07jul • 2021

A Noiva do Bastardopor Sarah Maclean

O livro no Skoob e no Goodreads.

Título Original: Wicked and The Wallflower
Gênero do Livro: Romance Histórico, Regencia,
Editora: Gutenberg
Ano de Publicação: 2020
1º livro da série The Bareknuckle Bastards
Número de Páginas: 352
Código ISBN: 9786586553000

Comprar: Amazon

Sinopse: Um estranho entra misteriosamente na vida de Felicity Faircloth e lhe oferece ajuda para conquistar o duque de Marwick. Solteira há mais tempo do que desejava, ela concorda, mas impõe uma condição: apenas se casará por amor.Filho bastardo de um nobre, Devil – considerado rei das ruas de Londres – passou a vida usando seu poder e aproveitando todas as oportunidades que surgiam em seu caminho. Agora, ele depende de Felicity para que seu plano de vingança seja bem-sucedido. Tudo o que ele precisa fazer é transformá-la em uma mulher irresistível, forjar uma armadilha para seu inimigo e destruí-lo.Mas, quando Felicity se mostra uma mulher verdadeiramente encantadora, Devil percebe que esta não será uma tarefa fácil: ele não imaginava que a paixão abalaria seu implacável desejo de vingança.No primeiro volume da série Bastardos impiedosos, Sarah MacLean nos apresenta uma história emocionante, repleta de personagens encantadores que já estiveram presentes em seus outros livros e que os leitores poderão se surpreender ao reencontrá-los.

DETALHES DO ANEXO resenha-noiva-bastardo-sarah-maclean

Que eu sou completamente apaixonada pela sarah maclean não é segredo para ninguém. Meu post sobre a ordem de ler os livros dela é basicamente uma carta de amor para que todo mundo possa ter a mesma experiência maravilhosa lendo os livros dela que eu tive — e continuo tendo.

Mas a noiva do bastardo conseguiu superar todas as minhas expectativas enquanto leitora de romances de época.

Sarah maclean tem uma intensidade na escrita que é muito particular. Um dos motivos pelos quais eu me apaixonei pelos livros dela logo na minha primeira leitura. Sarah consegue trazer a tona o lado sombrio dos seus enredos de uma forma envolvente, sexy e instigante.

A narrativa te inebria desde o primeiro capítulo.

Nada como um encontro num terraço escuro com o homem mais sexy e perigoso de londres para dar o tom da nossa história, não é mesmo? Eu nunca quis tanto ser uma personagem, como eu quis ser a felicity nesse livro.

E o slow burn é simplesmente fantástico.

“Por que são os outros que decidem quais portas eu posso abrir?”

Sarah conseguiu construir um equilibrio maravilhoso entre criar uma relação sólida entre devil e felicity e construir a tensão sexual a ponto de me deixar sem fôlego a cada cena em que eles estão a ponto de arrancar as roupas um do outro.

Devil é a personificação de tudo o que eu amo em um badboy — e que os new adults nunca conseguiram me entregar. Ele tem aquela energia de homem perigoso que sempre consegue o que quer, mas com um coração enorme de quem sempre faz a coisa certa, sabe?

É muito difícil não se apaixonar por ele, mesmo quando ele continua tomando as piores decisões quando se trata de felicity. Nesse ponto, sarah maclean construiu tão bem o personagem que fica muito claro porque ele e felicity formam o casal perfeito — ela é a única pessoa que consegue balançar todas as certezas de devil e é maravilhoso.

E já que estamos falando da nossa heroína: se você leu perigo para o inglês, você já a conhece muito bem.

Felicity é uma das canditadas a duquesa de heavan e, como bem sabemos, essa caçada ao duque não acabou muito bem e a reputação da jovem na sociedade ficou completamente destruída.

Assim como qualquer outra heroína, felicity quer encontrar o amor — de preferência com um título, mas isso não é um quesito obrigatório. Quando devil oferece sua ajuda para conquistar o duque marwick, felicity já está tão saturada da aristocracia que… Porque não?

A personalidade peculiar da nossa heroína é tudo o que eu mais gosto em uma protagonista.

O fato da especialidade da felicity ser abrir fechaduras nos coloca em situações extremamente divertidas onde ela leva a paciência do devil no limite e mostra para o leitor que ela não é apenas uma dama, mas uma mulher determinada a não desistir dos seus próprios desejos.

Eu gostei muito do que a sarah maclean fez com o primeiro livro de os bastardos impiedosos.

Toda essa atmosfera que envolve uma área perigosa de londres, vingança entre irmãos, paixões ardentes e muitas referencias a personagens de livros anteriores é tudo o que eu mais amo em romances de época — e ninguém faz isso melhor do que a sarah.

“Você terá que se casar comigo, sabe. Estou cansada de deixar você tomar as decisões relativas à nossa felicidade, porque quando você as toma, eu fico triste, e você fica… – bem… Você fica trancado numa masmorra de gelo.”

A noiva do bastardo tem todos os elementos que fizeram com que eu me apaixonasse completamente pelo gênero.

O enredo me pegou logo na primeira página, os personagens crescem ao longo do livro e as cenas hot são de deixar a gente sem fôlego — e questionando porque na vida real não pode ser assim também.

Quando eu acho que a sarah maclean não vai conseguir me surpreender, ela lança mais um livro que entrou para a minha lista de favoritos. E eu mal posso esperar pelo lançamento do segundo livro dessa série porque os bastardos impiedosos prometem ser os heróis mais sedutores dos romances de época.

Deixa aqui nos comentários se você já leu a noiva do bastardo e amou tanto quanto eu.

Tags: , ,

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário