Posts arquivados em: Tag: Série

Séries & TV 19nov • 2016

Você não sabe o quanto precisa assistir Pitch

serie-pitch

Se você ainda não ouviu falar de Pitch ou não acompanhou o burburinho que a série causou na internet, então você ainda não tem consciência da importância que essa série tem para todos os assuntos que estamos abordando nos dias atuais, principalmente quando se trata de feminismo. Como uma pessoa que tem buscado cada vez mais se envolver com esses assuntos, acho que é muito importante compartilhar com os leitores do blog o porquê de ser tão importante que você assista essa série o mais rápido possível.

Pitch conta a história de Ginny Baker (Kylie Bunbury) a primeira mulher a conseguir jogar na liga principal de Baseball pelo time San Diego Padres. Depois de passar anos jogando com times menores, Ginny finalmente chama a atenção dos times da liga principal e, junto com sua agente Amelia, personagem de Ali Larter, ela começa a dar os primeiros passos para realizar seu sonho. O problema é que quando se é a primeira mulher a entrar para os times principais, toda atenção se volta para você, e com isso Ginny precisa enfrentar toda a pressão de estar sob os olhos do mundo o tempo todo.

serie-pitch-01

A série explora todo o tipo de assunto ao longo dos poucos episódios que já foram exibidos. O primeiro deles, e o que eu mais gostei até agora, é a relação que Ginny cria com o seu novo time. Assim que ela é escalada para o San Diego Padres, os homens do grupo ficam um pouco receosos com a sua presença, não acreditando que ela seja capaz – e talentosa o suficiente – para conseguir levantar o time.

Os criadores da série consideraram todos os aspectos do enredo, criando um ambiente realista, onde você realmente consegue se identificar com as reações do público e das próprias pessoas envolvidas com a ascensão de Ginny. É quase como se a série realmente fosse o mundo real, e aquilo realmente estivesse acontecendo. Além disso, a série conseguiu uma licença da liga oficial de baseball que permite que eles utilizem os uniformes originais do time nas gravações.

serie-pitch-02

O grande destaque de “Pitch” é que a série não foi criada para te dar mais um drama comum, com enredos clichés e acontecimentos previsíveis. Pelo contrário, a série busca explorar seus pontos fortes e fracos em cada episódio, não colocando Ginny no centro das atenções como uma personagem perfeita, mas sim uma mulher que precisa treinar muito mais do que os seus outros colegas de time para se mostrar capaz de ocupar a posição que ocupa.

Eu gosto como Pitch utiliza toda a situação para mostrar como ser uma mulher, invadindo um ambiente totalmente masculino, é complicado e não só focando na Ginny, mas também na sua agente, Amelia, que assim como ela está entrando num mundo que ela não conhece, simplesmente para transformar a Ginny em uma das maiores jogadoras de Baseball da história. O enredo fala muito de como as mulheres são tratadas de forma diferente em determinados ambientes e, principalmente, em como a cultura do estupro ainda está muito enraizada na nossa sociedade.

A série tem um enredo que não tem medo de explorar todo o tipo de assunto, indo de estupro e assédio, para vazamento de fotos na internet e como as pessoas veem as mulheres de uma forma diferente, mesmo que elas não percebam que estão fazendo isso. Pitch é uma representação muito boa do mundo feminino e de como é complicado você ser uma mulher, não querendo fazer o trabalho de um homem, mas apenas desejando realizar seu próprio sonho.

Séries & TV 26set • 2015

Stitchers

Stitchers_01

Chegamos naquela época do ano em que todas as séries que acompanhamos estão entrando em hiatus, e sabemos lá quando as teremos de volta. Não sei vocês, mas eu já sinto um buraco enorme no peito só de saber que vai demorar até a próxima temporadas as minhas séries favoritas. E o que fazer nesse meio tempo? Procurar por séries novas. E é exatamente sobre uma série completamente nova que eu vim falar com vocês.

Stitchers explora um universo completamente novo, então se você gosta de um drama policial misturado com um pouco de ficção cientifica, você precisa ler este post até o final. A série irá acompanhar Kristen, uma jovem de personalidade desafiadora que é recrutada por uma agência secreta do governo para fazer parte de um projeto que busca investigar assassinatos acessando a memória de pessoas que já estão mortas.

Stitchers_02

Se você achou a ideia da série um quanto tanto louca, então precisa mesmo assistir. Kristen, interpretada por Emma Ishta, sofre de uma doença chamada displagia temporal, que impede que ela tinha noção de tempo, consequentemente não conhecendo sentimentos como amor, carinho e até mesmo dor. Sua condição física dá a Kristen uma personalidade muito interessante, criando uma personagem independente, de humor peculiar e com aquele toque de feminismo que a gente ama em personagens principais.

Quando assisti o primeiro episódio da série, eu não sabia o que esperar. Primeiro porque é muito raro eu assistir séries deste tipo – não por não gostar, mas porque normalmente séries assim não me pegam. Mas Stitchers me conquistou na construção dos personagens e no enredo da história em si. Primeiro de tudo, poder entrar na memória de uma pessoa e descobrir muitas coisas sobre ela mesmo depois de ela ter morrido, pra mim, é simplesmente fascinante. E, combinado com um pouco de ação, diálogos sarcásticos e um toque de comédia: me apaixonei.

