Eu tenho uma paixão particular pela Julia Quinn. Primeiro porque ela foi a minha primeira autora de romances de época da atualidade que eu li. Segundo, suas personagens femininas têm sempre uma personalidade forte e não se deixam levar por qualquer Conde, Marquês ou Duque que apareça[...]"/>

26 fev, 2016

Uma paixão chamada Os Bridgertons

Bridgertons 01

Eu tenho uma paixão particular pela Julia Quinn. Primeiro porque ela foi a minha primeira autora de romances de época da atualidade que eu li. Segundo, suas personagens femininas têm sempre uma personalidade forte e não se deixam levar por qualquer Conde, Marquês ou Duque que apareça pela frente. Além disso, a escrita da autora não deixa nada a desejar, e como estamos falando sobre romances de época, eu não poderia deixar de fazer uma publicação inteiramente dedicada à minha série favorita: Os Bridgertons.

O que vocês precisam saber sobre essa série de romances de época que conquistou até mesmo a minha mãe? Bom, Os Bridgertons é uma série com oito livros no total e cada um de seus volumes irá contar a história de um membro da família Bridgerton. O primeiro volume da série, O Duque e Eu, logo nos revela que nossos heróis são peculiares e foram nomeados por seus pais em ordem alfabética sendo: Anthony, Benedict, Colin, Daphne, Eloise, Francesca, George e, por fim, Hyacinth. Cada um deles tem a sua própria personalidade, teimosia, talento e um dom especial que faz com que você fique completamente envolvida nos seus dramas.

Bridgertons 03

A série em si conta a história dessa família aristocrata inglesa que exerce grande influência na sociedade da época. Em cada um dos romances nós descobrimos como eles conheceram e se apaixonaram por seus respectivos romances e o que exatamente faz com que eles sejam tão diferentes e especiais. Mas não é só sobre amor romântico. Os Bridgertons mostram muito do amor familiar, de como eles se apoiam enquanto filhos e irmãos. É incrível ver como uma família tão grande consegue ser ao mesmo tempo tão unida e entender completamente uns aos outros, sem julgamentos.

Apesar dos personagens maravilhosos, foi a escrita de Julia Quinn que realmente deu vida a esses romances e os tornou tão especiais para muitos leitores. Além de conseguir fazer com que todos os livros da série funcionem em sintonia, Julia Quinn faz com que os seus leitores mergulhem dentro do seu universo literário, conseguindo se sentir parte do livro. Seus personagens têm vida própria, principalmente nossas heroínas, que além de uma personalidade inspiradora, nos ensinam que uma mulher não deve aceitar ninguém menos do que um homem capaz de tudo para torná-la dele, e que o “status” de solteirona não mata ninguém.

Bridgertons 04

Mas eu gostaria de chamar atenção para uma personagem dessa série que não é uma Bridgerton, mas que mesmo assim conquistou nossos corações: Penelope. Apesar de não ter o perfil adequado para uma esposa e passar boa parte das séries escondida entre um baile social e outro, Penelope tem muito a ensinar sobre o poder feminino naquela época. Mesmo não tendo seu amor correspondido por Colin Bridgerton e aguentando as constantes humilhações por parte da mãe. Penelope vestiu bem seu papel feminino dentro da série e conquistou seu espaço. Como ela fez isso? Spoilers, vocês terão que ler a série para descobrir.

Os Bridgertons é uma série que te conquista em todos os livros. O interessante de termos histórias diferentes em cada volume é ter a chance de nos apaixonarmos oito vezes por personagens diferentes. Cada leitor tem o seu livro favorito, o seu Bridgerton favorito e até mesmo seus personagens secundários favoritos. No meu caso, obviamente, o meu favorito sempre será o Colin, mas confesso que tem dias que eu sinto uma pequena queda pelo Anthony – o que eu posso fazer?! Mas de todos, Bridgerton ou não, Penelope e Eloise entraram para a minha lista de heroínas para se inspirar. Essas duas são destruidoras quando se trata do quesito atitude.

Bridgertons 02

Para mim, qualquer leitor que um dia foi apaixonado por romance precisa dar uma chance aos Bridgertons, mas principalmente a Julia Quinn. Não é só por causa da escrita e dos personagens, mas porque se trata de um romance diferente, onde o enredo é um pouco mais leve, os costumes da época são interessantes de serem explorados e porque te dá a chance de conhecer o amor de uma forma um pouco menos complicada do que nos romances atuais. E se você se interessou por esses romances, confiram as resenhas dá série que já foram publicadas aqui no blog: O Duque e Eu, O Visconde Que Me Amava, Um Perfeito Cavalheiro, Os Segredos de Colin Bridgerton e Para Sir Philip Com Amor.

Os livros da Julia Quinn são publicados no Brasil pela Editora Arqueiro, sendo os livros da série Os Bridgertons publicados até o 7° livro, com o nome Um Beijo Inesquecível. Não esqueçam de deixar nos comentários o que vocês acharam de conhecer um pouco mais sobre essa série, viu?

romances de época

Tags: , , ,

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

9 Comentários

  • Priscilla Paiva
    janeiro 09, 2019

    Olá!
    Descobri essa série no final do ano passado e hoje comecei o livro do Colin. Jesus amado! Amei todos até aqui e acho que todos os Bridgertons são meus favoritos. Oi? Hahhahahahhaha Simplesmente não consigo escolher um só, cada livro me deixa apaixonada pelo personagem X, como você mesma mencionou nesse post. Os personagens secundários são ótimos, a escrita da Julia é maravilinda, estou in love eterno.
    Adorei o post, é tão bom encontrar mais leitores *———–*
    Bjs!

