Resenhas 20jan • 2018

Olá, Adeus e Tudo Maispor Jennifer E. Smith

O livro no Skoob e no Goodreads.

Título Original: Hello, Goodbye, and Everything in Between
Gênero do Livro: Young Adult, Contemporâneio
Editora: Galera Record
Ano de Publicação: 2017
Número de Páginas: 272
Código ISBN: 9788501112118

Obs: Este livro foi cedido em parceria com a editora para resenha.

Comprar: SubmarinoLivraria CulturaAmazon

Sinopse: Um romance divertido e emocionante, que explora as escolhas difíceis que surgem quando a vida e o amor conduzem a direções opostas. Ir para a faculdade é um momento emocionante e aterrorizante ao mesmo tempo. Ainda mais se você estiver em um relacionamento em que não tem certeza de seu próximo passo. Clare e Aidan têm apenas uma coisa a fazer na noite antes de partirem para a faculdade: descobrir se devem continuar namorando ou terminar. Ao longo de doze horas, eles irão refazer os passos do relacionamento, na tentativa de descobrir algo no passado que possa ajudá-los a decidir sobre o futuro. A noite os leva a amigos e familiares, marcos simbólicos e lugares inesperados, verdades dolorosas e revelações surpreendentes. Mas, conforme as horas passam e a manhã se aproxima, chega o momento inevitável do adeus. A questão é será um adeus momentâneo ou para sempre?

Eu já contei para vocês que Jennifer E. Smith nunca decepciona os seus leitores? Porque ela nunca decepciona. Até mesmo Ser Feliz É Assim, que nem é um dos melhores livros que eu já li da autora tem os seus pontos fortes e, eu não consegui não me apaixonar ainda mais por ela quando li A Geografia de Nós Dois no ano passado. Smith tem um jeito único de criar personagens adolescentes realistas e ainda assim com aquele tom “apaixonado” que todo mundo adora encontrar em um YA, e com o enredo de Olá, Adeus e Tudo Mais, não foi nem um pouco diferente.

Olá, Adeus e Tudo Mais acabou de se tornar o meu livro favorito da Jennifer E. Smith. Primeiro de tudo, a narrativa do livro é em terceira pessoa e organizada em “paradas” que os personagens principais fazem ao longo da sua última noite juntos. Cada uma dessas paradas traz à tona um sentimento ou uma memória que os dois compartilharam juntos durante os dois anos de namoro que tiveram, o que os deixa ainda mais perdidos em relação ao que deve ser feito quando eles forem para a faculdade: terminar ou continuar o relacionamento a distância?

Smith construiu esses personagens com cuidado, dando total atenção aos detalhes que tornam cada uma das palavras ditas e decisões tomadas reais para quem está lendo. Eu gostei do fato de ela não precisar usar flashbacks para que eu pudesse conhecer o relacionamento dos personagens e porque aquela decisão era tão importante e tão difícil para eles. Clare e Aidan são personagens que, ao longo do período que estiveram juntos, construíram uma relação muito bonita, que não envolvia apenas o amor que sentiam um pelo outro, mas também a amizade e a confiança que cultivaram.

– Só que… passar a noite inteira conversando com alguém é meio que importante. Ainda tínhamos tanto a aprender a respeito um do outro na época.”

O livro é basicamente uma roadtrip pelos lugares que marcaram o relacionamento dos dois de alguma forma. O local em que se falaram pela primeira vez, o local do primeiro beijo e também do primeiro “eu te amo”. Mas cada parada também trazia à tona algumas decisões tomadas até ali, coisas que ainda não haviam sido ditas em voz alta e sentimentos que eram mantidos em segredo até então. O grande apelo de Olá, Adeus e Tudo Mais, pelo menos para mim, foi conseguir entrar de cabeça na montanha russa emocional que ambos os personagens, Aidan e Clare estavam passando naquela noite e, honestamente? É de tirar o fôlego. Ao mesmo tempo que você torce para que eles decisão ficar juntos, você também torce para que eles escolham o que é melhor para eles.

