Séries & TV 07abr • 2018

Carbono Alterado: o que mudou na adaptação da Netflix

Algum tempo atrás, quando eu fiz a resenha de Carbono Alterado, eu mencionei que as minhas expectativas para o livro estavam altas demais porque eu passei um tempão ouvindo muita gente falar bem demais do livro, então quando fiz a leitura, acabei um pouco decepcionado. Então quando chegou a hora de assistir a adaptação da Netflix, Altered Carbon, fiquei pensando “Será que agora que eu sei mais o menos o que esperar da história, eu vou acabar me surpreendendo e gostando mais?” E a resposta é tanto sim quanto não. A primeira temporada de Altered Carbon tem seus acertos, mas tem algumas na série que realmente não me agradaram.

E antes de eu me aprofundar nessas coisas, vamos deixar claro que obviamente nós todos sabemos que em uma adaptação, detalhes e plots são modificados para se encaixarem melhor em uma mídia visual. E sim, alguns dos problemas que eu tive com a série são relacionados a pontos em que ela vai em uma direção diferente do livro. Mas nem todas as mudanças feitas são negativas. Inclusive, o meu personagem favorito da série é bem diferente de como ele é no livro. E antes que eu me esqueça, esse post vai conter spoilers, então estejam avisados.

Em primeiro lugar, uma vantagem que a série tem é que, como é uma mídia visual, ela pode gastar menos tempo estabelecendo o world building. Um elemento que levaria alguns parágrafos para descrever é bem mais fácil de explicar para o público quando você pode simplesmente mostrá-lo. Por isso, a série é bem mais fácil de absorver no começo, e isso não é algo que eu possa dizer do livro. E a série conseguiu explicar muito bem os elementos scifi do universo, eu pessoalmente não tive problemas para acompanhar nada.

Além disso, Altered Carbon tem algumas das melhores cenas de luta que eu já vi em uma série de TV. Outras séries como Arrow, Daredevil e algumas outras tem cenas de lutas ótimas, mas as lutas de Altered Carbon são simplesmente fantásticas. Elas conseguem equilibrar muito bem a violência intensa com os movimentos controlados de personagens que realmente fazem você acreditar que são treinados para esse tipo de combate. Com certeza, um dos pontos mais fortes da série.

No que se trata de personagens, a maioria é basicamente tão bom quanto no livro. Kovacs e Ortega são bem caracterizados e as interpretações são satisfatórias. Mas as interpretações dos Bancroft e de Poe são sem dúvidas as minhas favoritas. Lawrence and Miriam Bancroft são interpretados perfeitamente, e os atores conseguem passar muito bem a complexidade de dois personagens que estão a centenas de anos juntos e do relacionamento dos dois. E Poe (que no livro se chama Hendrix), um personagem que no livro sinceramente não se destacou muito na minha opinião, se tornou de longe o meu personagem favorito.

Mas chegamos ao momento de falar do ponto que me incomodou na série. As mudanças feitas a alguns dos personagens não fazem sentido pra mim. Pra começar, Quellcrist. Pra quem não leu o livro, em Carbono Alterado, Quellcrist não é uma personagem que aparece diretamente na história, pelo menos não no primeiro livro, e ela serve mais como uma espécie de pensadora famosa, que Kovacs cita algumas vezes. Eu realmente não entendo o porque dessa mudança. Se os produtores da série queriam dar a Kovacs uma figura amorosa, porque não Sarah, a personagem por quem Kovacs é apaixonado nos livros?

Outra mudança, outro problema. Reileen, na série, é a mistura de dois personagens diferentes dos livros. Uma delas é Reileen Kawahara, uma chefe do crime organizado que durante muitos anos empregou Kovacs, a outra é a irmã de Kovacs cujo nome nunca é mencionado, pelo menos não no primeiro livro. Essa mudança acaba colocando uma quantidade completamente desnecessária de drama na série, e a história acaba virando uma novela sobre os dois irmãos, e não sobre a corrupção e os crimes que existem no mundo da história.

Existem alguns outros pontos que eu não curti na série (a ideia de que a personagem de Lizzie pode superar o trauma dela através da violência, as cenas de nudez exageradas) mas no geral, a série não é ruim, apesar de ter um leve declínio de qualidade a partir do momento em que Reileen aparece. Não é uma série que eu veria de novo, e nem sei se vou assistir a segunda temporada (que ainda nem foi confirmada, falando nisso), mas me fez ter uma apreciação nova pelo livro, pelo menos.

Gostou do post? Não esqueça de se inscrever na newsletter do blog para acompanhar os próximos conteúdos.

Vinicius Fagundes ver todos os artigos
24 anos. Formado em Publicidade e Propaganda. Viciado em histórias. Desconhecido mundialmente.