Stitchers_03

Eu tenho que destacar – infelizmente – que os efeitos especiais da série não são dos melhores. Mas levem em consideração que estamos falando da ABC Family, então não tem como esperar uma coisa extraordinária da emissora. Porém, o que não temos de lindeza nos efeitos especiais é compensado em todo o resto da série, tendo um produto final que vale muito a pena ser conferido por qualquer pessoa que goste de algo um pouco diferente do comum.

A Kristen me lembrou muito o Sheldon de The Big Bang Theory. Mas o que mais me conquistou foi a forma como ela lida com as coisas a volta dela, e como o programa em que ela foi inserida vai moldando o universe a volta dela. Pegamos uma personagem principal que não tem o costume de ter contato com pessoas e que, de uma hora pra outra, precisa aprender a lidar com uma equipe e com amigos que ela nem pediu pra ter.

Stitchers_05

Eu ainda não conhecia o trabalho da Emma Ishta como atriz, mas até agora eu estou gostando muito do que estou vendo. Achei que ela se encaixou bem na proposta da personagem principal e estou louca pra conferir outros trabalhos que ela tenha realizado. Agora quem me surpreendeu mesmo foi o Kyle Harris, que na série interpreta o Cameron, parceiro da Kristen. Para quem não conhece, o ator interpretou o Seth em The Carrie Diaries e eu fiquei muito feliz de vê-lo trabalhando em um personagem diferente. É o nerd que todo mundo gostaria de ter em casa, sério. Estou apaixonada!

Como Stitchers é uma série completamente nova, ainda não tenho informações sobre uma segunda temporada, mas estou torcendo muito para que seja renovada, principalmente porque eu estou precisando muito de uma série assim na minha vida. E agora deixo vocês com o trailer da série, e não deixem de comentar o que acharam, viu?

Séries & TV 15jun • 2015

Poldark

tumblr_nnmzdeF1qk1u2kzbjo1_1280

Minha paixão por séries de época não é segredo pra ninguém. Boa parte das séries que eu acompanho hoje são de época, e qualquer outra dessa mesma temática que seja lançada, é quase certo que eu vou acompanhar. Mas, não são todas essas séries que me cativam e roubam o meu coração a ponto de eu indicar para – absolutamente – todo mundo, e hoje eu vim compartilhar com vocês o meu novo amorzinho: Poldark.

A série de Tv é baseada nos livros de Winston Graham de mesmo nome e vai contar a história de Ross Poldark, um general que acaba de voltar para casa depois de três anos na guerra. Quando retorna para a cidade onde vive sua família, Ross descobre que seu pai faleceu, que sua mina foi fechada e que suas terras estavam em ruínas, mas que esse ainda não era o pior de tudo. Elizabeth, mulher por quem Ross nutria fortes sentimentos, estava noiva de seu primo Francis, mesmo depois de Ross ter prometido que voltaria para ela.

tumblr_nnmzdeF1qk1u2kzbjo2_1280

Sem esperanças de estar com a mulher que ama, Ross volta toda a sua atenção para os negócios de sua família, procurando um jeito de prosperar nas terras deixadas por seu pai e reabrir a sua mina num tempo em que todas as minas da região estavam fechando. É então que ele conhece Demelza, uma jovem que ele acaba salvando de uma roda de briga. Com pena da situação em que a garota vive com a família, Ross oferece a ela a posição de ajudante de cozinha em sua casa, levando-a para suas terras sem se importar com que os outros pensariam da situação.

Este é basicamente o enredo principal da série, e também o que mais me encantou. O que eu achei que seria mais uma série de época romance, se mostrou uma série dramática e de enredo bastante complexo, o que me animou ainda mais para assistir a primeira temporada completa. A primeira coisa que me chamou atenção foi o cuidado na produção da série. Os cenários são simplesmente lindos, o enredo se desenvolve de forma que você não se perca na história e a trilha sonora dá um toque especial no trabalho final.

tumblr_nnmzdeF1qk1u2kzbjo3_1280

Ross Poldark é interpretado por Aidan Turner, também conhecido por interpretar o Luke na versão dos cinemas de Cidade dos Ossos. Essa é a segunda vez que eu tenho contato com o trabalho do ator, e mesmo sem ter lido os livros, acho que não escolheria outra pessoa para interpretar Ross na série. Aindan consegue expressar bem o impacto que a guerra teve na vida de Ross, e a decepção que ele sente ao descobrir que a mulher que ele amou a vida toda, agora iria se casar com seu primo. Seu personagem é um homem forte, áspero, mas também muito corajoso. O tipo de personagem que encanta o público feminino logo de cara.

