Resenhas 27Maio • 2020

Teto Para Doispor Beth O'Leary

O livro no Skoob e no Goodreads.

Título Original: The Flatshare
Gênero do Livro: Romance contemporâneo, Ficção
Editora: Intrínseca
Ano de Publicação: 2019
Número de Páginas: 400
Código ISBN: 9788551005415

Comprar: Amazon

Sinopse: Eles dividem um apartamento com uma cama só. Ele dorme de dia, ela, à noite. Os dois nunca se encontraram, mas estão prestes a descobrir que, para se sentir em casa, às vezes é preciso jogar as regras pela janela.Três meses após o término do seu relacionamento, Tiffy finalmente sai do apartamento do ex-namorado. Agora ela precisa para ontem de um lugar barato para morar. Contrariando os amigos, ela topa um acordo bastante inusitado.Leon está enrolado com questões financeiras e tem uma ideia pouco convencional para arranjar dinheiro rápido: sublocar seu apartamento, onde fica apenas no período da manhã e da tarde nos dias úteis, já que passa os finais de semana com a namorada e trabalha como enfermeiro no turno da noite. Só que tem um detalhe importante: o lugar tem apenas uma cama.Sem nunca terem se encontrado pessoalmente, Leon e Tiffy fecham um contrato de seis meses e passam a resolver as trivialidades do dia a dia por Post-its espalhados pela casa. Mas será que essa solução aparentemente perfeita resiste a um ex-namorado obsessivo, uma namorada ciumenta, um irmão encrencado, dois empregos exigentes e alguns amigos superprotetores?

resenha-teto-para-dois-beth-oleary

Se você está chegando no blog agora, talvez não saiba que livros com temática de cartas, e-mails e bilhetinhos espalhados pela casa são o meu ponto fraco. Não sei, eu acho que tem um algo a mais no romance quando o personagem dedica um tempo para escrever algo para o seu interesse amoroso.

Quem nunca se derreteu com a carta que o capitão Frederick Wentworth escreveu para Anne Elliot em Persuasão?

Essa coisa das cartas sempre foi o meu ponto fraco literário, vamos colocar assim, e é por isso que Teto Para Dois era uma leitura que eu estava mais do que ansiosa para colocar na estante. Afinal, dois protagonistas morando debaixo do mesmo teto, sem se conhecer e ainda trocando bilhetes pela casa toda? É essa a leitura que eu quero, queridos!

É.É verdade: é fácil conversar com ela, o que é uma surpresa maior para mim do que para ela. Provavelmente, porque só tenho facilidade de conversar com umas três pessoas no mundo todo

A narrativa de Beth O’leary é dividida em dois pontos de vista: Tiffy e Leon e num primeiro momento pode ser bastante assustador já que a narrativa muda completamente de um personagem para o outro. Não é exatamente um problema, mas eu consigo ver algumas pessoas tendo um pouco mais de dificuldade de ver as coisas do ponto de vista do Leon, do que do da Tiffy.

Eu gosto como a escrita de O’leary consegue ser delicada e envolvente, mesmo quando está falando de assuntos mais sérios. Embora Teto para Dois seja um romance, a autora não perdeu a oportunidade de abordar relacionamentos abusivos de um jeito delicado e inteligente, permitindo que o leitor sentisse o mesmo que a personagem principal, mas sem deixar a leitura pesada e cansativa.

resenha-teto-para-dois-beth-oleary

O interessante da abordagem de Beth O’leary é que, ao longo do livro, ela vai deixando os sinais, as red flags do relacionamento de Tiffy com o ex-namorado para que nós, assim como os amigos dela, fiquemos preocupados com uma possível recaída.

Amo como Tiffy é extremamente talentosa no seu trabalho e tem uma personalidade que se destaca. O fato de ela ter um pouco de falta de confiança – consequência do seu relacionamento ruim – torna mais fácil que o leitor consiga simpatizar com ela e com a situação que está vivendo.

