Séries & TV 17dez • 2018

Explorando o universo de O Mundo Sombrio de Sabrina

No ano passado, aqui no blog, eu fiz uma pequena retrospectiva da história dos quadrinhos Archie, desde a sua criação em 1939, até a estréia da série Riverdale. Desde então, Riverdale continua fazendo sucesso entre o público, já contando com três temporadas (a qualidade não é lá essas coisas, mas isso nós não vamos comentar. A série fez tanto sucesso que ganhou até uma spin off! Em setembro de 2017, foi anunciado que a Netflix iria lançar a série O Mundo Sombrio de Sabrina, que estreou em 26 de outubro de 2018.

A série conta a história de Sabrina Spellman, uma adolescente filha de um bruxo e uma mortal. Quando atingir 16 anos, Sabrina precisa decidir se irá abandonar sua vida mortal (incluindo seus amigos e seu namorado, Harvey) para continuar sua educação as artes das trevas. A primeira temporada fez muito sucesso, e um especial de Natal foi lançado pela Netflix mais cedo neste mês. Então, achamos que seria legal fazer uma continuação daquele primeiro post, focando na história de Sabrina Spellman através dos anos.

A primeira aparição de Sabrina nos quadrinhos foi em outubro de 1962, na edição nº 22 da série Archie’s Mad House, que era dedicada a contar história mais fantasiosas, e que nem sempre contavam com os personagens já conhecidos da turma de Riverdale. A personagem, que foi inicialmente concebida para ter apenas aquela aparição, se tornou tão popular com os fãs que continuou fazendo aparições em histórias dos quadrinhos Archie, até que finalmente ganhou sua própria revista. O primeiro volume de Sabrina The Teenage Witch foi publicado em 1971.

Em 1970, Sabrina ganhou uma série animada no canal CBS, uma spin off do desenho The Archie Comedy Hour. A série animada durou por apenas uma temporada de 31 episódios, e era focada em um público mais jovem, dos 6 aos 14 anos, e principalmente meninas. A série ainda ganhou uma spin off focada nos primos de Sabrina, os Groovie Goolies, inspirados nos monstros clássicos do cinema, como Conde Drácula e Frankenstein. A spin off não fez tanto sucesso e durou apenas por uma temporada de 16 episódios.

A primeira aparição live action de Sabrina aconteceu com o filme Sabrina The Teenage Witch, produzido em 1996 para a TV (Vocês, assim como eu, devem ter visto esse filme no SBT em algum momento). O filme foi então adaptado em 1996 em uma série de TV, protagonizada por Melissa Joan Hart, exibida no canal ABC pelas suas primeiras quatro temporadas, e no canal The WB pelas últimas três temporadas. A série fez bastante sucesso com o público (inclusive comigo), ganhando mais 2 filmes feitos para a TV nos anos de 1998 e 1999. Para aproveitar o sucesso da série, foi introduzida uma nova série de quadrinhos de Sabrina, começando em 1997.

Alguns anos depois, em 2000, foi produzido uma nova série animada, dessa vez focando em uma Sabrina Spellman com 12 anos de idade. Sabrina: The Animated Series estreou no canal UPN e durou uma temporada de 65 episódios. Mais uma vez, aproveitando o sucesso da série animada, foi lançada uma nova série de quadrinhos, começando em 2000. A série de quadrinhos durou até 2004, quando o título foi re-estilizado com um tom de mangá (é sério isso).

Em 2013, foi lançado o primeiro volume de Afterlife With Archie, um quadrinho com um tom bem mais sombrio e assustador do que os anteriores no selo Archie Comics. Em Afterlife With Archie, o cachorro de Jughead é atropelado e ele pede ajuda para Sabrina para trazê-lo de volta à vida. O feitiço de Sabrina funciona, mas com terríveis consequências. O cachorro volta como um zumbi, e morde Jughead, dando início a uma infestação de zumbis em Riverdale. Vocês não tem noção do quanto eu estou a fim de ler essa série.

Devido a boa recepção de Afterlife With Archie, particularmente a edição nº 6, focada principalmente em Sabrina, em 2014 foi lançada a série Chilling Adventures of Sabrina, uma série de quadrinhos mantendo o tom sombrio de Afterlife With Archie. A série de quadrinhos foi um sucesso de vendas e de críticas e devido esse sucesso, somado com o sucesso de Afterlife With Archie, foi criado o selo Archie Horror, focado em histórias com temas de terror. Outros quadrinhos desse selo incluem Vampironica (onde Veronica Lodge é transformada em uma vampira ) e Jughead: The Hunger (Onde Jughead descobre que é lobisomem).