Posts relacionados

Comente com o Facebook

Comente pelo WordPress

13 Comentários

  • […] de ter curtido a leitura de Carbono Alterado, e de ter acompanhado a primeira temporada da série na Netflix, eu estava bem animado para fazer a leitura do segundo livro da série, Anjos Partidos. Os livros […]

  • Ana I. J. Mercury
    30 abr 2018

    Eu não conhecia a série, mas achei bem interessante pelo o que você falou.
    Ai adaptações geram isso mesmo, é duro quando mudam muito, mas as vezes, até que fica legal, apesar de tantas diferenças.
    bjs

  • Iêda Cavalcante
    27 abr 2018

    Oiee!
    Confesso que não conheço a série então não tinha a menor idéia do que se tratava até ler essa postagem.
    Ela não é um tipo de série que eu me apaixone, e como tenho várias não terminadas ainda, prefiro tentar terminar essas a começar algo novo.
    Bjs!

  • suzana cariri
    17 abr 2018

    Oi!
    Vi muitas pessoas comentarem sobre essa serie, mas não sabia que tinha o livro dela, a historia toda pareceu bem interessante e pelo que vi parece ser o tipo que imaginamos como ficaria em uma serie ou filme, mas já assistir muitos filmes e serie dos quais as mudanças para o livro não fazem muito sentindo e que me incomodaram muito também !!

  • Theresa Cavalcanti
    14 abr 2018

    Não li o livro, mas gostei da série. Fui assistir sem pretensão nenhuma e gostei bastante.
    Gostei dos efeitos e dos personagens principais, mas já vi algumas pessoas que leram o livro reclamando, então não sei se tenho vontade de ler.

  • sara maia
    12 abr 2018

    já vi muita gente falando muito bem de altered carbon, tanto o livro quanto a série; mas só fiquei com vontade mesmo de ler quando assisti o trailer da série e me interessei pela história. mas provavelmente irei assistir a série primeiro.
    adaptações sempre são assim, cria uma expectativa grande em quem já leu o livro. o mais chato é quando modificam partes importantes da história e também quando mudam muito a personalidade de um personagem… enfim espero conseguir ler e assistir o mais breve possível!

  • Vitória Pantielly
    11 abr 2018

    Oi Vinícius.
    Como já disse Carbono Alterado não se encaixa nos gêneros que gosto de ler, por isso acabei não me interessando pelo livro, mesmo com muita gente lendo e gostando. Mas quero dar uma chance para a série… Acho que eles erram muito em adaptações exatamente por essas mudanças de personagens, ou personagens a mais que são desnecessários, uma pena não é? Mas ainda assim irei assistir.
    Beijos

  • Samantha correa
    09 abr 2018

    Não li o livro então estou adorando essa série. Acho o cenário muito perfeito, as cenas de ação, claro tem um draminha desnecessário, mas qual série não tem?
    Acho que se tivesse lido os livros não gostaria, ou gostaria menos, mas como não li, estou adorando.

  • Pamela Liu
    09 abr 2018

    Oi Vinicius.
    Não fiquei com vontade de ler o livro, mas talvez eu veja a série.
    Sempre há alguns pontos positivos e negativos nas adaptações. É difícil um filme ou série ser 100% fiel, já que às vezes tem elementos que não funcionam bem dependendo da plataforma ou é necessário uma alteração em algo para a história fluir melhor.
    O que eu não gosto é quando eles inserem novos personagens ou mudam a personalidade um personagem já existente. Para que fazer isso?
    Beijos

  • Lili Aragão
    09 abr 2018

    Ainda não li o livro e provavelmente verei a série primeiro, o que pode fazer com que eu curta um pouco mais que você a série pois não vou ter uma referência pra comparar. Apesar dos pontos que você destacou como negativos, a série parece ter te agradado e achei isso positivo e fiquei animada pra vê-la 😉

  • Kleyse Oliveira
    09 abr 2018

    Oi Vinicius, eu ainda não li o livro nem assisti a série, mas pelo que ouvi falar a série tem algumas partes diferentes mesmo do livro. Mas mesmo assim esse ano quero comprar o livro e depois ir assistir a série para ver as diferenças. Bjs

  • Daiane Araújo
    08 abr 2018

    Oi, Vinicius.

    Essa série tem uma proposta boa, mas acredito que mudanças, às vezes, são bem vistas em suas adaptações, mas que também tem que ser muito fiéis ao livro, podendo não arriscar muito.

  • Camila Rezende
    07 abr 2018

    Olá Vinicius,
    Não posso muito opinar sobre o livro pq eu ainda não li.
    Com relação a série, eu gostei bastante. O Poe foi o meu personagem favorito.
    Quero ler o livro espero que a série tenha uma segunda temporada (eu ainda li nenhuma informação sobre a continuação).
    Espero ler o livro em breve.

  • Siga o @laoliphantblogInstagram