Leon, por outro lado, confesso que demorei um pouco mais para desvendar. Ainda assim, a relação com o irmão e com a namorada foram bem trabalhadas pela autora e eu gosto como esses dois “fatos” da vida dele, contribuíram muito para que pudéssemos conhecer mais do lado emocional do nosso herói.

É difícil não se apaixonar pelo Leon, confesso. Acontece sem você perceber.

Você tem cheiro de casa. – digo, depois de um instante. – Você é a minha casa. –  Responde Leon. – A cama, o apartamento…- Ele para, como sempre faz quando está procurando palavras que representem algo grande. – E só tornou minha casa quando você apareceu, Tiffy

O’leary respeita o tempo dos seus personagens, então não foi difícil entender porque o romance aconteceu tão devagar. Ver Tiffy e Leon ganhando intimidade ao longo dos meses, dividindo momentos e se conhecendo um pouco mais torna o momento em que eles finalmente ficam juntos mais especial.

Tem todo um apelo, sabe? Você sabe que os dois estão prontos para dar o próximo passo neste relacionamento e que os dois querem e, principalmente, estão confortáveis e bem resolvidos com os seus respectivos passados – o que alguns autores às vezes fazem questão de esquecer, né?

resenha-teto-para-dois-beth-oleary

Os amigos de Tiffy e Leon tem um papel muito importante no enredo, acho válido mencionar. Eu gosto como Gerty protege a Tiffy e faz de tudo para que ela se liberte do antigo relacionamento ruim. E Mo, que propõe a terapia para que ela ganhe novamente confiança e consiga retomar a sua própria vida. Esses dois são perfeitos de um jeito que não sei explicar.

Além disso, são os donos dos melhores diálogos desse livro.

Teto para Dois é aquela leitura que tem tudo o que os leitores de romance gostam, sabe? Diálogos fofinhos que causam euforia, herói extremamente romântico que a gente fica com vontade de arrancar do livro e casar, protagonista maravilhosa e bem desenvolvida para chamar de nossa, personagens secundários divertidos e que tornam o livro ainda melhor e uma escrita incrível, leve e apaixonante.

Preciso dizer que eu tinha todas as expectativas do mundo para esse livro sim. Queria que Teto para Dois fosse maravilhoso e uma experiência de leitura maravilhosa. A verdade é que Beth O’leary me entregou muito mais que isso e eu sou/estou completamente obcecada por esse livro maravilhoso.

Débora Costa ver todos os artigos
Uma intelectual contemporânea que entende a importância da convergência de mídias, telas e narrativas. Acompanhando mais séries do que deveria e não consigo fazer uma coisa de cada vez. Ainda quero escrever um romance de época um dia.

Posts relacionados

Comente com o Facebook

Comente pelo WordPress

4 Comentários

  • Treicy Madelon
    30 jun 2020

    Esse livro parece ser muito fofo, eu gosto com as narrativas são bem diferentes para diferenciar os personagens, acho que facilita muito. Tinha visto a Melina Souza comentando sobre este livro e agora estou ainda com mais vontade de ler

  • […] da forma como Rosa escolhe enfrentar o medo que tem da maldição, ao mesmo tempo que se preocupa em como seu novo “relacionamento” vai afetar a sua família. […]

  • Michelle Lins de Lemos
    28 Maio 2020

    Acho tão romântico a troca de cartas. Quando leio em livros ou vejo em filmes meu coração fica quentinho.
    Eu simplesmente amei Teto Para Dois. Tem cara de uma comédia romântica clichê da Sessão da Tarde e da Netflix

  • Angela Cunha Gabriel
    27 Maio 2020

    Eu vi ontem no Insta que o blog tinha voltado e que alegria senti. Eu vinha aqui todos os dias e agora poderei acompanhar tudo outra vez!!
    Um dos livros que mais desejo desde seu lançamento e não vejo a hora de poder ter ele em mãos.
    Sou a romântica incurável rs
    Beijo

  • Siga o @thelaoliphantInstagram