Clare e Aidan são um casal com personalidades muito diferentes. Enquanto Aidan tem um jeito muito mais sonhador, Clare é a racionalidade em pessoa. Eu gostei muito de como eles se contrastam e se completam ao mesmo tempo. Enquanto um se jogaria de um abismo sem pensar duas vezes, o outro traçaria um plano seguro, pesando na balança os prós e os contras. Não me surpreende em nada que eles tenham demorado até a última noite para conseguir decidir o que fariam a respeito do relacionamento e, depois de todas as paradas, eu realmente tive a certeza de que eles tomaram a decisão correta.

“Acima deles, as estrelas brilham firmes no céu escuro,e os minutos continuam a passar enquanto os quatro ficam sentados ali, trocando lembranças e lutando contra o sono, esperando que possa ser o suficiente para evitar a chegada do amanhã.”

Olá, Adeus e Tudo Mais retrata muito bem um relacionamento adolescente e o peso da escolha de que profissão seguir e para qual faculdade ir. Não é difícil você se identificar com esses personagens porque todo mundo, pelo menos uma vez na vida, já teve 17 anos e já precisou tomar uma decisão muito importante sobre o seu futuro. Meu encanto pela escrita de Smith neste livro foi perceber que ela se manteve fiel a realidade até o fim. Não é um livro que terá uma reviravolta emocionante no final, digno de filmes de cinema, mas que vai te mostrar que sempre existe uma outra alternativa para todas as questões que estão te tirando o sono.

Os personagens secundários do livro são outro ponto muito forte dessa leitura, principalmente se você é como eu e gosta de um enredo que não desenvolve apenas os personagens principais. Eu gostei de como os amigos de Aidan e Clare mostram muito de como é a personalidade do casal principal da trama. Eles entram na história como elementos de conflito que, exigem que os nossos protagonistas saiam da própria bolha e comecem a olhar a situação como um todo. Smith trabalha esses conflitos de uma forma tão maravilhosa que eu só senti vontade de abraça-la e dizer “Muito obrigada por esse livro maravilhoso”.

Olá, Adeus e Tudo Mais fez com que o meu inicio de leituras em 2018 fosse muito prazeroso. Eu realmente gostei de me envolver na trama de Clare e Aidan e já guardei um lugar muito especial na minha lista de favoritos para esses personagens tão emocionantes. Jennifer E. Smith tem um jeito único de criar suas histórias e eu fico muito feliz em ver que a editora está investindo cada vez mais nos livros da autora. Já contei que A Probabilidade Estatística do Amor a Primeira Vista vai virar filme?! Espero que não seja o único livro da autora que chame atenção da indústria do cinema.

Não esquece de se inscrever para participar do nosso Top Comentarista do mês, viu?!

Débora Costa ver todos os artigos
Escritora melancólica nas horas vagas, publicitária hiperativa no dia a dia. Viciada em Oasis, uma eterna apaixonada por Beatles. Leitora compulsiva de livros de steampunk. Futura autora de um livro sobre viagem no tempo.

Posts relacionados

Comente com o Facebook

Comente pelo WordPress

18 Comentários

  • Ana I. J. Mercury
    31 jan 2018

    Aiii amo muito também os livros da autora, e esse lançamento ainda não li, mas as resenhas estão perfeitas!
    Tô numa ânsia de agonia pra comprá-lo logo! kkkkk
    Amo histórias de relacionamentos amorosos, como se da o convívio, a amizade, os problemas e dilemas do cotidiano, etc., e esse parece ser o livro ideal.
    Mesmo com adolescentes tão novos, deu pra perceber que é um livro profundo e intenso, além de bem romântico (aí sim, hein kkkk).
    Quero muito!
    bjsss

  • Thuanne Hannah Ramos de Souza
    31 jan 2018

    Achei muito interessante a ideia do livro, parece que por se passar somente em uma noite, os sentimentos ficam bem aflorados durante a leitura. Vou colocar na minha lista de desejados 😉

  • Bianca Melo
    30 jan 2018

    Amei a resenha! Esse livro com certeza entrou na minha lista. Ainda não li nada de Jennifer Smith, mas pretendo fazer disso uma meta para este ano. É muito bom saber que a narrativa tem esse “pé” na realidade e não se torna aquele romance surreal entre duas pessoas totalmente diferentes.

  • Samantha Correa
    29 jan 2018

    Eu gostei muito da capa do livro, a história é bem emocionante, como você falou todos passaram por algum drama parecido na adolescência. E o fato de o casal parecer bem maduro para a idade ajuda bastante pois um livro com muito drama adolescente é meio monótono e chato.

  • Jéssica Maria
    29 jan 2018

    Olá!
    Curti ,tudo ,msm q geralmente eu me encante tanto por romances sem um toque sobrenatural…
    Mas amei sua resenha ,deu uma vontade imensa de começar a ler esse livro de saber ql foi a decisão deles .
    Gostei mt

  • Carolina Santos
    29 jan 2018

    Não sabia que a autora tinha lançado esse livro no Brasil mas eu já li vários livros dela e por ter tido experiência estão boas acho que eu vou me arriscar nessa leitura concordo com você todos os livros dela sempre passam ensinamentos maravilhoso e nos surpreendemos com as leituras das obras dela então acho que eu vou arriscar

  • Mariana Paiva
    27 jan 2018

    Só li um livro da Jennifer E. Smith que foi A Probabilidade Estatística do Amor Á Primeira Vista, sendo que tem tempo e eu nem me lembro bem, mas sei que eu gostei bastante na época. Quando vi o lançamento do livro A Geografia de Nós Dois fiquei com vontade de ler, mas acabei vendo umas críticas meio chatas, colocando outros livros como prioridades e até hoje não comprei. Quando vi o lançamento de Olá, Adeus e Tudo Mais fiquei com vontade de ler. A capa é bem fofa e a premissa é interessante. Pelo o que eu vejo é comum isso nos Estados Unidos, os jovens vão para faculdades diferentes e ficam nesse dilema sobre o que fazer com o relacionamento. O livro parece ter uma narrativa diferente e fiquei curiosa pra saber qual é a decisão final dos dois.

  • Camila Rezende
    24 jan 2018

    Olá Débora,
    Ainda não conheço o trabalho dessa autora.
    Gostei de saber pela sua resenha que ela cria personagens reais e com problemas reais e tbm do fato dela trabalhar bem com os personagens secundários.
    Vc acha que esse é um bom livro para conhecer o trabalho da autora ou eu devo começar por outro?

  • Camila Rezende
    24 jan 2018

    Olá Débora,
    Ainda não conheço o trabalho da autora.
    Gosto desse tipo de leitura e me interessei pela sinopse.
    Achei interessante o fato de vc ter citado que os personagens são bem reais e que a autora soube trabalhar bem com os personagens secundários.
    Vc acha que esse livro é uma boa escolha pra começar a ler os livros dessa autora, ou eu deva começar por outro?

  • Vitória Pantielly
    23 jan 2018

    Oi Débora!
    Infelizmente não tive a oportunidade de ler nada da autora, mas lendo resenhas dos livros dela já da pra perceber o porque dela ter entrado nos seus favoritos.
    Confesso que imaginei que a história seria bem clichê, mas percebi que tem um toque especial da adolescência e o medo de onde nossas decisões da época nos levaria, lembrei bem de quando vivi algo parecido, e como você disse, ela manteve um toque realista na história.
    Dos livros que conheço da Jennifer esse é o que mais estou curiosa para ler, e também espero que outros sejam adaptados, dando oportunidade para outras pessoas conhecerem suas obras.
    Beijos

  • Lily Viana
    23 jan 2018

    Olá!
    Que livro fofo, tem uma historia muito realista e bem ficção ao mesmo tempo. A trama me deixou muito envolvida e intrigada em saber da decisão deles. A premissa é boa e estou já desejando ler!