E finalmente, chegamos em 2017, quando é anunciado que a Netflix produziria uma série inspirada em Chilling Adventures of Sabrina. A série, chamada O Mundo Sombrio de Sabrina em português, estreou em 2018, protagonizada por Kiernan Shipka, e fez muito sucesso, ganhando também um especial de Natal. Estamos aguardando a segunda temporada da série, e também um crossover com Riverdale. Afinal de contas, porque não, não é mesmo?

Ufa, acabou. Passamos por toda a história de Sabrina nos quadrinhos e na TV. Espero que futuramente eu esteja aqui, fazendo essa retrospectiva para Josie e as Gatinhas, que como todos sabemos, vão ganhar uma spin off logo!

Vinicius Fagundes ver todos os artigos
24 anos. Formado em Publicidade e Propaganda. Viciado em histórias. Desconhecido mundialmente.

Posts relacionados

Comente com o Facebook

Comente pelo WordPress

8 Comentários

  • Luana Martins
    31 dez 2018

    Oi, Vinicius
    Assisti essa primeira temporada de Sabrina bem rápido e adorei, me lembrou muito minha infância.
    E o especial de natal foi maravilhoso.
    Ansiosa parava próxima temporada.
    Beijos

  • Nil Macedo
    31 dez 2018

    Sinceramente, eu não faço ideia do que se trata. Quer dizer, agora sei um pouco. Mas eu não conheço a série e menos ainda os quadrinhos.
    Gosto desse universo de bruxas mas essa me parece ser mais voltada para o público teen.

  • sarah castro
    28 dez 2018

    Eu AMO esse universo que é da Sabrina, Archie e Josie e demais, eu via os desenhos e lia os quadrinhos quando tinha oportunidade, no caso de Sabrina eu assisti até a Sabrina que passava a pouco tempo, porém com essa adaptação da netflix ela parece ser sensacional, porém quando lembro quem ta por trás da produção, roteiro e etc, são as mesmas pessoas de todas os seriados que abandonei da segunda/terceira temporada em diante então, ficar apenas com os comentários.
    Mesmo assim foi um ótimo texto explorando o universo

  • […] se não fosse YA. Apesar de ser uma história muito bem construída, Filhos de Sangue e Osso não consegue evitar cair nos clichês das histórias YA, e isso acaba tirando um pouco da força da história. Claro que não são todos os livros YA que […]

  • Aline Bechi
    18 dez 2018

    Olá, tudo bom? Eu não conhecia toda essa história da Sabrina. Para mim eram apenas uma série Sabrina, aprendiz de feiticeira e os quadrinhos que inspiraram a Netflix. Gostei de saber de tudo isso, ainda mais essa relação com Riverdale.

  • Pamela Liu
    17 dez 2018

    Oi Vinicius.
    Eu ainda não assisti a essa nova série da Sabrina do Netflix, mas assisti a versão do SBT quando era mais nova.
    Eu gostava bastante da versão do SBT, mas acho que vou gostar bastante desse clima mais sombrio da versão da Netflix.
    Adorei saber um pouco mais sobre os quadrinhos e como foram originados essas novas adaptações.
    beijos

  • Kleyse Oliveira
    17 dez 2018

    Olá.
    Toda vez que passava Sabrina eu corria para assistir. Haushausha foi minha infância e adolescência toda assistindo essa bruxinha. Quero muito assistir essa versão atual mas fica ruim pois não tenho como pela Netflix .

  • Angela Cunha
    17 dez 2018

    Por culpa da minha enorme fila de séries atrasadas, ainda nem comecei a ver esta, que sem sombra de dúvidas, é a série do momento. Ainda mais agora que saiu neste fim de semana, um lance de especial de Natal, ou algo semelhante..rs(e também está sendo muito elogiada)
    Sabrina não surgiu agora. Várias meninas, todas diferentes e ao mesmo tempo tão iguais.
    Sei que ela sempre agradou e pelo que andei lendo, continuará agradando!
    Verei a série em breve.
    Beijo

  • Siga o @laoliphantblogInstagram