Posts arquivados em: Tag: Guillermo del Toro

Cinema 15jan • 2018

The Shape of Water é uma carta de amor ao diferente

Eu não vou dizer para vocês que eu sou uma culta na arte do cinema, porque eu não sou. Mas antes de eu me apaixonar por livros, a minha outra paixão era assistir filmes e séries na televisão. Eu nunca tive canal fechado em casa, então eu dependia do que a Globo ou a SBT escolhessem passar no horário da tarde, depois que eu chegava da escola. De qualquer forma, filmes sempre mexeram comigo e sempre tiveram um impacto na minha vida, e por isso eu resolvi trazer de volta dos mortos a categoria “Cinema” aqui do blog, para falar sobre alguns filmes que eu amo e que eu acho que vocês vão amar também.

Conheci Guillermo Del Toro por causa de uma amiga minha que é apaixonada pelo trabalho dele. Del Toro é responsável por um dos meus filmes favoritos: O Labirinto do Fauno, mas vocês provavelmente o conhecem por conta de um outro filme – também muito maravilhoso – chamado Círculo de Fogo. Verdade seja dita, de todos os poucos diretores de cinema que eu conheço, Del Toro é o que mais dá vida a roteiros que realmente me deixam extasiada e, com The Shape of Water não foi nem um pouco diferente – eu já estava apaixonada pelo filme quando assisti ao trailer.

The Shape of Water se passa na década de 60, em meio a grandes conflitos políticos entre os EUA e a União Soviética. O filme narra a história de uma faxineira chamada Eliza, interpretada pela Sally Hawkins, que trabalha em um laboratório secreto do governo. Eliza é muda e toda a sua vida segue uma rotina de repetições até que ela descobre que o laboratório que ela trabalha está fazendo experimentos e torturando um anfíbio capturado na américa do sul. Aos poucos, Eliza acaba se apaixonando pela criatura e resolve criar um plano para poder tirá-lo do cativeiro. Para executar um arriscado e apaixonado resgate ela recorre ao melhor amigo Giles (Richard Jenkins) e à colega de turno Zelda (Octavia Spencer). Leia mais

Notícias 06nov • 2017

Editora Intrínseca irá publicar o novo livro de Guillermo del Toro

A forma da água, romance que retrata e expande o universo do filme homônimo, será publicado no Brasil pela Intrínseca. O longa, que já ganhou o cobiçado Leão de Ouro de Melhor Filme no Festival Internacional de Cinema de Veneza e abriu o Festival de Cinema do Rio, será lançado pela Fox Searchlight Pictures no dia 1º de dezembro de 2017, nos Estados Unidos, e em 11 de janeiro de 2018 nos cinemas brasileiros. Baseado em uma ideia original de Guillermo del Toro e Daniel KrausA forma da água foi desenvolvido desde o início como uma história pensada pelos dois artistas de maneira independente para o cinema e a literatura.

A história se passa durante a época da Guerra Fria, em Baltimore, em um centro de pesquisa aeroespacial que acaba de receber um bem precioso: um homem anfíbio capturado na Amazônia. O que se desenrola é uma angustiante história de amor entre o anfíbio e uma das zeladoras do laboratório, uma mulher muda que usa a linguagem de sinais para se comunicar com a criatura. O livro traz ilustrações do artista James Jean e mistura fantasia, fábula e romance para criar uma narrativa envolvente tanto nas páginas quanto na tela de cinema.

Del Toro e Kraus colaboraram previamente no romance jovem Caçadores de Trolls, que, adaptado pela Netflix, é hoje a produção mais assistida da história do site na categoria de programas para a família. Foi durante uma reunião sobre esse projeto que os dois começaram a desenvolver a ideia que se tornou A forma da água.

“Essa é uma história na qual eu tenho pensado desde quando tinha seis anos e vi Julie Adams em O monstro da Lagoa Negra”, diz Guillermo del Toro. “Sempre esperei que ela e a criatura acabassem juntos, mas não acabaram. Foi durante um café da manhã que Daniel Kraus, coautor de Caçadores de Trolls, me contou sua versão de uma ideia parecida, e eu soube imediatamente que nós faríamos a história funcionar, tanto para o filme quanto para o livro.”

A forma da água é a fagulha de ideia mais antiga que eu tenho — eu a trago comigo desde os quinze anos”, conta Daniel Kraus. “Mas não era uma história totalmente desenvolvida até eu conhecer o Guillermo. Segundos depois que eu lhe contei a premissa, ele começou a preencher as lacunas na narrativa. Amo escrever com o Guillermo porque ele é o artista mais sincero e emocionalmente aberto que eu conheço, e essa sensibilidade complementa minhas tendências mais obscuras e grosseiras.”

O livro tem publicação mundial prevista para 27 de fevereiro de 2018. O filme, dirigido por del Toro e estrelado por Sally Hawkins, Michael Shannon, Octavia Spencer e Richard Jenkins, é fortemente cotado para o Oscar.

Este conteúdo foi originalmente publicado no blog oficial da editora Intrínseca. O La Oliphant é apenas responsável pela reprodução do conteúdo.

O Usuário laoliphantblog não existe ou é uma conta privada.