Posts arquivados em: Tag: Agentes da Coroa

Resenhas 06mar • 2018

Como Se Casar Com um Marquês, por Julia Quinn


Essa é uma daquelas resenhas em que eu venho agradecer ao universo pela evolução da escrita dos autores que eu mais amo. Depois do desastre que foi a minha leitura de Mais Lindo Que a Lua, eu realmente estava preocupada com o que Julia Quinn iria preparar para mim em Como Se Casar Com Um Marquês. Eu já havia me apaixonado por James no primeiro livro dessa duologia e, Lady Danbury é uma personagem que jamais nos decepciona. Graças ao poder do universo, Julia Quinn me entregou o melhor enredo que eu poderia querer. Como Se Casar Com Um Marquês é um livro de leitura deliciosa, com diálogos inteligentes, uma heroína determinada e um herói que vai roubar seu coração na primeira página.

Eu realmente gostei da experiência de ter Julia Quinn escrevendo longe dos bailes e das temporadas sociais. Como Se Casar Com Um Marquês apresenta um ambiente mais pessoal, onde os personagens que nos são apresentados, estão imersos em problemas reais que, não envolvem vestidos de baile e encontrar o par perfeito. Além disso, Julia Quinn nos convida a conhecer uma de suas personagens mais marcantes: lady Danbury. Apesar de não ser a personagem principal deste romance, essa dama da sociedade certamente rouba todas as cenas e se mostra uma mulher muito a frente do seu tempo em diversas ocasiões. Ouso dizer que este livro não seria tão divertido sem ela. Leia mais

Resenhas 21out • 2017

Como Agarrar Uma Herdeira, por Julia Quinn

Eu já disse isso aqui uma vez, mas eu vou repetir: Julia Quinn foi a melhor coisa que já aconteceu na minha vida literária, viu? Como Agarrar Uma Herdeira era tudo o que eu queria e mais um pouco em um romance de época. E é isso que sempre me impressiona na Julia Quinn: ela sempre consegue entregar muito mais do que eu estava esperando em uma história. Neste primeiro livro da duologia “Agentes da Coroa”, vamos encontrar uma heroína que sabe muito bem se virar sozinha e um herói que precisa de mais ajuda do que é capaz de admitir.

Em Como Agarrar Uma Herdeira nossa heroína é Caroline Trent, uma jovem que está prestes a atingir a maior idade e ter total controle sob a fortuna que herdara de seu pai. O problema é que seu tutor, Oliver, tem planos de casar a jovem com seu único filho e assim colocar as mãos no dinheiro dela. Para evitar se casar com seu primo, Caroline resolve fugir de seu tutor, porém ela não contava ser confundida com uma famosa espiã espanhola e ser sequestrada por ninguém menos que Blake Ravenscroft.

Julia Quinn tem uma maneira muito interessante de surpreender os seus leitores. Ao invés de um livro romântico onde a heroína é cortejada pelo herói, Como Agarrar Uma Herdeira entrega um enredo cheio de ação e aventuras que eu confesso que não estava esperando quando comecei a leitura desse livro. Além de uma escrita deliciosa e personagens apaixonantes, Julia Quinn dá um toque especial ao enredo quando envolve espionagem no meio da trama. Tem como não amar essa mulher? Definitivamente não.

“- Já percebeu que ele gosta de me chamar de Srta. Trent quando está irritado comigo?
– Caroline.
– É claro – acrescentou ela, animada – que quando ele está muito furioso, volta a me chamar de Caroline. Blake provavelmente acha difícil demais grunhir meu nome completo.”

O enredo de Como Agarrar Uma Herdeira tem um ritmo gostoso, que envolve cada vez mais o leitor na história. Uma das coisas que eu mais gosto de Julia Quinn é que as características peculiares que ela dá as suas heroínas e como isso influencia demais no desenvolvimento da mesma ao longo da história. No caso de Caroline, ela guarda um caderno de palavras que aprende ao longo do tempo com o objetivo de expandir o seu vocabulário, o que dá aos leitores diálogos interessantes e uma heroína determinada e muito curiosa.

Eu gostei muito de acompanhar o romance de Blake e Caroline. Eles formam um casal que eu realmente consegui visualizar juntos e apaixonados dentro da história e é interessante ver como eles se completam de várias formas diferentes. Julia Quinn desenvolveu muito bem esse romance, deixando que o leitor conhecesse ambos personagens em seu individual e depois trabalhando seus defeitos e qualidades como um casal. É impossível você não se apaixonar por esses dois, ainda mais quando o humor ácido de Blake completa tão bem o jeito doce de Caroline.

“Era irônico, na verdade. Caroline teria ficado feliz em compartilhar sua fortuna – até mesmo doá-la – se houvesse encontrado um lar com uma família que a amasse, que se importasse com ela. Alguém que visse nela algo além de um burro de carga com uma conta bancária.”

Os personagens principais de Como Agarrar Uma Herdeira são os mais apaixonantes possíveis. Neste primeiro livro de Agentes da Coroa, somos apresentados ao James, personagem principal do segundo livro, e o que eu posso dizer? Mal conheço e já o amo muito. Uma das coisas que mais me envolvem nos enredos da Julia Quinn é ver como os universos românticos que ela cria são bem construídos e não deixam pontas soltas. Acho que isso contribui muito para que eu consiga me conectar com os personagens e tudo o que o livro está me oferecendo.

Como Agarrar Uma Herdeira foi uma leitura que eu realmente amei do início ao fim. Julia Quinn nunca me decepciona assim como os seus personagens. Se você nunca leu um romance de época, mas tem curiosidade no gênero e não sabe por onde começar, eu sugiro muito a série Agentes da Coroa. Com essa escrita leve e um enredo cheio de ação e aventuras, tenho certeza que Julia Quinn irá conquistar o seu coração e você terá uma experiência de leitura maravilhosa.

Gostou desta resenha? Então se inscreva na newsletter do blog para acompanhar os próximos conteúdos.

Siga o @laoliphantblogInstagram