  • Kelly
    fevereiro 19, 2018

    Eu não conhecia a Julia, comecei a ler porque bateu um interesse em romances de época e a estória toda de 8 filhos e praticamente um livro para cada um me deixou muito curiosa, pois gosto muito de autores que dão atenção a todos os personagens. Li todos e não me arrependi, agora quero o box! Minhas personagens femininas preferidas foram Penelope é claro, Violet, Kate, Lucy, Sophie e a Francesca, única Bridgerton filha que eu realmente gostei, as outras achei personagens fortes mas tem horas que achava elas bem confusas. Os masculinos Colin em primeiro lugar claro, a autora realmente caprichou na Penelope e no Colin, também gostei do Simon, Benedict, Sir Phillip, Gareth, Michael, o único personagem masculino que realmente detestei foi o Anthony, achei ele muito indeciso e agressivo, de todos os homens foi o único que agrediu uma mulher, não gosto disso nem em um livro! Na verdade eu não queria que a Kate ficasse com ele, uma personagem tão especial como ela, tão altruísta, mas acho que a autora quis juntar os dois exatamente para fazer um equilíbrio. A estória mais linda e mais triste de todas com certeza é a da Violet!

  • Amanda Michel Raupp
    março 16, 2016

    Oii!

    Confesso que não curto muito esse gênero de livro, mas adorei saber um pouco mais sobre essa série!
    Talvez eu de uma lida em algum deles em breve ^^

    Beijos, Amanda
    http://www.vicio-de-leitura.com

  • Luciano Vellasco
    março 01, 2016

    Oie, tudo bem? Bom, eu nunca li nada da autora, mas conheço amigas que são loucas por ela! Inclusive já organizei um evento aqui na minha cidade que tinha ela como foco principal. Seu texto esta muito bom, vou até mandar para uma amiga minha 🙂
    Beijos

  • Bruna Souza
    março 01, 2016

    Oi, tudo bem?
    eu divido essa paixão com você! Sou viciada nessa série, e amo a escrita da Julia! A série realmente nos prende e cativa, e consegue trazer histórias diferentes a cada livro. A Julia também foi uma das primeira autoras de romances de época que eu conheci, mas isso foi há uns bons 6 anos atrás, e desde então, viciei!
    Amo demais, e recomendo demais a série
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

  • Rodrigo Costa
    fevereiro 29, 2016

    Pra todo lugar que eu olho tem alguém falando dessa série…da Julia Quinn…eu não aguento maaaais! kkkkk. Tô brincando.Apesar de não ser o meu tipo de leitura mais frequente,estou bastante curioso pra experimentar lê-los.Tenho um amigo que me adora e sempre insiste pra eu começar. Seu texto está muito bom.Me convenceu a realmente a conhecer melhor esse romance.
    Beijo!

  • Fernanda F. Goulart
    fevereiro 29, 2016

    Oie! Nunca li nada da Julia, mas ela é tão bem comentada que até acho isso um crime. Na verdade, não é por falta de vontade, é mais por falta de tempo e oportunidade. Comecei a dar uma chance ao romance no final de 2015 e, logo após, conheci os romances de época e me apaixonei – apesar de ainda não ter lido nenhum. Julia Quinn está na minha lista de futuras leituras, assim como Loretta Chase. Os comentários sobre suas personagens fortes, decididas e encantadoras me deixam cada vez mais empolgada. Também tenho curiosidade em saber como funciona essa família tão grande e em como a autora distribuiu toda a história sem perder o ritmo ao longo da série. A postagem ficou maravilhosa! *—*

    Beijos, Fernanda Goulart
    Império Imaginário

  • Larissa Maciel
    fevereiro 28, 2016

    Olá. Deus, Julia Quinn está sendo maravilhosa pra mim, os Bridgertons são apaixonantes. Nunca, nunca mesmo tinha lido livros de época, nunca gostei, acho que sempre tive na cabeça aquelas novelas da globo que minha mãe assiste e nunca gostei delas, e com isso acabei julgando as novelas chatinhas pros livros maravilhosos. E que mundo perfeito de se encontrar eu estava perdendo, julgando totalmente errado. Depois de ler muitas resenhas de praticamente todos os livros desta série, criei coragem e comprei o primeiro livro, O Duque e Eu, e surpresa, terminei este livro em apenas um dia e meio e fiquei me perguntando porque eu louca deixei pra ler este livro agora? kkkkkk Estou apaixonada e com uma lista imensa de livros de romance de época. Adorei seu post, obrigada por dividir seu amor por esses adorados irmãos haha.

    Beijão da Lari!

  • Juliana Garcez
    fevereiro 27, 2016

    Oi! Tudo bem?

    Então, ouço falarem muuuuito bem da autora! Dizem que é bem isso mesmo: que as figuras femininas são fortes e valorizadas. Isso me atrai muuuuuito! Mas, por outro lado, confesso que não tenho muita vontade de ler a série 🙁 Não sei muito explicar o motivo, só sinto que não é algo que eu queria ler no momento, mesmo adorando romances de época. Será que a autora publicou livros de outros gêneros?! p.s.: acho que minha mãe, assim como a sua, irá gostar da série.