Posts arquivados em Tag: Adaptação

10 nov, 2018

Asiáticos Podres de Ricos: O livro ou o Filme?

Qualquer pessoa que leu a minha resenha de Asiáticos Podres de Ricos sabe que neste caso específico eu preciso dizer que o filme foi consideravelmente melhor que o livro. E assim, eu entendo que, durante a construção do enredo, Kwan precisou explicar a arvore genealógica de absolutamente todo mundo no livro, mas o fato do filme conseguir escapar de toda essa enrolação e focar no que realmente importa – o relacionamento de Rachel e Nick – já torna o filme melhor que o livro sem precisar fazer esforço.

Diferente do livro que conta várias histórias paralelas, a versão dos cinemas resolveu manter todo o foco no casal principal, mesmo que em alguns momentos a trama mudasse um pouco o foco para Astrid – assim como no livro. Eu gostei muito que o roteiro investiu mais em mostrar como era a verdadeira relação do Nick com a sua família e como a Rachel se sentia completamente deslocada naquele universo. Além disso, o filme deixou muito mais claro que a relação entre os dois era realmente muito forte e que existe uma conexão ali que o livro deixou escapar muitas vezes. Continue lendo

28 ago, 2018

Hush Hush: 3 motivos para a adaptação de Sussurro não acontecer

Aparentemente alguém perdeu o memorando de que o momento certo para fazer uma adaptação de livro sobrenatural ficou lá em 2008, quando outra pessoa achou que era uma boa ideia dar vida aos personagens de Stephenie Meyer. Todo mundo lembra dessa fase, não é mesmo? Vampire Diaries estreou como série de TV no ano seguinte (2009) e o amor de todas as adolescentes da época se dividiam entre lobisomens, vampiros e anjos caídos. As garotas queriam ser a próxima Bella e os meninos estavam tentando entender o que tinha de tão interessante nesse tal vampiro que brilhava no sol, Edward. Foi uma fase muito intensa, até mesmo Felipe Neto se deu ao trabalho de fazer um vídeo falando sobre isso – todo mundo lembra né?

Foi uma boa época, mas infelizmente passou. Quando Divergente estreou nos cinemas, as pessoas já estavam um tanto quanto saturadas de adaptações literárias e, depois do fracasso em tentar transformar o romance de Tris e Quatro em um sucesso, o mundo dos livros foi deixado um pouco de lado e os roteiristas começaram a procurar um outro nicho de pessoas para destruir os sonhos. Mas, aparentemente, todo mundo percebeu isso menos a turminha dos anjos caídos. Continue lendo

09 ago, 2017

Livro de Jenny Han será adaptado para o cinema

Os românticos de plantão já podem separar o dinheiro para a estreia de Para todos os garotos que já amei nos cinemas. O filme inspirado na trilogia de Jenny Han terá no elenco Lana Condor, de X-Men: Apocalipse, e John Corbett, de Casamento grego.

Noah Centineo, de The Fosters, dará vida ao personagem Peter Kavinsky; Janel Parrish, de Pretty Little Liars, será Margot, a irmã mais velha da protagonista, Lara Jean; Israel Broussard, de Bling Ring: A gangue de Hollywood, vai interpretar Josh; e Anna Cathcart será Kitty, a fofa irmã mais nova.

O filme será dirigido por Susan Johnson, e Sofia Alvarez ficará responsável pelo roteiro. As gravações já começaram em Vancouver, no Canadá, mas ainda não há data de estreia.

Para todos os garotos que já amei conta a história de Lara Jean, uma garota atrapalhada e ingênua, mas muito forte. Romântica, ela escreve cartas para os garotos por quem se apaixonou. Mas tem um detalhe: nunca as envia. Até que um dia essas cartas são misteriosamente enviadas aos respectivos destinatários, e a vida amorosa da personagem ganha outro rumo.

Comprar: Amazon | Saraiva | Cultura

Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos.
Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.

Este conteúdo foi retirado do blog oficial da editora Intrínseca.

24 maio, 2017

Extraordinário ganha data de estréia

Quem está querendo notícia boa para essa semana? Pois muito bem, venho por meio deste post confirmar que realmente haverá adaptação do livro Extraordiário, uma das leituras mais emocionantes que eu já fiz e se vocês ainda não leram este livro, acreditem quando eu digo que vocês precisam!

A adaptação de Extraordinário está oficialmente marcada para o dia 23 de Novembro deste ano e conta com um elenco maravilhoso tendo Jacob Tremblay, o ator mirim que ganhou o coração de todo mundo depois da sua atuação em “O Quarto de Jack”, no papel do August e a nossa eterna Pretty Woman, Julia Roberts, no papel da mãe do menino.

Não dá pra negar que essa adaptação vai fazer a gente chorar mais do A Culpa é das Estrelas, não é?!

A história do filme gira em torno de August Pullman, um garoto que nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso ele nunca frequentou uma escola de verdade… até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.

Os livros “Extraordinário”, “O Capítulo do Julian” e “365 Dias Extraordinários”, de R.J. Palacio foram publicados no Brasil pela editora Intrínseca.

Está publicação foi retirada do blog Livros e Citações. Para conferir a publicação original clique aqui.