    Tempos Literários

  • Lynn Prado
    22 jan 2018

    Ooi, ainda não li nada da autora, mas sinto muita vontade.
    Gosto muito de histórias que trazem a realidade e na qual nos identificamos com personagens. Fiquei curiosa para saber qual decisão eles tomaram no final.
    Sério que A Probabilidade Estatística do Amor a Primeira Vista vai virar filme? Estou louca para ler esse livro, agora vou correr para ler antes de ver o filme.
    Bjs

  • Lana Silva
    22 jan 2018

    Gosto muito de livros como este que traz a realidade a tona, como você mesma citou, em diversos momentos vamos nos identificar com os personagens, principalmente porque todos nos já tivemos 17 anos, e precisamos escolher o que queremos para a nosso vida. Na questão dos personagens eles terão que decidir juntos, qual caminho o relacionamento deles irão seguir. Outro ponto que me chamou a atenção, e que os personagens secundários também são bem elaborados, deixando a leitura ainda mais agradável. Espero ter a oportunidade de ler este livro logo.

    Venha participar do sorteio de um kit da caixinha da TAG Livros http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

  • Paac Rodrigues
    21 jan 2018

    Você me conhece e sabe que pela sinopse esse livro não seria algo que eu leria, mas lendo tua resenha, eu me senti apaixonada pela história, gosto dessa vibe real e me lembrou bastante fãs do impossível, e agora eu quero ler kk.

  • Janaina Silva
    21 jan 2018

    Sinceramente não me recordo de ter lido nada da autora. E com certeza fiquei curiosa em conhecer agora ,pela empolgação da sua resenha com as histórias criadas por ela.
    Bem, já faz um bom tempo que não leio um Young adult,e sinto falta!
    Apesar de já ter passado há muito tempo da faixa de idade dos personagens,eu sempre me identifico de uma forma ou outra com algumas situações vividas por eles quando era mais nova.
    Sem contar que eu também achei essa capa linda,linda! :)❤

    Eu adorei a sua dica. E espero ler em breve algum livro de Jennifer E. Smith.

  • Lili Aragão
    20 jan 2018

    Ainda não tive a chance de conhecer a escrita da autora mas as resenhas de seus livros sempre fazem pensar que suas história são bem fofas e com esse livro não parece ser diferente, o romance parece ser envolvente e bem construído e o fato dela não usar “flashbacks” pra nos fazer conhecer a história deles pra mim é positivo. Eu curti a resenha sim e surgindo a oportunidade vou querer ler esse livro com certeza 😉

  • Pamela Liu
    20 jan 2018

    Oi Débora.
    Já li As probabilidades estatísticas do amor a primeira vista e gostei muita da escrita da autora.
    Olá, Adeus e Tudo Mais apresenta algo muito comum nos EUA, a escolha de se manter um namoro à distância ou terminar. Achei bem bacana a ideia de visitar os lugares importantes da história do casal e reviver aquele momento e dizer o que não foi dito.
    Acho que vou gostar bastante desse livro.
    Bjs

  • Ludyanne Carvalho
    20 jan 2018

    Aaaaaaaaaaaaah, conta mais…
    Coloquei esse livro recentemente na minha lista ♾ mas não estava desesperada para ler. Agora estou.
    Ainda mais porque fiquei curiosa para saber o final.
    Só li As probabilidades estatísticas do amor a primeira vista , eu gostei, mas não é a melhor leitura da vida. Acho que por isso não tive tanto interesse nos outros.
    Mas esse livro tem algo que chama atenção, as paradas por lugares especiais.
    Parece encantador e romântico.
    Amei a resenha!

    Beijos

  • O Usuário laoliphantblog não existe ou é uma conta privada.