personagens são beneficiadas pelo mesmo aristocrata com um castelo e que esse é o único elemento da história que liga uma coisa com a outra. Ah, também percebi que a personagem do primeiro livro não foi a primeira a receber o castelo, mas talvez a segunda, já que a personagem desse livro já estava com seu Castelo no começo da história. Mas vamos falar um pouco sobre o enredo desse segundo livro, Diga Sim ao Marquês, antes de ficar especulando sobre a série.

Diga Sim ao Marquês vai contar a história da Clio, uma jovem que teve seu destino traçado ainda no seu primeiro baile de debutante quando aceitou o pedido de casamento do Marquês de Granville. Tudo parecia um sonho, exceto pelo fato do seu noivo ser um diplomata e estar viajando a trabalho há oito anos, deixando Clio ansiando o seu retorno durante todo esse tempo. Clio vê a chance de sair desse noivado prolongado quando recebe de herança um castelo e nele vê a oportunidade de criar uma vida para si. O único problema é que ela não esperava que Rafe, o irmão mais novo de seu noivo, fosse tentar fazer de tudo para tentar impedir que ela desista do casamento.

diga-sim-ao-marques01

Rafe Brandon é um lutador implacável e irmão mais novo de Piers – o tão conhecido Marquês de Granville. Mesmo sendo um canalha, Rafe prometera ao irmão que cuidaria de Clio durante sua ausência, o que incluía não permitir que sua noiva desistisse do casamento. Para convencer Clio de que o casamento é a melhor escolha, Rafe propõe que ela se envolva com os preparativos da cerimônia e perceba que é se casar com Piers o que ela realmente deseja. O que Rafe não contava era que ele precisaria se convencer a não beijar a noiva.

Eu não fui com grandes expectativas para esse segundo livro, considerando que o primeiro me agradou, mas não foi a minha melhor leitura do gênero. Porém, o fato de eu ter percebido o que liga um livro ao outro me criou uma curiosidade muito grande para saber o impacto que herdar esses castelos teria na vida das personagens criadas por Tessa Dare. E adivinhem? Pelo menos nesse segundo livro eu não me decepcionei nem um pouco com o que a autora estava me propondo.

diga-sim-ao-marques03

O enredo de Diga Sim ao Marquês flui com muito mais facilidade do que o de Romance com o Duque. A escrita da autora é leve, cuidadosa e os acontecimentos não são nem um pouco apressados, dando oportunidade para que o leitor se conecte com todos os personagens de alguma forma. Eu gostei bastante da questão da independência que a autora tratou nesse enredo. Gostei de ter uma heroína que não quer ser apenas independente, mas que tem um objetivo para aquela independência. Isso me envolveu muito com a história porque mostrou que não seria mais um enredo sobre uma heroína frustrada.

Diferente do primeiro volume da série, esse enredo se desenvolve num ritmo bem mais agradável, dando tempo do leitor conseguir acompanhar o envolvimento entre os personagens principais, Clio e Rafe e perceber a mudança que um consegue causar no outro. Acho importante destacar que o romance dos dois acontece de uma forma tão natural, sem que ambos percebam que o sentimento existe há muito mais tempo do que eles mesmo tenham consciência, que deixa a história bem mais envolvente e muito mais convidativa ao leitor.

diga-sim-ao-marques02

Clio se tornou uma das minhas personagens favoritas de romances. Acho que o fato de ela ter um objetivo e de não querer apenas ser livre, mas viver essa liberdade de tal forma que se casar seja completamente irrelevante me deixou encantada.  Eu acho que para uma mulher na situação social em que ela se encontrava, herdar um castelo que lhe dá a oportunidade de criar um futuro para si própria, era ter muita sorte, e eu gostei de ver que Clio não era uma personagem que deixaria isso escapar por causa de um título de nobreza. E mais, eu acho que o fato de ela não ter medo de encarar desafios, mesmo com as pessoas dizendo que “porque ela é mulher”, só me fez amá-la ainda mais.

Um dos únicos pontos que eu não gostei tanto do livro foi o Rafe, mas não como personagem – porque como personagem e amante da Clio ele é maravilhoso – mas eu queria que a autora tivesse explorado mais o relacionamento dele com Piers. Eu acho que o background dele, principalmente por causa das questões familiares eram bem interessantes de se colocar na história, e foi uma pena que tenha sido tudo tão vago e muito rápido. Rafe é um dos personagens de romance de época que eu achei mais interessante até agora, ele tem uma personalidade complicada e fantasmas do passado que são fáceis da gente se identificar. Uma pena que ele tenha ficado limitado dentro da história, acho que a história dele contribuiria muito para o enredo.

Eu preciso admitir que estou me apaixonando demais pela Tessa Dare. Depois de ler esse segundo livro eu consegui perceber que a autora tem um talento incrível para criar heroínas que vão além do que a sociedade espera delas e é maravilhoso ver a forma como ela explora essas qualidades ao longo do enredo. Além disso, os romances são sempre de tirar o fôlego. É impossível você não se apaixonar junto com os personagens dela.  Tessa Dare conquistou muito o seu lugar na minha lista de autoras de romances que você precisa ler.

Leia a resenha de Romance com o Duque, primeiro livro da série Castles Ever After.

Tags: , ,

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

7 Comentários

  • ANITA
    março 11, 2019

    Eu só gostaria de ter um livro do Piers! achei maravilhoso ele ser um espião

  • Yana
    janeiro 04, 2018

    Inicialmente eu fiquei em dúvida sobre ler esse livro porque não gostei tanto da contextualização da história do outro livro, achei os personagens encantadores e muito reais em algumas características, mas não sentia vontade de continuar a série. Confesso que depois dessa resenha mudei de opinião, farei a leitura sim!

  • […] Diga Sim ao Marquês, segundo livro da […]

  • […] resenha de Diga Sim ao Marquês, segundo livro da série Castles Ever […]

  • Jéssica Melo
    fevereiro 15, 2017

    Olá Débora, gostei da forma que a autora interligou os livros, sai um pouco do “padrão” de sempre ser focado em uma família/irmãos *-* Também curti os comentários da protagonista, ela parece ter sido bem construída pela autora. Fiquei morrendo de vontade de lê-lo *-*

  • Licavargas
    fevereiro 15, 2017

    Nossa, eu imaginava alguma outra coisa interligando a série e não herdar castelos… Já fiquei curiosa só com isso, mas o fato de a história não ser apressada e dar tempo do leitor ir se ambientando com os acontecimentos e entendendo cada parte me deixa ainda mais curiosa e querendo ler. Sem contar que eu adoro as capas… o que é um bonus extra 🙂
    Beijinhos,
    Lica

  • Yara Guez
    fevereiro 11, 2017

    Eu nunca li nada da Tessa e não sou muito fã de Romance de época justamente pela submissão eterna das personagens femininas, mas pelo o que você falou da Clio ela parece ser forte. Acho que vou colocar na lista de leituras futuras.