Conforme a série vai se desenvolvendo e você vai conhecendo melhor os personagens, fica praticamente impossível não se apaixonar por Demelza, interpretada pela Eleanor Tomlinson. Diferente de Elizabeth, que recebeu toda a eduação de uma dama da alta sociedade da época, Demelza não tem boas maneiras, foi criada para todo o tipo de trabalho duro, é rústica, mas é de uma doçura tão incrível, que você se pergunta como alguém pode passar por todas as coisas que ela passa durante o enredo tendo um coração tão lindo.

tumblr_nnmzdeF1qk1u2kzbjo4_1280

E antes que vocês pensem que a série não tem nenhum romance, acreditem, tem. A relação de Demelza e Ross se desenvolve aos poucos ao longo dos episódios. E de tudo o que acontece na série, o que mais me chamou a atenção, é que o amor dos dois cresce de forma completamente diferente. Demelza começa com uma paixão inocente, onde Ross é a figura masculina que ela deseja fazer feliz, mas não cria nenhuma expectativa de que seu sentimento será retribuído. Enquanto isso, Ross vê em Demelza apenas uma criança inocente no corpo de uma mulher que, eventualmente, o deixa muito tentado.

tumblr_nnmzdeF1qk1u2kzbjo7_1280

O relacionamento deles é completamente realista, e nem um pouco forçado. Você percebe que o sentimento de ambos, a confiança e o relacionamento deles é construído através das provações que são colocadas diante deles através do enredo, e isso foi o que mais me fascinou. O enredo da série não tem pressa para fazer com que eles se apaixonem um pelo outro, como normalmente acontece.

A série estreou na televisão em Março de 2015 e já teve sua primeira temporada concluída com 8 episódios de 1h, mais ou menos. A boa notícia é que já foi confirmada uma segunda temporada, mas esta só está prevista para 2016, o que é uma pena. E se você ainda não está convencido de que deve muito acompanhar essa série, vou deixar o trailer falar por si só:

Séries & TV 07jan • 2015

Outlander

Untitled-4

Aqueles que acompanham o blog nas redes sociais irão se lembrar que em meados de Agosto eu fui apresentada a série literária Outlander, da autora Diana Gabaldon e simplesmente me apaixonei pelo seu enredo e personagens. Nessa mesma época ocorreu que a Starz estava lançando os primeiros episódios da adaptação do livro para uma série de Tv, e já que Outlander virou o meu mais novo “amorzinho 10 10”, eu não poderia deixar de apresentar a série para vocês, certo?!

Untitled-1

A primeira temporada da série se inicia em 1945, quando nossa heroína, Clair Beauchamp, enfermeira na segunda guerra mundial, está a caminho de sua segunda lua de mel com o marido, Frank Randall, na Escócia. Durante sua estadia nas terras escocesas, Clair é acidentalmente transportada no tempo para o ano de 1743. Perdida nas terras escocesas e sem a menor ideia de como voltar para casa, Clair é encontrada pelo cã Mackenzie e considerada uma espiã inglesa. Chamada de Outlander, nome dado aos forasteiros, Clair acaba se envolvendo em uma rede de intrigas.

Untitled-3

Estrelado por Caitriona Balfe e Sam Heughan no papel do casal principal Clair e Jamie, a série estreou na televisão em agosto de 2014, tendo encerrado a primeira fase da temporada com 8 episódios. A segunda parte da primeira temporada, tem estreia prevista para o dia 4 de abril de 2015, fechando a primeira temporada com 16 episódios. (Via Lallybroch)

Mas o que torna a série Outlander tão boa quanto o livro?! Bom, primeiro de tudo a produção da série está fazendo um trabalho incrível para manter o roteiro o mais fiel possível ao livro. Como assisti os dois primeiros episódios da série, antes de mesmo de conhecer a escrita de Diana Gabaldon, fiquei impressionada ao conseguir identificar tantas semelhanças logo nos primeiros capítulos, o que me animou bastante para continuar a assistir a série.

Untitled-2Outro ponto muito positivo para a série é que o cast está muito empenhado em explorar todas as características de seus personagens, principalmente Caitriona Balfe, que acabou sendo a escolha perfeita para o papel de Clair. Eu realmente não consigo imaginar outra atriz que possa se encaixar tão bem nesse papel. Além disso, ainda temos Sam Heughan e seu sotaque escocês junto com seus cabelos ruivos nos mostrando todas as suas habilidades de conquistar o coração dos fãs da série.

Untitled-5

Se tudo isso ainda não te convenceu de que Outlander é a série perfeita, leve em consideração que estamos falando sobre viagem no tempo, onde uma personagem feminina, enfermeira da segunda guerra mundial, acaba indo parar no meio de uma guerra entre a Escócia e a Inglaterra. A série tem uma carga histórica muito forte, além de nos dar uma personagem, nos permitindo refletir muito sobre a evolução da sociedade desde então. E pra mim, isso é o que deixa tudo ainda mais interessante.

Abaixo eu deixo o trailer oficial da primeira temporada, que será referente ao primeiro livro da série “A Viajante do Tempo”.

E se vocês gostarem de Outlander, não deixem de vir me contar. Eu vou ter o maior prazer de conversar com vocês e criar teorias sobre os próximos episódios.

Siga o @laoliphantblogInstagram