Posts arquivados em: Tag: Os Hathaways

Resenhas 27mar • 2015

Desejo à Meia-Noite, por Lisa Kleypas

Desejo à Meia-Noite é o primeiro livro da série Os Hathaways escrito pela autora Lisa Kleypas e publicado no Brasil pela Editora Arqueiro. Neste romance de época, somos apresentados aos Hathaways, uma família bastante unida que enfrenta muito mais do que apenas seus problemas financeiros.

Após a morte de seus pais, uma onde de má sorte começou a assombrar a família Hathaway. Com três irmãs mais nova e um irmão mais velho sempre perdido entre casas de jogos, bordeis e bebida, Amélia Hathaway já havia desistido da ideia de se casar, aceitando sua condição de solteirona e dedicando todo o seu tempo livre para cuidar sua família e tentar resolver os problemas que tinham.

Lisa_01

Quando seu irmão mais velho, Lorde Ramsay, desaparece por três dias, Amélia sai a sua procura pelas ruas de Londres e é quando seu caminho se cruza com o do cigano Cam Rohan, gerente de uma das casas de jogos mais frequentadas da cidade. Os dois sentem uma atração imediata um pelo outro, e sem acreditar que chegaria a vê-lo novamente, Amélia resolve guardar para si os sentimentos despertados por esse encontro.

Buscando um novo começo para a família e tentando impedir que seu irmão gaste todo o dinheiro que lhes restara, os Hathaways se mudam para Hampshire. Com todos os problemas financeiros ainda pendentes, e com um irmão sem intensão nenhuma de cooperar, Amélia vê seus caminhos se cruzarem novamente com os de Cam e dessa vez ela não poderá simplesmente esconder seus sentimentos.

“- Como gerente de um clube de jogo, é natural que o senhor entenda tudo sobre chances e probabilidades. O que significa que, racionalmente, não pode dar crédito à sorte, ao destino ou nada parecido.
– Sei tudo sobre chances e probabilidades – concordou Rohan. – Mesmo assim, acredito na sorte. – Ele sorriu e havia um brilho sereno em seu olhar que fez Amelia perder o fôlego. – Acredito em magia e mistério, em sonhos que revelam o futuro. E acredito em algumas coisas que estão escritas nas estrelas… Ou mesmo na palma das mãos.”

O livro é narrado em terceira pessoa, pemitindo que a gente tenha uma visão bem ampla do universo criado pela autora. Apesar do foco estar em Amélia e Cam, a autora permite que o leitor conheça e se aprofunde nos personagens secundários, já identificando alguns elementos e enredos que serão explorados nos próximos volumes da série, e isso foi o que eu mais gostei na leitura de modo geral.

Por mais que o livro fosse focado em Amélia, a autora não excluía os outros personagens do enredo, dando uma breve introdução sobre quem eles eram, seus medos e suas principais características. Achei muito importante poder conhecer todos os irmãos Hathaway e já me conectar com eles logo no primeiro volume do livro. Foi fundamental para que eu gostasse da história e tivesse vontade de continuar com a leitura.

Lisa_03

Amélia foi uma das heroínas que mais me surpreendeu, dentro do universo de romances de época. Apesar da condição social da sua família, ela não abriu mão da sua independência como mulher, mesmo sabendo que um casamento seria a melhor saída. Durante todo o livro, a personagem mantém seus conceitos, não permitindo que nem o irmão ou qualquer outra pessoa, digam o como ela deve viver sua vida ou mesmo se comportar.

É quando Cam Rohan entra na sua vida, com sua personalidade, desejos e sonhos completamente opostos. Cam acredita na liberdade, em dormir sob as estrelas e não tem nenhuma intenção de viver sob um teto por mais tempo que o necessário. Sua cultura faz com que a sua personalidade seja rígida, até mesmo um pouco fria, mas ao mesmo tempo, atraente. Apesar de não acreditar em bens materiais, e se julgar amaldiçoado por ser rico, o cigano acaba vendo nos seus infortúnios uma oportunidade de estar com a mulher que roubou seu coração.

“Abaixando a cabeça, passou as mãos no cabelo rebelde. O peito doía como sempre que ansiava pela liberdade. Mas, pela primeira vez, ele se perguntou se tinha certeza do que queria. Porque não parecia que a dor seria curada pela partida. Na verdade, ela ameaçava se tornar bem pior.”

Os personagens de Lisa Kleypas tem algo que eu amo: são opostos que se atraem e dão certo. Enquanto Amélia jamais aceitaria obedecer um homem por convenção social, Cam tem um comportamento ciumento e protetor por conta da sua cultura. Isso obriga os personagens a evoluírem e trabalharem suas personalidades, defeitos e qualidades para que possam ficar juntos. E essa evolução ao longo do enredo é que fez com que eu me apaixonasse pela escrita da autora.

Lisa_02

Desejo à Meia-Noite foi o primeiro romance que li da autora, e fiquei completamente apaixonada pelo enredo e por todo o universo criado. Houve, é claro, alguns pontos na narrativa que me incomodaram um pouco, mas nada que tornasse a leitura menos satisfatória do que foi.  Os personagens criados são envolventes, mesmo aqueles que ainda vão receber destaque nos próximos volumes da série. É uma leitura fácil, perfeita para quem apenas quer distrair a cabeça com uma boa história de amor.

Lisa Kleypas entrou para a minha lista de autores favoritos, ao lado da minha linda Julia Quinn, e eu mal posso esperar para ler os próximos volumes da série.

O Usuário laoliphantblog não existe ou é uma conta privada.