Posts arquivados em Tag: Romance

04 out, 2020

o rei perverso: holly black sabe como destruir o emocional de um leitor

resenha-rei-perverso-holly-black

a realidade é essa: jude duarte tem 1 ano e 1 dia de poder sob o mais novo grande rei de elfahame e sem nenhuma ideia de como conseguir que cardan extenda o acordo que eles fizeram. e não só isso, como garantir que a coroa não seja roubada de cardan, afinal, conquistar uma coroa é uma coisa, mantê-la é outra.

e em cima disso tudo: o desejo.

❝me beija até eu ficar cansado do seu beijo.❞

holly black compõe uma coreografia interessante entre jude e cardan. eles dançam entre uma provocação e outra, instigando o leitor a continuar lendo para saber quem irá ganhar o próximo embate.

a forma como black escreve as interações destes dois personagens é de tirar o folêgo. diferente de sarah j. mass – e eu juro que não é a minha intenção comparar, holly black consegue construir cenas de grande intimidade entre os nossos protagonistas através da intensidade da cena, ao invés do explícito, como a autora de a corte de espinhos e rosas faz. Continue lendo

21 abr, 2019

4 livros sobre protagonistas que se odeiam mas no final se apaixonam

Não é segredo para ninguém que acompanha esse blog que romance é um dos meus gêneros favoritos da literatura. E eu sei, muitos leitores julgam o romance por ser um gênero clichê e até mesmo subestimam a sua capacidade de entregar uma história envolvente e totalmente relevante para o público leitor atual, mas a verdade é que o romance ainda é – e provavelmente sempre será – um dos gêneros mais rentáveis do mercado.

Sério, eu não consigo resistir a uma boa história de amor. Personagens se apaixonando pela primeira vez, personagens se reencontrando e redescobrindo o amor e personagens que se odeiam, mas no final acabam descobrindo que todo esse ódio pode ser transformado naquele sentimento avassalador. Esse último, definitivamente, é o meu favorito. Continue lendo

20 nov, 2018

Tudo Aquilo Que Nos Separa, por Rosie Walsh

Tudo Aquilo que Nos Separa, que foi publicado recentemente pela Record, é escrito pela Rosie Walsh. O livro, que demonstra ser recheado de romance, drama e mistério, é o primeiro escrito por ela sob seu próprio nome – a autora possui outros quatro livros, publicados sob o pseudônimo de Lucy Robinson. Sendo o primeiro livro a carregar seu nome, ainda que não sendo sua estreia oficial nas prateleiras, há de se atribuir um peso e responsabilidade especial à publicação. Munida de curiosidade em saber o que seria o “tudo” a separar o casal da trama, e qual seria o mistério da vez, mergulhei de cabeça na leitura.

Antes de tudo, falemos das aparências do livro, que possui uma capa consonante com o título atribuído em português. Essa capa possui um pouco mais informação visual do que as outras versões, e o título daqui, assim como nas outras versões, sofreu alterações fortíssimas de acordo com a interpretação da história – normal. Temos Ghosted (US), The Man Who Didn’t Call (UK) e nossa versão que, segundo a autora, é sua versão de título favorita. Continue lendo

30 set, 2018

Céu Sem Estrelas, por Íris Figueiredo

O último livro lançado pela Íris Figueiredo, Céu Sem Estrelas, foi minha primeira leitura da autora. Eu a acompanho nas redes sociais há um tempo, conheço por nome e sinopse outras obras dela, mas essa publicação da Seguinte foi meu primeiro contato com a autora. E esse primeiro contato não poderia ter sido mais especial, mais forte e marcante. Tudo por conta da sensibilidade e honestidade com as quais Íris colocou nas páginas que contam a história de Cecília.

Já basta a capa ser linda demais, tanto pelas cores, quanto pela ilustração, a sinopse me chamou a atenção. E confesso que a propaganda feita por outros leitores e autores também me conquistou. Nunca mais verei um fusquinha azul com os mesmos olhos, apesar de sempre ter brincado disso, vejam bem. Essa leitura me deixou bastante sensibilizada em diversos momentos. Respirem fundo antes de mergulhar de cabeça nela. Continue lendo